Galway será Capital Europeia da Cultura 2020

Galway será Capital Europeia da Cultura 2020

Rubinho Vitti

2 meses atrás

A cada ano, há mais de 30 anos, a União Europeia designa uma cidade como Capital Europeia da Cultura. Espera-se que essas cidades produzam um programa cultural inovador de um ano que realce a riqueza e a diversidade de culturas na Europa. A cidade de Galway, na Irlanda, foi a escolhida para sede do projeto em 2020 e lançou a programação nesta semana.

Galway tem sido vista como um centro cultural irlandês, lugar onde os artistas são inspirados e as pessoas encontram encontram diversos tipos de arte. Também é a capital do cinema na Irlanda. Não à toa, também tem um evento internacional voltado à cultura, o Festival Internacional de Artes de Galway, que todos os anos reúne artistas do mundo inteiro na pequena cidadezinha irlandesa. O festival, inclusive, está trabalhando em estreita colaboração com o Galway 2020.

Leia mais: Galway vai limitar arte de rua a partir do ano que vem

A ideia da Galway Capital Europeia da Cultura 2020 é que, de abril a outubro, a cidade seja de efervescência cultural, atraindo público para espetáculos teatrais, exposições de artes plásticas, além de música e um sem número de atividades. O projeto lembra que não é um festival, mas “a celebração de nossas ilhas, nosso belo condado, nossa cidade vibrante, nossa língua, nosso povo e uma celebração da imaginação coletiva de Galway”, e que os participantes devem esperar “momentos e ótimas lembranças que durarão a vida inteira”.

Galway já é uma das cidades mais culturais da Irlanda, com muitos artistas de rua e atividades artísticas. Foto: Divulgação

Leia mais: Como é viver na cidade de Galway, na Irlanda?

Segundo o site oficial do European Capitals of Culture, a ideia do projeto segue os seguintes objetivos:

  1. destacar a riqueza e a diversidade de culturas na Europa;
  2. celebrar as características culturais que os europeus compartilham;
  3. aumentar o sentimento de pertencimento dos cidadãos europeus a uma área cultural comum;
  4. fomentar a contribuição da cultura para o desenvolvimento das cidades;
  5. regenerar as cidades;
  6. elevar o perfil internacional das cidades;
  7. melhorar a imagem das cidades aos olhos de seus próprios habitantes;
  8. dar vida nova à cultura da cidade;
  9. impulsionar o turismo.

Precisando de orçamento para o seu intercâmbio? Comece por aqui!

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar