Erasmus + soma 10 milhões de estudantes em 30 anos

Erasmus + soma 10 milhões de estudantes em 30 anos

Rubinho Vitti

8 meses atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Um dos programas de incentivo aos estudos mais famoso do mundo, o Erasmus + completa 30 anos, somando mais de 10 milhões de participantes. O programa, que significa European Region Action Scheme for the Mobility of University Students (Regime de Ação da Região Europeia para a Mobilidade de Estudantes Universitários) é um plano que apoia e facilita com bolsas a mobilidade acadêmica de estudantes e professores universitários através do mundo inteiro.

Erasmus celebra 30 anos com dez milhões de participantes e aumento no valor do programa em 2021. Foto: Pxhere

Segundo a Comissão da União Europeia, só no ano letivo de 2017/2018, foram 470 mil estudantes, estagiários e funcionários passando um período no exterior. O número foi um recorde com orçamento de 2,8 bilhões de euros, um aumento de 10% em relação ao período anterior.

A União Europeia apresentou uma proposta para um novo programa Erasmus, buscando aumentar o orçamento para 30 bilhões de euros no período 2021-2027.

Leia também: Você sabia? Programa Erasmus para não europeus

Entre países participantes, a França foi o que mais enviou estudantes de ensino superior em 2017/18, com 47.811 franceses. Na sequência vem Alemanha (42.398), Espanha (40.226), Itália (38.682) e Turquia (17, 957). Já a Espanha foi o país mais popular para receber estudantes, com 51.321 intercambistas, seguida por Alemanha (34.539), Reino Unido (31.877), França (29.833) e Itália (27.945).

Qualquer pessoa pode se candidatar ao Erasmus + e estudar em diversos países do mundo com uma bolsa de estudos. Entenda mais sobre o processo no site oficial do programa.

Leia também: Intercâmbio na Irlanda gratuito é possível?

Veja também

Roteiro de Intercâmbio na Irlanda por quem o viveu

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar