Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Política

Entenda a paralisação de caminhoneiros no Brasil

Rubinho Vitti postou em 26 mai 2018

Na semana em que os irlandeses debatem um importante capítulo relacionado à Legalização ou não do Aborto, no Brasil, o cenário é de indignação e descrença.

O país, que já vem acumulando uma grande desconfiança com o cenário moral e político, entrou, mais uma vez, em alerta total. Agora, culminada pela greve dos caminhoneiros.

Entenda a paralisação

Associação Brasileira dos Caminhoneiros anunciou paralisação no dia 19. Foto: Vinicius Bacarin/Dreamstime

Associação Brasileira dos Caminhoneiros anunciou paralisação no dia 19. Foto: Vinicius Bacarin/Dreamstime

A alta no preço dos combustíveis fez com que os motoristas de caminhões provocassem uma grande paralisação, deixando de fazer os transportes e fechando rodovias em todo o território nacional. O caos se instalou, e muita gente se desesperou para conseguir encher o tanque dos automóveis e estocar comida.

Com a alta no preço dos combustíveis — a gasolina chegou à média de R$ 5 e o diesel, R$ 4,80 — a Associação Brasileira dos Caminhoneiros deu um ultimato ao governo na sexta-feira, 18 de maio, com o intuito de encontrar uma solução para a crise.

Sem acordo, entraram em greve por tempo indeterminado. A proposta era reduzir a zero a carga tributária sobre o diesel para continuar circulando.

Paralisação afetou todo o país

Foto: Vinicius Bacarin/Dreamstime

Caminhões são os principais meios de transporte de cargas no Brasil. Foto: Vinicius Bacarin/Dreamstime

O bloqueio nas rodovias e a paralisação começaram na segunda, dia 21. Isso afetou, gradativamente, a distribuição de produtos e, em especial, combustíveis pelo país, já que os caminhões são quase que totalmente responsáveis pela entrega de álcool, gasolina e diesel.

Assim, como consequência, a frota de veículos foi reduzida em diversas cidades, além do aumento nos preços na maioria dos produtos de supermercados, por exemplo.

Sem combustível

Foto: Syda Productions/Dreamstime

Falta de combustível nos postos de gasolina fez com que houvesse registros de até R$ 9 o litro em alguns lugares do Brasil. Foto: Syda Productions/Dreamstime

Filas gigantescas de automóveis procuravam combustíveis restantes nos postos de gasolina. Com o aumento da procura, houve relatos de gasolina sendo vendida a R$ 9 em postos.

Aeroportos também precisaram remanejar voos pela falta de combustíveis nos aviões. Setores da alimentação, correspondência, saúde e, até, educação, com escolas fechadas, entre muitos outros, foram afetados.

Acordo com associação dá folga à paralisação

Foto: Ingemar Magnusson/Dreamstime

Governo anunciou reajustes no preço do diesel para conter paralisação. Foto: Ingemar Magnusson/Dreamstime

Caminhoneiros e o governo entraram em acordo somente na quinta-feira, dia 24, quando o presidente Michel Temer anunciou R$ 4,9 bilhões para conter a crise e fazer os reajustes.

Os caminhoneiros prometeram 15 dias de pausa na paralisação. A ANP (Agência Nacional do Petróleo) também anunciou medidas para conter preços abusivos e garantir o abastecimento.

Porém, o acordo não agradou a todos os motoristas, e muitos seguiram nas estradas. O governo, então, anunciou uma linha dura contra os manifestantes que insistem no bloqueio.

Brasileiros no exterior se preocupam com a família

Essas notícias deixaram apreensivas muitas pessoas que estão passando pela experiência do intercâmbio e vivendo no exterior. A preocupação é com a família, com os amigos e com a situação delicada do nosso querido Brasil.

“Fiquei aflita com meus pais, pois não sabia exatamente o que estava acontecendo. Falei com eles, mas apesar de estarem bem, não consigo parar de pensar nessa situação no Brasil, com os preços subindo sempre e afetando as famílias e os trabalhadores”, disse Julia França, que está morando em Dublin há dois anos.

Europa valoriza transporte com trilhos

intercâmbio na Irlanda

Dart é uma das malhas ferroviárias de transporte público em Dublin com o uso de energia elétrica no lugar de combustível. Foto: Shutterstock

A falta de ferrovias no Brasil é uma das grandes críticas ao país, por valorizar bem mais o transporte rodoviário do que o ferroviário. Não existem grandes projetos de mudança para os trens voltarem a circular pelo Brasil, mas, segundo especialistas, isso traria uma mudança absoluta tanto no preço dos combustíveis como na distribuição de produtos pelo país.

A Europa é conhecida por ter mantido suas linhas de trem. E mais, utilizado esse meio de transporte de forma eficiente e segura até hoje.

Em Dublin, por exemplo, o transporte feito sem o uso de combustível é possível. O Luas e o Dart são provas de que o sistema ferroviário, com o uso de energia limpa (elétrica), funciona e é valorizado, além das diversas opções de viagens intermunicipais feitas de trem.

Outra valorização são as bicicletas, com uma malha de ciclovia que cruza a cidade de ponta a ponta. Claro que ainda é necessário ter ônibus e carros para a locomoção, mas outros meios de transporte dão alívio maior ao trânsito.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Rubinho Vitti é jornalista de Piracicaba, SP. Vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Posts recentes

Ensino Superior

Quais são as melhores universidades irlandesas?

2 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

Vem aí mais uma edição da Culture Night

5 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Crônicas da Ilha

Eu, a bêbada e a Garda

6 dias atrás, por Leandro Mota
Dublin

5 golpes comuns na Irlanda

7 dias atrás, por Duda Gruppi
Publicidade

Falar inglês pode aumentar o seu salário mensal em 50%

1 semana atrás, por Publicidade E-Dublin
Saúde

Qual a importância do seguro viagem durante seu mochilão?

1 semana atrás, por Elizabeth Gonçalves
Crônicas da Ilha

Dizem que sou louco

1 semana atrás, por Leandro Mota
Meu Intercâmbio

Como conseguir trabalho formal como chef na Irlanda?

2 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Publicidade

Saiba como fazer seu intercâmbio acontecer

2 semanas atrás, por Publicidade E-Dublin