Greve geral na França atinge turistas em dezembro

Greve geral na França atinge turistas em dezembro

Rubinho Vitti

7 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Quem pretende viajar para França nos próximos dias de dezembro deve pensar bem antes de embarcar. Uma greve geral vem tomando conta das ruas há uma semana e atingindo principalmente o transporte. Com metrôs parados, ônibus sem funcionar e poucos táxis para a demanda, os parisienses estão utilizando mais seus carros para pode trabalhar, o que significa muito trânsito e um caos generalizado na capital francesa, que chegou a registrar 600km de congestionamentos.

Paris é a cidade mais atingida pela greve geral na França contra as mudanças na aposentadoria. Foto: Pxhere

O motivo da greve são as mudanças do governo sobre a aposentadoria na França. Na quinta-feira, 12 de dezembro, 80% dos serviços de trem foram cancelados. Dez linhas do metrô de Paris ficaram praticamente fechadas. Voos estão funcionando normalmente, mas mesmo assim é aconselhado verificar a companhia aérea se há cancelamentos. Porém, sair do aeroporto pode ser uma novela pois os ônibus também foram afetados e estão operando apenas na “hora do rush” no trajeto aeroporto-Paris.

Leia também: Estudantes da Irlanda fazem greve pelo clima global

Mais protestos

Mesmo que o governo esteja conversando com os sindicatos, o fim da greve ainda não é previsível. A mídia tem dito que pode se estender até o Natal. Há uma grande manifestação marcada para terça-feira, 17 de dezembro.

Quem pensa em viajar para Paris, por exemplo, pode encontrar pontos turísticos fechados ou funcionando parcialmente, já que as pessoas estão sem condições de sair de casa para trabalhar. Ao pegar um táxi para tentar fugir da greve pode ser caro. Há relatos de corridas onde foram cobrados 200 euros por conta da espera em congestionamentos.

Veja também

Curiosidades sobre a Irlanda

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar