Festival celebra o Ano Novo Chinês em Dublin

Festival celebra o Ano Novo Chinês em Dublin

Rubinho Vitti

2 anos atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A Irlanda celebra até o dia 4 de março o Ano Novo Chinês — Ano do Cachorro — com um festival recheado de atividades culturais, gastronômicas e sociais, que ocorrem em diversas localidades de Dublin. A abertura aconteceu no dia 16 de fevereiro, com a celebração e reconhecimento da população irlandesa-chinesa. Segundo o Censo de 2011, são 17.832 chineses vivendo na Irlanda, com concentração maior em Dublin.

Asia Market tem programação especial

Diversidade gastronômica da China está na programação do Asia Market. Foto: 06Photo/Dreamstime

Diversidade gastronômica da China está na programação do Asia Market. Foto: 06Photo/Dreamstime

Talvez o item mais cobiçado do festival seja a culinária chinesa, que cada vez mais ganha apreciadores pelo mundo todo. O Asia Market, em funcionamento desde 1981, abre suas portas para você provar as mais deliciosas comidas e bebidas. O local também é palco para bate-papos durante o lunchtime. Participando ou não dos eventos, conhecer o Asia Market já vale como uma ótima experiência da variedade gastronômica oriental.

Tradicional Cerimônia do Chá

Tradicional Cerimônia do Chá acontece na National Gallery. Foto: Gabriel Robledo/Dreamstime

Tradicional Cerimônia do Chá acontece na National Gallery. Foto: Gabriel Robledo/Dreamstime

A cerimônia do chá chinês é uma tradição milenar que explora a sensação e apreciação da arte e filosofia em se tomar uma xícara de chá. O festival reafirma esses valores com um evento que acontece na National Gallery of Ireland (terça, às 18h). Na oportunidade, os visitantes poderão degustar diversos sabores nas mais variadas formas de se tomar um chá chinês.

Arte chinesa em foco

Desbravar o universo chinês é o principal ponto do festival. E, claro, a arte chinesa está presente em todas as suas plataformas. A poesia e a música são destaque no evento Chinese and Irish Poetry and Songs (quarta, 18h30), com recitais e harpa chinesa. O cinema chinês é lembrado pelo Irish Film Institute, que exibe o filme Platform (segunda, 19, às 20h). Workshops de pintura chinesa e desenho, como a arte do mangá, integram a programação.

Tours em Mandarim

Para celebrar o Ano Novo Chinês, o Irish Emigration Museum e a Guiness Storehouse realizam tours por seus espaços em Mandarim, o idioma chinês. No museu da imigração, os visitantes encontram informações a respeito da influência irlandesa em todo o mundo. Já a fábrica da Guinness faz um passeio pelo processo de produção da principal marca de cerveja irlandesa.

Celebrando o melhor amigo do homem

Ano Chinês 2018 celebra o melhor amigo do homem. © Juntinglin | Dreamstime.com

Ano Chinês 2018 celebra o melhor amigo do homem. © Juntinglin | Dreamstime.com

Com o Ano do Cachorro, muitas das atividades são temáticas e voltadas a celebrar o animal, já muito querido pelos ocidentais, e uma oportunidade de refletir sobre o papel deste que é considerado o “melhor amigo do homem”. A National Gallery fez uma exposição temática a partir de sua coleção, exibindo pinturas com cães (tours no domingo, 11h30 e 13h30).

O autor do livro A Curiosa História dos Cães Irlandeses, David Blake Knox, conversa nove raças nativas de cães (dias 26 e 28, às 18h30), na National Library of Ireland, com a participação da artista chinesa Angela Wang, que fará ilustrações ao vivo.

Bem-estar e esporte estão na programação

A cultura oriental preza pelo bem-estar e muitas de suas atividades ficaram famosas mundialmente, entre elas o Tai Chi, uma das artes marciais chinesas mais antigas, com lentos e contínuos movimentos, no balanço do corpo e da mente, que auxilia na coordenação e no foco. O festival realiza workshop para adolescentes (sábado, 3, 11h15 e 14h15) na Chester Beatty Library.

O Ano Novo Chinês também é comemorado com torneios esportivos dos esportes mais amados pelos chineses. As competições de futebol, basquete, badminton e xadrez ocorrem em diversos pontos da cidade.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar