Dez coisas deliciosas para explorar em Dublin

Dez coisas deliciosas para explorar em Dublin

Colaborador E-Dublin

4 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Ao planejar um intercâmbio, o estudante, muitas vezes, prende-se apenas à qualificação da escola, acomodação ou busca por um trabalho, e esquece de pensar no que vai fazer uma vez que já esteja na cidade. Por isso, o E-Dublin convidou a repórter Thaís Ribeiro para listar 10 coisas em Dublin que todo ser vivo não pode deixar de fazer antes de morrer — mas também já está valendo se forem as “10 coisas para se fazer em Dublin antes do seu intercâmbio chegar ao fim”!

Para turistar

É claro que bons lugares para colocar uma máquina fotográfica no pescoço e turistar por Dublin não faltam, mas duas opções muito interessantes para você começar são:

Apreciar Dublin do alto, na Guinness Storehouse

shutterstock_305735438

Guinness Storehouse é uma das principais atrações da Irlanda. Foto: Shutterstock

A Guinness Storehouse é a atração turística mais popular de Dublin. São sete andares, onde você poderá conhecer como surgiu a bebida mais famosa da Irlanda e como é fabricado, até hoje, o elixir da felicidade irlandesa. Mas vamos combinar? O melhor do tour é mesmo a vista panorâmica da cidade, lá do Gravity Bar. Se eu fosse você, não deixaria a cidade sem esse registro!

Vivenciar Dublin Viking no Museu Dublinia

Museu tem em todo lugar, e isso é praxe. Mas o Dublinia transporta você para uma Irlanda medieval, bem diferente da que se vê com os olhos curiosos da atualidade. É nesse museu incrível que você vai descobrir como a Irlanda foi fundada e toda a sua influência viking. Dá para experimentar as roupas dos vikings, ver como eles viviam, saber sobre as longas viagens, os mitos, a língua e tudo que envolve essa era Medieval. Um must see!

Para beber e comer

shutterstock_157478171

A visita a um pub é um must try na Irlanda. Foto: Shutterstock

Johnnie Fox

Construído em 1798, o lugar respira história e é recheado de objetos antigos e fotos de personalidades que já visitaram o pub — fora a vista maravilhosa do alto da montanha. Se você aprecia tradição, vá até o Johnnie Fox, peça um pernil de cordeiro assado, uma pint de cerveja e assista aos shows de música irlandesa. É o pub mais alto da Irlanda.

The Brazen Head

É um dos pubs mais antigos do país, construído em 1198 — mais antigo, inclusive, que o Brasil. Eu indico o irish breakfast, servido até 12h30 todos os dias, ou, se preferir, todas as noites você pode curtir música ao vivo enquanto aprecia toda a história que emana do lugar, com fotos e pergaminhos nas antigas paredes do pub.

Pedalar

Umas das melhores coisas em Dublin é a possibilidade de circular pela cidade sobre duas rodas. Seja para ir à escola, trabalho ou apenas dar um rolê. A cidade conta com uma extensa ciclovia, que abrange da parte sul à norte. Mas o mais interessante é que, mesmo quando a via não apresenta ciclofaixa, os motoristas geralmente respeitam os ciclistas à esquerda dos automóveis.

shutterstock_112916848

Aposte nos parques para aproveitar o dia sem gastar muito. Foto: Shutterstock

É um dos melhores meios de transporte, ainda mais em horários de pico, fugindo completamente do trânsito da capital. O custo também não é tão alto. Uma bicicleta nova custa a partir de €120 — mas, é claro, sempre precisa de uma manutenção, fora os itens de segurança, como lanternas, capacete e colete refletivo. É possível, também, adquirir uma magrela usada, mas cuidado com a procedência, uma vez que roubo de bike é, infelizmente, uma prática muito comum por aqui.

Se você preferir, pode, ainda, usar o Dublin Bikes por €20/ano ou €5 por três dias. Você tem direito a 30 minutos gratuitos de uso. Há mais de 100 estações espalhadas por toda cidade, com aproximadamente 1500 bicicletas disponíveis.

Ir ao estádio

Aviva Stadium. Foto: Populous

Que tal assistir a uma partida de um dos esportes tradicionais no país? Aviva Stadium. Foto: Populous

É praticamente parada obrigatória morar aqui e assistir, ao menos, uma partida dos esportes mais famosos do país: Rugby, Hurling ou Gaelic Football. É muito interessante ver como as crianças aprendem desde cedo (ainda na escola) as regras desses esportes e como todos aqui têm paixão em ir ao estádio ou a um Pub e torcer pelo seu time do coração.

Mas toda a rivalidade fica dentro do campo. Na arquibancada, a torcida é pacífica e é possível ir ao estádio com a camisa do time sem o menor problema. Após o jogo, é comum os torcedores se encontrarem nos pubs para algumas pints de cerveja. Em Dublin, você pode assistir Rugby no Aviva Stadium. Já o Hurling e Gaelic Football, no Croke Park.

Para dançar

Foto: IrishTimes

Baladinha em Dublin? Também tem. Foto: IrishTimes

The Wright Venue

É bem difícil escolher um lugar para dançar em Dublin, porque a cidade é recheada de boas opções e para todos os estilos musicais (inclusive música brasileira). Mas um lugar bastante badalado é The Wright Venue. A casa fica em Swords, a 16 km do centro, e promove diversas festas durante o ano, recebendo DJs famosos, como Amine Edge & Dance, Duke Dumont, entre outros.

Para quem está acostumado com as baladas no Brasil que vão até tarde, pode-se estranhar um pouco, pois a única desvantagem, não só da The Wright Venue, mas da maioria das baladas aqui de Dublin, é que a música para por volta das 2h30 da manhã e os seguranças começam a pedir para o público se retirar.

Ao ar livre

Phoenix Park

E por último, mas não menos importante, o famoso Phoenix Park. O maior parque de Dublin, fundado em 1662, abriga um zoológico, 351 espécies de plantas e uma manada de dóceis cervos. A residência do presidente da Irlanda também se situa dentro do maior parque público e urbano da Europa.

O parque é aberto 24 horas por dia e é bastante comum você ver pessoas se exercitando, passeando com seus cachorros ou, mesmo, sentadas na grama relaxando. Vale muito a pena conhecer e frequentar o parque, que serve muitos bairros de Dublin.

shutterstock_87595765

Tirar uma foto clássica com os veados no Phoenix Park. Foto: Shutterstock

Bushy Park

O parque é localizado no bairro de Templelogue (Dublin 6W), o que foge um pouco da região central. Em meio a tantas casas, grandes avenidas com tráfego pesado e uma grande escola, o Bushy Park parece um paraíso para seus momentos de refúgio.

Lá, você pode encontrar campos para treinar qualquer tipo de esporte, quadra de tênis e pista de skate, além de  playground para as crianças e um enorme lago onde vivem gansos e patos, que podem ser alimentados pelos visitantes. Sentar no gramado em qualquer dia em que o clima esteja bom e apreciar aquela vista recarrega as baterias de qualquer pessoa.

St. Patrick’s Park

Diferente do Bushy, o St. Patrick’s Park é um parque de fácil localização e bastante frequentado, por estar ao lado de uma das mais famosas e visitadas catedrais de Dublin, a St. Patrick’s Cathedral. Mas nem por isso é difícil encontrar paz naquele lugar. Na primavera e no verão, as flores começam a florescer e a fonte no meio do parque traz graça e beleza para quem procura um momento de tranquilidade.

Veja também

Onde morar na Irlanda? Capital ou no Interior

,

Thaís Ribeiro é jornalista e fez de Dublin sua casa quando decidiu morar aqui, há 2 anos e meio. É autora do blog Histórias Plurais, onde relata fatos reais de pessoas reais. Amante de livros, passa duas quadras longe de qualquer livraria para o bem de seu orçamento mensal.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar