Guia: sexo, coronavírus e quarentena

Guia: sexo, coronavírus e quarentena

Rubinho Vitti

2 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A quarentena chegou para ficar por pelo menos algumas semanas. E se você não é casado ou não mora com seu/sua parceiro(a) deve estar pensando quase que diariamente (ou de hora em hora, segundo em segundo) sobre um dos temas mais relevantes para a espécie humana: sexo.

Quem está com aquela vontade e acha que não vai aguentar esperar a pandemia de coronavírus passar, o E-Dublin mostra um guia baseado em informações do governo irlandês para entender melhor sobre o que fazer nessas horas. Respira fundo, tenha calma e fique informado.

Fazer sexo é proibido durante a pandemia?

Fazer sexo não está proibido durante a quarentena, mas existem formas de se prevenir para evitar o contágio do coronavírus. Foto: Pxhere

O governo irlandês anunciou medidas drásticas para combater o coronavírus e entre elas está sair de casa apenas para o necessário, como ir às compras ou buscar remédios na farmácia. É possível fazer exercícios físicos até 2 km de distância da sua casa, mas respeitando o distanciamento social. Ou seja, sexo não se enquadra nesta possibilidade. Ele não é proibido, mas existem recomendações para que seja feito com segurança.

Leia também: Como lidar com surto de coronavírus em casas compartilhadas?

Coronavírus é transmitido sexualmente?

Segundo o Sexual Health and Crisis Pregnancy Programme, do HSE (Health Service Executive), departamento de saúde do governo irlandês, embora não haja evidências de que o coronavírus possa ser transmitido sexualmente, ele passa de um para o outro através de um contato próximo com alguém que possui o vírus. Por isso o distanciamento social. E não dá para afirmar que usar máscara e luvas durante o ato sexual ajude em alguma coisa.

Como reduzir o risco de coronavírus durante o sexo?

Sexo com o parceiro ou parceira que vive e está isolado durante a pandemia do coronavírus com você e não apresenta os sintomas é seguro. Foto: PXhere

Ser sexualmente ativo com outra pessoa envolve algum risco de contrair o vírus. Você pode não saber se alguém tem coronavírus. Para reduzir os riscos, é necessário que não haja contato sexual com alguém que não more com você. Ou seja, se você vive com seu parceiro ou parceira, sabe que ambos não estão infectados, é possível ter uma vida sexual saudável durante a quarentena. De outra forma, não é recomendado.

E beijar, pode?

A saliva é responsável direta pela transmissão do Covid-19. Por isso, beijar desconhecidos não é uma boa ideia. Foto: Pxhere

É a mesma situação citada acima. Como é sabido, o vírus é transmitido pela saliva. Então, se por acaso você sair de casa para ir ao mercado e se apaixonar loucamente por alguém que viu na esquina da sua casa, segure essa vontade louca de beijar a pessoa.

Pode até paquerar, chavecar, trocar número de telefone para se encontrar quando a pandemia acabar. Mas sempre com o distanciamento social. O mesmo vale para aplicativos de encontros que, sabemos, está bombando!

Leia também: Coronavírus: 10 motivos para não entrar em pânico

Qual a dica do governo irlandês?

Segundo o guia do Sexual Health and Crisis Pregnancy Programme, durante a quarentena é preciso considerar “usar vídeos, pornografia ou salas de bate-papo”. “Certifique-se de desinfetar teclados e telas sensíveis ao toque que você compartilha com outras pessoas”, diz o site.

Segundo o HSE, a masturbação “não espalhará o coronavírus, especialmente se você lavar as mãos (e quaisquer brinquedos sexuais) com água e sabão por pelo menos 20 segundos antes e depois”. #ficaadica

Previna-se

Nunca é demais falar: prevenção sexual sempre para evitar DST e gravidez indesejada. Foto: Pxhere

Mesmo com parceiros sexuais fixos , o HSE reafirma a importância de se prevenir contra DST e gravidez não planejada. O órgão lembra que muitos serviços públicos que auxiliam pessoas que contraíram alguma DST não estão fornecendo serviços devido ao coronavírus.

Vale lembrar:

  • Usar preservativos corretamente e toda vez que você faz sexo reduz o risco de uma DST.
  • Preservativos ajudam a prevenir gravidez não planejada.
  • Preservativos, profilaxia pré-exposição (PrEP) e estar em tratamento eficaz para o HIV e ter uma carga viral indetectável ajudam a prevenir a transmissão do HIV.
  • Não há evidências que sugiram que as pessoas em tratamento com PrEP ou HIV tenham proteção adicional contra o coronavírus.
  • Evite sexo e principalmente beijos se você ou seu parceiro tiver sintomas de coronavírus, como febre, tosse ou falta de ar. Se você desenvolver sintomas de coronavírus, deve se auto-isolar e telefonar para seu médico.
  • Evite o sexo se você ou seu parceiro tiver uma condição médica que possa levar a uma doença grave por causa do coronavírus. As condições médicas incluem doenças pulmonares, cardíacas, diabetes, câncer ou um sistema imunológico enfraquecido (por exemplo, HIV).
  • A atividade sexual só deve ocorrer entre adultos que tenham consentimento e capacidade legal para tomar a decisão

Veja também

Como cuidar da saúde durante uma viagem no exterior?

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar