Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Cultura

Dublin: a capital dos cabelos coloridos

Colaborador E-Dublin postou em 31 ago 2018

Se tem uma coisa que fica muito clara para os brasileiros que desembarcam na Irlanda, é a liberdade e a espontaneidade das irlandesas em impor as tendências da estação. E é na capital Dublin que essa premissa fica ainda mais evidente.

Marcada por mulheres e homens estilosos, a capital irlandesa imprime uma liberdade contagiante, que vai desde o dress code até a cor dos cabelos. Por aqui, vale tudo. Azul, rosa, roxo ou tudo junto.

Então, para você que já percebeu essa profusão de cores e está pensando em investir em um tom mais ousado nos cabelos, hoje vamos dar algumas dicas de como investir no estilo Irish, sem prejudicar as madeixas.

36575241_1858565454450557_7001604051842367488_n(1)

Mah Marra. Foto: Reprodução

Quem mora em Dublin sabe que é mais do que normal ver meninas de cabelo colorido pelas ruas. E não são apenas as adolescentes, as alternativas ou as descoladas. Vemos com frequência mulheres de estilo super clássico e elegante ou, até, senhoras mais maduras com os fios pintados em uma paleta de cores nada convencional.

Há seis meses, foi a vez da Mah Marra entrar na onda das madeixas coloridas e desafiar o cabeleireiro Richard Correia, do Ladiesman Beauty & Art, a substituir o ruivo, que já a acompanhava há alguns anos, pelo tom de azul bebê.

Mas isso era só o começo! Desde então, o tom azul suave deu espaço a um pigmento mais vibrante até que, há um mês, Mah aderiu ao chamado Galaxy Hair, uma super tendência de 2018, que mistura azul, rosa e lilás, formando um efeito que se assemelha aos tons do sistema solar registrado pelos telescópios da Nasa.

mah galaxy

Mah Marra. Foto: Reprodução

A importância de manter os fios saudáveis

Mas, para chegar a esse resultado mantendo os fios saudáveis, é preciso ter paciência. Segundo Richard, o primeiro passo é fazer um teste de mechas para ver se o cabelo tem condições de atingir o tom desejado.

“Na maioria dos casos, precisa descolorir o cabelo e chegar a um tom de loiro antes de colocar a tinta colorida. O procedimento é demorado, dura entre cinco e oito horas, porque inclui mais de uma cor”, explica.

A manutenção exige cuidado. “A matização, que é o processo de colocar a cor novamente nos fios, tem que ser feita com mais frequência, porque essas cores desbotam rápido. Além disso, precisa usar sempre shampoo, condicionador e máscara de boa qualidade, além de não esquecer do leav-in antes de secar”, conclui Richard.

Outra mistura de cores que é sucesso é o roxo acinzentado, escolha da estudante Julia Moreno, feita pelo cabeleireiro Thiago Marrero. Ela tem a raiz castanha, mas já foi loira, escureceu novamente e faz progressiva com frequência, ou seja, muita química na conta.

37120532_202286590440738_7904840690712969216_n(1)

O cabeleireiro Thiago Marrero ressalta a importância de considerar a base natural do cabelo para atingir o colorido ideal.

Thiago explica que a maioria das cores precisa de uma base extremamente clara para revelar um tom bonito, limpo e vibrante. Segundo ele, pelos princípios da colorimetria, quando se tem um cabelo loiro amarelado, por exemplo, e coloca-se azul por cima, o tom revelado não vai ser azul, mas sim verde. Para atingir o azul é preciso estar com um cabelo praticamente branco.

O roxo e o rosa são tons mais fáceis de serem trabalhados porque, mesmo misturados em fundos loiros e loiros escuros, ficam bonitos. “Quando pensamos em fazer um colorido, sabia que, para o cabelo da Julia continuar saudável, eu não conseguiria clarear muito. Por isso, o tom escolhido foi o roxo. Escolhemos dois tons, um mais claro e um mais intenso para dar profundidade ao visual”, esclarece Thiago.

cris rosa

A cor rosa nas madeixas acima é resultado do trabalho impecável do cabeleireiro da Ladiesman Beauty & Art, Cris Azevedo.

Se você prefere os tons pastéis, atenção redobrada! Segundo o cabeleireiro Cris Azevedo, do Ladiesman Beauty & Art, quanto mais claro o colorido, mais agressivo vai ser o processo de descoloração do cabelo natural.

Por isso, ele recomenda um cronograma de tratamento que inclui reconstrução e hidratação. “A reconstrução vai devolver a proteína, os nutrientes que o fio perde durante o processo. Acontece que, automaticamente, ela enrijece o fio. Então, você precisa alternar reconstrução com hidratação”, explica.

Já deu para ver que ficar colorida e bonita nos exige escolher bem o profissional e os produtos que vão ser usados, né? Para conhecer outros cabelos estilosos e mega coloridos das ruas irlandesas, vale dar uma conferida no Instagram @ladiesmanbeautydublin.

Esta publicação é um oferecimento da Ladiesman Beauty & Art.

Há quatro anos no centro de Dublin, o salão de beleza Ladiesman Beauty & Art é referência entre o público brasileiro. A equipe é formada por cabeleireiros, maquiadores e designers de sobrancelhas, grande parte brasileiros com longos anos de experiência no mercado de beleza no Brasil e no exterior. Instagram: @ladiesmanbeautydublin

Ladiesman Beauty & Art
Endereço: 3A Whitefriar Place, D2, Dublin, Ireland.
Telefones: 01 475-9480 / 01 405-4830

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

E-Luluzinha

Cinco tendências de cabelo para o inverno europeu

1 semana atrás, por Colaborador E-Dublin
Quanto custa

Quanto custa ir ao barbeiro em Dublin?

5 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Conte Sua Historia

Quebrando “pre-conceitos” no intercâmbio

2 anos atrás, por Colaborador E-Dublin

Posts recentes

Cultura

Curiosidades: Costumes natalinos na Europa

22 horas atrás, por Ávany França