Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Vida na Irlanda

Financial Ombudsman, o Procon irlandês

postou em 06 jun 2011

A vida em sociedade é assim, cheia de regras e uma que aprendemos bem cedo é que todo cidadão tem direitos e deveres a cumprir. No Brasil temos o dever de votar, o direito de ir e vir, também somos “obrigados” a ter comportamento compatível com as imposições do sociedade.

Mas e quando estamos em solo estrangeiro? Quais as regras, quais são nossos deveres e direitos? Afinal continuamos cidadãos mesmo longe de casa. Você já se deu conta disso?

O fato de estar na casa dos outros muitas vezes nos faz relaxar um pouco, principalmente no que diz respeito aos nossos direitos. A gente até sabe que temos muitos, mas no geral, vai se deixando pra lá.

Depois de uma temporada morando aqui, você vai descobrindo um probleminha aqui, outro alí. Diferente do Brasil, cliente aqui, nem sempre tem razão, e vamos combinar, no geral eles poucos se importam com os direitos do consumidor.

Outro dia estava conversando com um irlandês e ele comentou que no geral, as pessoas não reclamam da má prestação de serviços, pelo menos, não oficialmente. No máximo se reclama com o marido, com o vizinho e se esquece o assunto. Vai ver é por isso que muitos dos serviços prestados aqui são tão ruins.

Mas como não somos irlandeses, e nossa cultura já evoluiu um pouco no sentido de exigir bom atendimento, melhor saber onde reclamar. Just in case!  É para isso que existe o Financial Ombudsman, uma espécie do nosso PROCON do Brasil.

O computador não voltou da manutenção no tempo previsto? A Buseireann não quer te reembolsar? A Vodafone andou sumindo com seus créditos? Ombudsman neles!

Serviços/ Instituições que podem ser alvo de reclamação?

Bancos, seguradoras, intermediadores de crédito, financeiras, corretoras de imóveis, comércio varejista, são apenas alguns exemplos. No geral, boa parte dos serviços prestados no comércio irlandês. O serviço é gratuito e as causas não podem ultrapassar o valor de 3milhões!

Como reclamar?

Regra número um, primeiro você precisa reclamar com a empresa na qual está insatisfeito. Envie e-mail, faça reclamação formal, anote nomes, horários e datas. E não havendo solução dirija sua reclamação ao Financial Ombudsman por e-mail ou se dirigindo ao officer.

Depois de ter contactado o serviço, você terá que aguardar uma carta protocolada pelo officer. Chegando a carta, você terá que enviar uma reclamação oficial à empresa que deseja notificar pelo correio, constando o número do processo.

A empresa terá 25 dias úteis para se posicionar, e caso não haja uma solução o F. Ombudsman entra na história como mediador.

Se funciona? Só testando para saber, mas não custa tentar!

Financial Services Ombudsman

3rd Floor, Lincoln House, Lincoln Place, Dublin 2

Lo Call: 1890 88 20 90

De seg a sex – Das 10 às 13h e das 14 às 17h

Sobre o Autor


Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Posts recentes

Cultura

Curiosidades: Costumes natalinos na Europa

22 horas atrás, por Ávany França
Curiosidades

Intercambistas contam como é o Ano Novo na Europa

4 dias atrás, por Colaborador E-Dublin