Governo revê lockdown e aprova mudanças para terceira fase

Governo revê lockdown e aprova mudanças para terceira fase

Rubinho Vitti

3 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O governo aprovou nesta sexta-feira, 19 de junho, mudanças para a próxima fase da flexibilização do lockdown, que ocorre em dez dias. A ideia de antecipar o anúncio foi alertar as empresas para que se preparem para reabrir conforme o novo roteiro.

Em anúncio transmitido pelas redes de TV, rádio e pela internet, o primeiro-ministro Leo Varadkar informou que a fase 3 incluirá a reabertura de:

  • igrejas e locais de culto
  • academias de ginástica
  • cinemas
  • instalações de lazer
  • cabeleireiros e barbearias
  • atividades esportivas
  • eventos em locais abertos e fechados com número limitado de pessoas
  • cafés e restaurantes
  • pubs e bars que operam como restaurantes
  • hotels, hostels e outros
  • serviços de bem-estar como acupuntura e massagem
  • escolas de direção
  • lojas comerciais em geral

Todas as atividades esportivas, incluindo esportes de contato próximo, poderão ocorrer novamente. No entanto, esses esportes ocorrerão com um número muito limitado de espectadores.

Eventos serão limitadas a 50 pessoas em ambientes fechados e 200 pessoas ao ar livre, mas conforme a disseminação do vírus permanecer baixa, isso aumentará para 100 pessoas em áreas internas e 500 pessoas ao ar livre. Os detalhes da fase 3 estão disponíveis no site oficial do governo.

Segundo Varadkar, com o país reaberto de maneira, “a responsabilidade pessoal será mais importante do que nunca”. “Devemos manter o distanciamento físico o máximo possível, pelo maior tempo possível, para evitar a propagação da infecção.”

Leia também: Irlanda estende até 9 de julho quarentena para quem desembarca na ilha

Segundo ele, os cidadãos continuam sendo aconselhados a usar uma cobertura facial ao usar transporte público movimentado ou em áreas públicas internas fechadas.

“Esta reformulação do roteiro foi possibilitada pela solidariedade do povo irlandês e pelos sacrifícios feitos por muitos ao longo dos últimos meses na supressão do vírus. Em vez de ser forçado a voltar, fomos capazes de empurrar a propagação do vírus para trás e avançar”, disse o primeiro-ministro.

Veja também

Como cuidar da saúde durante uma viagem no exterior?

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar