Fotógrafa brasileira Nina Franco expõe em Dublin!

Ávany França

7 anos atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Quem encontra pela primeira vez com essa jovem carioca de sorriso fácil nem imagina o furacão expressivo que há dentro dela. O sorriso esconde a timidez, mas é no olhar, através das lentes e da fotografia, que Nina Franco, mostra a que veio.

Na sua primeira exposição solo na Europa, Nina deixa evidente que não está no mundo a passeio.

6Iuf1u

Leave me Shout, a exposição fotográfica que ficará em cartaz até o próximo dia 27 de outubro na Avenue Road Gallery, choca no primeiro olhar, porém, ao transitar pelas telas e suas imagens impactantes é possivel traduzir ou pelo menos entender que a nudez, a sexualidade e a agressividade exibida em grande parte das fotos, é uma energética e vibrante forma de expressão da artista brasileira, que antes de mais nada se intitula fotográfa, feminista e anarquista!

“Algumas pessoas ficavam me perguntando muito porque eu tinha que fazer sempre Nu, o porque eu tinha que usar o tema feminismo, liberdade sexual, falavam que isso e ultrapassado, que as mulheres já são livres. E eu sempre respondia: isso é um trabalho pessoal, tudo que vc ta vendo é meu ideal, meu sentimentos colocados em fotos, eu não sei separar meu trabalho de mim quando faço algo pessoal.” Eu não acho ultrapassado lutar pelo direito de igualdade do ser humano, meninas ainda tem o clitoris multilado para não sentir prazer. Quantas mulheres sofrem violencia domestica e sexual diariamente em todo mundo.”

Sim, anarquista. E foi exatamente por esse contato com o cenário anárquico europeu, muito mais organizado do que no Brasil, na visão de Nina, que numa viagem à Grécia, ela encontrou a inspiração que faltava para tornar o Leave me Shout uma realidade.

Em solo grego, a fotógrafa teve a oportunidade não apenas de conhecer a cena anarquista de Atenas, como também viajar pela rica trajetória de manifestos e a luta pela igualdade tão latente em toda a história da cultura grega. Foi também por lá que Nina viveu uma imersão convivendo em uma ocupação anarquista.

O resultado dessa extaordinaria experiência está traduzida em suas telas expostas na Avenue Road Gallery. Medo e dor, a luta contra o sexismo, a repressão feminina, o grito de melancolia e a beleza feminina, são temas impressos nas imagens de cores e atitudes vibrantes.

A exposição conta também com imagens realizadas no Brasil, onde Nina atuava como fotógrafa profissional para o mercado da moda. A Irlanda também se faz presente em temas atuais como a ilegalidade do aborto e religião. “Usei o tema aborto junto com a religião que é muito forte aqui na Irlanda, e eu sou contra a igreja querer ordenar nos nossos corpos.”

 

Perguntada sobre a primeira reação do público ao ver suas telas, Nina se diz feliz e realizada. Porque se inicialmente minhas imagens chocam, elas também conseguem revelar em poucos minutos que existe ali um ato de protesto, de grito, de luta contra a repressão feminina em todas as suas escalas. E as pessoas tem conseguido captar essa mensagem. “Estou feliz porque esse era o meu objetivo”.

Leave Me Shout by Nina Franco

Avatar
Ávany França, Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar