Em conversa com primeiros-ministros, Joe Biden reforça apoio ao acordo de paz entre as Irlandas

Em conversa com primeiros-ministros, Joe Biden reforça apoio ao acordo de paz entre as Irlandas

Rubinho Vitti

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Nesta semana, o presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, conversou com duas autoridades responsáveis por governar a ilha da Irlanda: Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, do qua a Irlanda do Norte faz parte, e Micheál Martin, primeiro-ministro da República da Irlanda.

Biden, que tem raízes na Irlanda, ressaltou a importância do chamado Acordo da Sexta-feira Santa, ou Acordo de Belfast, que sela a paz entre Irlanda e Irlanda do Norte.

Martin conversou com Biden por cerca de 20 minutos na noite de terça-feira, 10 de novembro. O primeiro-ministro irlandês afirmou pelo Twitter que teve um uma conversa “calorosa” com o presidente eleito. “Ele traz um tremendo conhecimento e compreensão para sua nova função e tem um grande amor por sua herança irlandesa”, disse.

Um assunto importante na pauta entre Biden e Martin foi o Acordo da Sexta-feira Santa. O primeiro-ministro disse que Biden assumiu o compromisso de seguir apoiando o acordo.

“Falamos da importância do multilateralismo, por exemplo, o Acordo de Paris e a OMS. Eu o felicitei pelo caráter histórico de sua eleição e de Kamala Harris e concordamos em trabalhar juntos”, disse Martin, que também o convidou para visitar a Irlanda quando for possível.

Leia também: Qual a diferença entre Irlanda e Irlanda do Norte?

Bóris Johnson garante manter acordo de paz

A ligação entre Biden e o primeiro-ministro britânico, Bóris Johnson  também foi amistosa. Eles conversaram por 25 minutos na quarta-feira, 11 de novembro.

De acordo com reportagem da BBC, Johnson parabenizou Biden por sua vitória nas eleições nos Estados Unidos e disse que espera “fortalecer a parceria” entre o país e o Reino Unido.

Segundo a matéria, ele teria garantido a Biden que o Brexit não prejudicaria o Acordo da Sexta-feira Santa, criado há 22 anos para manter a paz entre Irlanda do Norte e República da Irlanda.

O ex-presidente americano, o também democrata, Bill Clinton, foi uma peça-chave para as negociações do Acordo, em 1998, e Biden, agora seu sucessor no cargo, quer manter o apoio dos EUA para com a paz entre as Irlandas.

Biden inclusive era contra o Brexit, a saída do Reino Unido da União Europeia, e isso era uma preocupação em relação à conversa entre ele e Johnson.

Acordo espera pacto na fase de transição do Brexit

Atualmente, o Brexit está em fase de transição, com a busca de um acordo comercial entre Reino Unido e União Europeia, mas Johnson disse que pode finalizar as conversas sem um “pacto” se não houver uma definição até janeiro de 2021, quando acaba o prazo.

Por ser a única fronteira terrestre entre Reino Unido e um país da UE —  no caso, entre Irlanda do Norte e República da Irlanda , — é fundamental que as negociações levem em conta a fronteira entre os dois países.

Com uma indefinição ou uma barreira que separe as duas nações, a violência pode ser reascendida entre os dois lados da ilha.

Leia também: Quem vive na Irlanda do Norte é irlandês ou britânico?

 

 

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar