Fazendo tatuagem em Dublin

Edu Giansante

10 anos atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Muitos perguntavam se eu conhecia algum lugar de tattoo e quanto custava.

Pois bem, não só pesquisei como também FIZ uma tattoo aqui, no comecinho de Janeiro de 2009!

Comecei a procurar pelo centro e encontrei uns 3 estúdios. Acontece que no centrão ali, temple bar, D1, as coisas não são das melhores! Só pela cara já dava pra saber: Tatuador carniceiro, praticamente a Penney’s das tatuagens.

Procurei mais um pouco, e também perguntei para o pessoal do trabalho. A indicação foi no Shopping Stephen’s Green. No último andar tem um estúdio. Fui até lá, pareceu bem razoável.

Conversei com a recepcionista, mostrei o desenho, ela levou no tatuador e aí ela voltou:

“Olha, vai levar umas duas horas, duas horas e meia… ou seja, uns 200 euros”.

Pensei “ah, vamo bora!”… aí fiz o agendamento:

50 euros de “depósito”, nome e o desenho da tattoo. Marquei para um sábado de manhã.

Eis que chega o sábado, eu empolgado, sem ter tomado café, as 11h lá no estúdio.

O tatuador bem simpático, puxou assunto, perguntou se eu já havia feito tatuagem, etc, e me falou pra ficar a vontade caso eu quisesse dar uma pausa ou se não estivesse me sentido bem.

Como sou fraco, depois de quase uma hora furando as costas eis que vejo uma luz branca. Pedi um copo d’água para o tatuador, e ele ainda trouxe Lollipops! Hahaha.. sim! Pirulito! Ele disse que o açúcar me faria melhorar… e não foi que melhorou mesmo?

Destaco o ponto aqui da preocupação do tatuador. Ele esperou, perguntou se eu estava bem e se poderia continuar. Não sei se seria assim lá no centro. Bom, como já estava melhor, falei “vamo nessa!”

Meia-hora depois a tatuagem estava pronta. Não chegou a dar 2 horas e por isso o custo final foi de 150 euros + o valor da pomada (15 euros).

Para os curiosos, segue o desenho da tattoo (elaborada por mim mesmo) com seu devido significado:
– “Asas” (anjo)
– Sol (elemento que mais admiro, o sol)
– “Filho de Deus” em Aramaico, escrito na vertical
– Ao observar a tattoo de “longe”, o desenho que se forma é de uma cruz.

Edu Giansante
Edu Giansante, Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar