Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Saúde

E se você engravidar durante o intercâmbio na Irlanda?

Colaborador E-Dublin postou em 07 nov 2017

Os sinais estavam evidentes até que o teste apontou dois risquinhos: Parabéns, em alguns meses você será a mais nova mamãe do pedaço. Este certamente é um momento de muita emoção para muitas mulheres, mas e quando isso acontece durante o intercâmbio? Certamente, para muitas estudantes, o fato de estar fora do seu país pode preocupar e criar um certo pânico, afinal, a vinda para a Europa estava diretamente ligada ao aprendizado, não a uma gestação.

Hoje, vamos falar um pouco do que fazer e onde procurar ajuda, caso a gravidez se torne uma realidade durante o seu intercâmbio.

E quando a gravidez acontece durante o intercâmbio? Crédito; © Eskymaks | Dreamstime

E quando a gravidez acontece durante o intercâmbio? Crédito: © Eskymaks | Dreamstime

O pré-natal

O primeiro passo é ir ao General Practitioner (GP), o clínico geral aqui na Irlanda. A clínica pedirá a você um exame de urina e, talvez, um de sangue para confirmar a gravidez. Confirmada, o médico perguntará se você quer fazer o pré-natal (Antenatal Care) em um hospital público ou privado e te encaminhará para o hospital mais próximo de sua residência. Em Dublin, há três hospitais que você poderá fazer o parto, são eles: Rotunda Maternity Hospital, na região central; Coombe Women’s Hospital, em Dublin 8 e National Maternity Hospital, em Dublin 2.

Se você optar por ter seu filho em um hospital público, você terá que comprovar moradia na Irlanda e que não está apenas de passagem. Todos os gastos até o bebê nascer serão gratuitos. A clínica te dará uma carta e você a levará até o hospital escolhido e assim já pode iniciar suas consultas de acompanhamento. Até esse momento, a única coisa que você irá pagar é a consulta com o Clínico Geral.

Como é o pré-natal na Irlanda? Fonte; © Dmitry Kalinovsky | Dreamstime

Como é o pré-natal na Irlanda? Fonte: © Dmitry Kalinovsky | Dreamstime

Se você optar pelo parto semi-particular ou particular, você também deverá se dirigir ao GP e, da mesma forma, ele te encaminhará com uma carta para a maternidade mais próxima e um ginecologista particular. Nesse caso, os gastos com o pré-natal e parto variam de acordo com o médico e clínica, mas costumam custar a partir de 3 mil euros. A diferença do semi-particular para o particular é que após dar a luz ao bebê, no semi você dividirá o quarto com mais três ou cinco mães. No particular, o quarto é privado.

Como acontece o nascimento na Irlanda?

Quando chegar o momento do nascimento do bebê, as coisas são um pouco diferentes do que no Brasil. Geralmente, quem ajuda durante os partos aqui são as Doulas (acompanhantes de parto, que oferecem suporte afetivo, físico, emocional e de conhecimento para as mulheres). São elas que também fazem a maior parte dos acompanhamentos durante o pré-natal das grávidas. Os médicos, durante o parto, só são acionados para o caso de uma emergência ou um problema que elas não podem resolver. Isso, é claro, para o caso de você optar pelo serviço público de atendimento. Pelo modo semi-particular ou particular, o médico estará a todo momento acompanhando a gravidez e o parto.

Se você planeja ter o parto em casa, você deve redigir uma carta para o hospital dizendo que você gostaria de ter o parto em casa e quais os médicos e doulas que eles têm disponíveis para esse serviço. Mas essa não é uma prática comum na Irlanda

O seguro saúde cobrirá o meu parto?

O seguro de saúde contratado no momento que você decide fazer o intercâmbio não cobre as despesas de uma gravidez, já que ele é apenas usado em caso de emergências. Existem seguros específicos para gestantes que viajam, mas esse não é o caso.

Um bebê que nasce na Irlanda é automaticamente irlandês?

A coisa não é bem assim. Se o pai for irlandês, o seu filho recebe na certidão de nascimento a cidadania irlandesa e a mãe o direito de morar na Ilha Esmeralda. Mas vale lembrar que isso não é automático e passa por toda a burocracia do visto. Se nenhum dos pais forem irlandeses, o seu bebê será registrado normalmente, mas com a cidadania referente a dos pais, ou seja, filhos de pais brasileiros, será registrado como brasileiro. Para saber como realizar o registro de uma criança, acesse o site do Citizen Information. No texto Tive um filho na Irlanda. Ele é irlandês? também explicamos melhor como o governo irlandês esclarece essa questão.

Em uma situação de dificuldade, onde pedir ajuda?

Na Irlanda existem vários grupos de ajuda. Não deixe de procurá-los. Fonte; © Ocusfocus | Dreamstime

Na Irlanda existem vários grupos de ajuda. Não deixe de procurá-los. Fonte: © Ocusfocus | Dreamstime

A Irlanda oferece um serviço gratuito de aconselhamento chamado Positive Options para o caso de crises na gravidez. O objetivo desse serviço, financiado pelo governo, é conscientizar a mulher que existe uma gama de aconselhamentos para o caso de crise durante a gestação, ajudando-a a encontrar uma solução. Esse acompanhamento foi fundado pelo Serviço de Saúde da Irlanda em parceria com a Crisis Pregnancy, que também oferece serviços de aconselhamento. Eles possuem 15 conselheiras em 50 centros espalhados pelo país. Para achar o lugar mais próximo, basta enviar uma mensagem gratuita de texto LIST para o número 50444 ou visitar o site.

As conversas são extremamente confidenciais e livres de qualquer julgamento. Lá você pode falar de todas as dificuldades sobre uma gravidez indesejada e, além disso, conhecer todos os direitos que você tem ao dar a luz na Irlanda. Elas te ajudarão em diversos aspectos como, por exemplo, a melhor forma de conversar com seu parceiro e contar para sua família e amigos e falar de forma bastante amigável sobre assuntos como adoção ou aborto.

Se o aborto passar pela sua cabeça?

Se a continuidade da gravidez não é uma opção para você, vale ressaltar que na Irlanda o aborto ainda é crime, a não ser em casos de risco real e substancial para a mulher. Esse, aliás, é um assunto que vem ganhando destaque por aqui, já que um referendo marcado para o próximo ano deve definir se o aborto será legalizado ou não. Em países como Inglaterra, Áustria e Espanha, é possível interromper uma gravidez até 12 semanas.

Como se prevenir e evitar uma gravidez indesejada?

Existem diversos métodos contraceptivos e cada mulher sabe qual o melhor que se adepta ao seu corpo. O mais indicado é ir a um ginecologista e perguntar sobre qual é o mais indicado para você. Os métodos convencionais mais utilizados pelas mulheres, como pílulas anticoncepcionais, Diu, Diafragma, entre outros, não são gratuitos e você apenas pode adquiri-los com receita médica. E não se esqueça que a proteção não é papel somente da mulher, mas sim do casal.

O governo lançou uma campanha chamada Think Contraception que visa orientar a população quanto aos diferentes métodos contraceptivos, além de alertar para os perigos de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Existem alguns pontos de entrega gratuita de camisinhas em Dublin, Galway, Cork e Limerick. Em Dublin, o endereço é 70, Eccles Street, Dublin 7. Basta apenas solicitar na recepção, de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Vocabulário

Português  Inglês 
Gravidez  Pregnancy 
Grávida  Pregnant 
Teste de Gravidez  Pregnancy Test 
Pré-natal  Antenatal Care 
Ultrassom
Scan 
Exame de Sangue  Blood Test 
Exame de Urina  Urine Analysis 
Contrações  Labour Pain 
Trabalho de parto  Labour 
Parto  Delivery 
Dar a luz  Giving Birth 
Sala de Parto  Delivery Room 
Parto normal  Normal Birth 
Césaria  Caesarean Section 
Recem-nascido  New Born 

 

Sobre a autora:
Screenshot_21Thaís Ribeiro é jornalista e fez de Dublin sua casa quando decidiu morar aqui por 4 anos. Hoje está fazendo um mochilão pela Europa e Ásia, conhecendo novos lugares, cores e sabores. Amante de livros, passa duas quadras longe de qualquer livraria para o bem de seu orçamento mensal.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Clima

5 dicas para encarar o inverno irlandês

1 semana atrás, por Deby Pimentel
Saúde

Conheça o Seguro Governamental da Irlanda

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Quanto custa

Quanto custa um preservativo na Irlanda?

8 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Publicidade

Saiba como escolher o seu seguro viagem

11 meses atrás, por Publicidade E-Dublin
Conte Sua Historia

Você é velho demais para fazer intercâmbio?

11 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Saúde

Como funciona o cartão de saúde europeu

12 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Ir ao dentista em Dublin é caro?

1 ano atrás, por Edu Giansante
Saúde

Como comprar remédios na Irlanda

1 ano atrás, por Caroline Rodrigues
Saúde

Médicos e Seguros na Irlanda: Dicas de quem já usou

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Irlanda

Você sabe o que é a campanha Repeal the 8th?

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Como funciona um seguro de viagem?

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Saúde

Chegou a hora de ter um seguro de viagem

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Outros

Tive um filho na Irlanda: Ele é irlandês?

1 ano atrás, por Ávany França
Reflexões

Reclamações durante o intercâmbio

2 anos atrás, por Carol Braziel
Essenciais

Emergências no Exterior: Para quem pedir socorro?

2 anos atrás, por Elizabeth Gonçalves
Vistos

Ser casado com europeu garante visto na Irlanda?

2 anos atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

E agora? Pílula do dia seguinte

3 anos atrás, por Carol Braziel