Fazendeiro descobre ‘rave’ de brasileiros em sua propriedade na Irlanda

Fazendeiro descobre ‘rave’ de brasileiros em sua propriedade na Irlanda

Rubinho Vitti

2 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Os brasileiros foram notícia nos jornais irlandeses no início desta semana. E não foi por um bom motivo. Um fazendeiro ficou espantado ao descobrir que um grupo de mais ou menos 100 brasileiros estavam realizando uma rave em sua propriedade no condado de Meath.

Ao jornal Irish Times, Darragh McCullough disse que encontrou o grupo às 6h da manhã de domingo, 20 de setembro. “Cheguei ao topo da colina e: bum! Havia táxis, vans, pelo menos 100 pessoas”, disse. Ele estava a caminho de sua plantação para a última colheita do ano.

Segundo a matéria, “os presentes se identificaram como brasileiros”.

“Fui atrás deles dizendo que não podiam estar aqui, era propriedade privada”, disse, ressaltando que fizeram as malas, limparam o ambiente e partiram sem incidentes. O fazendeiro fotografou e gravou um vídeo, compartilhado em sua conta no Twitter.

Primeiro-ministro falou sobre o caso

O caso chamou a atenção da imprensa e das autoridades irlandesas, já que o próprio primeiro-ministro, Micheál Martin, falou sobre o caso em uma entrevista para uma rádio local. Segundo ele admitiu, a mensagem no COVID-19 “não chegou a alguns grupos da sociedade”, referindo-se a imigrantes.

“Eles não estão recebendo a mensagem. Talvez o problema da língua e isso requer uma comunicação diferente, abordagem que está acontecendo frequentemente”, disse.

Martin afirmou que os imigrantes estão ouvindo as notícias de casa (país de origem). Ele citou o Brasil, dizendo que “houve uma abordagem natural tomada pelo líder lá” e que “as mensagens são diferentes para contextos diferentes.”

“Eu sinto que em certas áreas claramente a mensagem não está sendo transmitida. Certas comunidades, onde os níveis (da Covid-19) são altos e as atividades continuam, as pessoas estão se reunindo em um número muito maior.”

Leia também: Coronavírus: governo irlandês atualiza ‘Green List’

Outra festa em Dublin foi organizada por locais

No mesmo fim de semana, uma festa ocorrida na capital irlandesa e foi dispersada pela Garda, a polícia irlandesa. Segundo o jornal Extra.ie, ela aconteceu em um complexo de apartamentos no centro de Dublin. Não há informações da nacionalidade das pessoas que frequentaram essa festa, mas ao que tudo indica são irlandeses locais. Um vídeo mostra a sujeira deixada pelos participantes.

Na terça-feira, 188 novos casos de Covid-19 foram confirmados, elevando o número total para 33.121, mas nenhuma morte foi registrada. O número é menor do que o registrado na segunda, mas segue elevado.

Leia também: Governo estende vistos de imigrantes até 2021

Dos novos casos, 71% eram indivíduos com menos de 45 anos e mais de um terço dos casos foram confirmados como associados a surtos, geralmente ocorridos em reuniões particulares.

Lembrando que Dublin está no Nível 3 de lockdown, o que significa que as pessoas precisam limitar seus movimentos, não fazer eventos abertos ou fechados com muitas pessoas e não devem sair do condado, entre outras situações.

Foto de capa: Brasileiros deixando o local após abordagem do proprietário da fazenda. Imagem: @darraghmccullou/Twitter

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar