Guia completo sobre acomodação na Irlanda

Guia completo sobre acomodação na Irlanda

Rael Pimenta

1 mês atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A situação da acomodação na Irlanda não é das melhores

A acomodação é um dos capítulos mais importantes para quem desembarca na Irlanda para fazer intercâmbio, isso porque, encontrar um lugar quentinho e seguro, fará muita diferença durante o período de estadia.

Esta difícil encontrar um lugar quentinho e seguro na Irlanda.© Monkey Business Images | Dreamstime.com

Esta difícil encontrar um lugar quentinho e seguro na Irlanda.© Monkey Business Images | Dreamstime.com

No passado, uma semana de acomodação temporária era mais que suficiente para procurar e encontrar a acomodação definitiva, ou seja, aquela que teoricamente seria  o seu endereço fixo no país, e a mesma que você deverá apresentar à imigração na solicitação do visto de estudante. Porém, a situação mudou e muito.

Assim como você, nos últimos anos muita gente se voltou para a Ilha Esmeralda, seja pela possibilidade de estudar e trabalhar, seja pelas oportunidades profissionais que foram surgindo. Como resultado, a bolha inflou e o país se deu conta que, apesar de apresentar boas oportunidades de estudos e profissionais, falta espaço para tanta gente.

Como resultado, encontrar uma acomodação digna, principalmente na capital Dublin virou um grande desafio. E acredite! A coisa não anda nada fácil. Diante da situação, da concorrência acirrada e da pouca oferta de moradia, os preços subiram, hoje quem decide se você fica ou não com a vaga é a pessoa que oferece o espaço e não você.

Sabe entrevista de emprego? Pois é, ao chegar, você passará por muitas, só que para acomodação. Com tanta procura, são os ofertantes que ao final, decidem quem merece, ou quem se aproxima mais dos moradores da casa. 

Porém, apesar do cenário, nada animador, esse não tem sido um fator determinante para quem escolhe a Irlanda como nova residência. Algumas estratégia que podem ajudar:

  • Interaja com estudantes na Irlanda antes mesmo da chegada. Há sempre alguém voltando ou trocando de casa, dai, numa dessas, você pode já assegurar um cantinho.
  • Já chegou? Durma e acorde ligado nos Classificados do Face, pois as vagas potenciais sempre são postadas lá, só que você precisa estar muito atento para marcar a visita e entrar no rol de possíveis novos flatmates.
  • Daft.ie continua sendo uma opção muito efetiva. Aposte, envie mensagens e fingers crossed.
  • Reserve pelo menos 3 semanas de acomodação no pacote. Isso te dará mais tempo para correr atrás da moradia fixa.
  • Ao chegar não perca tempo, comece a procurar desde o primeiro dia na Irlanda.
  • Escolher destinos no interior pode amenizar  muito esse processo de encontrar acomodação.
  • Fique de olho nas vagas temporárias. Apesar de ser por um período específico, o valor geralmente é mais baixo que a host family e residências estudantis.

Devo tentar encontrar acomodação antes de chegar?

Sim. A acomodação é um fator de extrema importância no intercâmbio.  Então, o quanto antes você procurar melhor. Primeiro por que para entrar no país o governo irlandês exige hospedagem de pelo menos uma semana.  As agências de viagens inclusive oferecem o pacote juntos com essa opção.

O que poucos sabem, é que na primeira semana é tudo muito tenso, corrido, uma verdadeira loucura. Sabendo disso, o melhor mesmo é reservar pelo menos 15 dias. Não havia pensado nisso? Vale a pena orçar com sua agência e incluir no seu orçamento.

A acomodação é um fator de extrema importância no intercâmbio.© Jacek Dudzinski | Dreamstime.com

A acomodação é um fator de extrema importância no intercâmbio.© Jacek Dudzinski | Dreamstime.com

Mas cuidado, não ache que é recomendável começar a procurar sua acomodação somente após alguns dias, quando já estiver mais adaptado a Irlanda.

É altamente recomendável que você chegue e já comece a procurar seu cantinho logo nos primeiros dias. Nunca se sabe se você demorará poucos dias ou até semanas para encontrá-lo. E isso por que não existe uma maneira única ou mais correta de procurar acomodação, a realidade é que você estará juntos com outros muitos estudantes (do mundo todo) na corrida pela residência fixa.

Quais são os tipos de acomodação na Irlanda?

Antes de qualquer coisa, é preciso entender quais o tipos de acomodação que existem na Irlanda. Não existe melhor ou pior — tudo dependerá de quanto você está disposto a gastar e o tipo de convivência que melhor se adapta às suas necessidades.

Quais o tipos de acomodação que existem na Irlanda?© Tero Vesalainen | Dreamstime.com

Quais o tipos de acomodação que existem na Irlanda?© Tero Vesalainen | Dreamstime.com

  • Host Family: Melhor opção para quem quer “fugir” de brasileiros e mergulhar na cultura local.
  • Residência estudantil: A opção mais escolhida entre os intercambistas, pois você mora com pessoas na mesma situação que você.
  • Hotel: A melhor opção para quem tem aquele “cash” disponível, já que de todos os tipos de acomodação, esse é o mais caro.
  • Hostel: O albergue (em português) é muito utilizado como opção temporária para quem chega na Irlanda. Isso por que o preço é bem acessível e cheio de pessoas do mundo todo. O ponto negativo? Você pode acabar dividindo o quarto com 1 ou 16 pessoas…depende do hostel e do que você pode pagar. Vale sempre levar em consideração as dicas para não passar apuros.
  • Bed and Breakfast (B&B): Um pouco mais caro que o hostel, mas vem com café da manhã e possui opção de você ficar sozinho no quarto.
  • Trailer: Sim, é possível morar em um aqui na Irlanda, basta você ter espírito aventureiro e jogo de cintura. Aqui na Irlanda é muito comum você ver caravans nos pátios das casas. Durante o verão, essa é uma tradicional opção de viagem dos irlandeses, tanto dentro da Irlanda, como para outros países. Existem em Dublin alguns locais chamados “caravan site​” ou “campsite​”, locais de parada para os trailers, em regiões mais afastadas do centro da cidade. Em toda a Irlanda, existem ótimos parkings para caravans e motorhomes, tudo bem seguro e com vários serviços inclusos.
  • Sozinho: Se você possui uma boa verba para acomodação e não quer dividir seu espaço com ninguém, existe a possibilidade de alugar um apê sozinho. É só ter em mente que gastará, no mínimo 900 euricos por mês.

Em uma pesquisa realizada pelo E-Dublin com cerca de 3 mil intercambistas, a residência estudantil aparece como a preferida entre os recém-chegados, seguida dos hostels e, por último, a Host Family (ou casa de família).

O que vale aqui é perceber que, provavelmente você acabará dividindo a casa ou quarto com 1 ou mais pessoas. E, como será essa experiência, dependerá muito de você, seus valores e o que considera aceitável ou não.

O que levar em consideração ao escolher sua acomodação na Irlanda?

Considerando todas essas opções, é bem comum ficar perdido na hora de escolher a melhor acomodação. Exige, de fato, que você passe por vários desafios, dentre eles a lei da oferta e procura, a regra de convivência em cada casa, distância, etc.

É bem comum ficar perdido na hora de escolher a melhor acomodação.© Monkey Business Images | Dreamstime.com

É bem comum ficar perdido na hora de escolher a melhor acomodação.© Monkey Business Images | Dreamstime.com

Por falar em distância, uma das dúvidas frequentes é se vale ou não a pena morar perto do centro da cidade. São tantos bairros e, na Irlanda, as cidades são tão pequenas que o que é longe para os irlandeses,  é perto para nós, o que dificulta decidir onde morar.

Muita informação até agora? Mas calma, muita calma! Não deixe que isso estrague sua experiência aqui, ok? É preciso estar consciente de tudo para que não se sinta desanimado no meio do caminho.

E, como todo cuidado é pouco, entender ao máximo como funciona, incluindo as dificuldades e pegadinhas na hora de encontrar uma acomodação na Irlanda, é importante.

Vantagens de morar no centro:

  1. Não precisa gastar com transporte
  2. Próximo de lojas, bares, bibliotecas, parque, cinema, shopping
  3. Próximo de baladas
  4. Dá para ir e voltar a pé das baladas
  5. Ir para escola de bicicleta

Desvantagens de morar no centro:

  1. Casas mais cheias
  2. Mais barulho e agitação
  3. Maior presença de estrangeiros, menos irlandeses
  4. A criminalidade costuma estar mais presente na região central

Vantagens de morar em bairros afastados do centro:

  1. Maior troca cultural com os irlandeses
  2. Casas maiores e mais confortáveis
  3. Tranquilidade devido ser mais afastado do centro

Desvantagens de morar em bairros afastados do centro:

  1. Horário de transporte pode ser mais limitado
  2. Normalmente, não há muitas empresas, menos oportunidade de jobs
  3. Longe do trabalho e da escola, necessidade de gastar com transporte
  4. O acesso a trens e ônibus pode ser mais limitado

Como funciona o aluguel na Irlanda?

Na verdade, não é muito diferente de como funciona no Brasil, a diferença é que muitas vezes pagamos diretamente para o Landlord (dono da casa) e não para a imobiliária. Os valores continuam a ser pagos mensalmente e, como fechamos direto com o dono, ele não exige que você feche um contrato de meses ou anos. Mas, para ter alguma garantia, ele pedirá que você pague um depósito. Calma, calma, se não sabia dessa informação, já inclua essa linha no seu orçamento, pois o depósito é cobrado por pessoa, ao entrar na casa.

Quando alugamos uma casa na Irlanda pagamos direto para o proprietário.© Nitinai Saguansri | Dreamstime.com

Quando alugamos uma casa na Irlanda pagamos direto para o proprietário.© Nitinai Saguansri | Dreamstime.com

Como há uma circulação muito grande de estudantes, geralmente uma pessoa da casa é responsável por recolher o dinheiro e entrar e, contato com o landlord para efetuar o pagamento. Quase sempre você nunca verá o contrato de aluguel, mas recomenda-se solicitar, pois com a demanda e a dificuldade de encontrar acomodação, alguns espertinhos começaram a tirar vantagens e cobrar valores acima, do assinado em contrato.

Existe regiões mais barata para alugar?

As regiões mais baratas para alugar uma casa ou apartamento completo estão no interior do país. Lá no condado de Leitrim, que fica 180 km da capital você paga em média 545 euros por mês. Outra opção de moradia esta em Donegal, que também esta no interior da Irlanda, o aluguel fica em 594 euros por mês.

Considerar o intercâmbio em outros condados pode gerar economia no aluguel. Reprodução: Daft

Considerar o intercâmbio em outros condados pode gerar economia no aluguel. Reprodução: Daft

Mas se você não quer abrir mão da capital, Dublin, vai ter que desembolsar quase quatro vezes a mais, pois o aluguel de uma casa chega a 2.052 euros na zona sul.  Em Dublin o aluguel mais barato esta na zona norte da cidade, o valor chega a 1761 euros.

Uma boa opção para o intercambista continua sendo dividir a casa com mais pessoas. O centro de Dublin é um dos lugares mais concorridos. Se você ainda não conseguiu o tão sonhado trabalho, uma boa opção é procurar os bairros mais afastados, pois o aluguel é bem mais barato.

Existem locais perigosos para alugar em Dublin?

A violência esta em toda parte do mundo. Na Irlanda estes índices não são diferentes e já assusta a população local. A mídia tem divulgado bastante, são assaltos, racismo, violência contra a mulher, ao estrangeiro e vandalismo.

Locais perigosos em Dublin© Vadymvdrobot | Dreamstime.com

Locais perigosos em Dublin© Vadymvdrobot | Dreamstime.com

Como em todo local, tem pontos mais violentos na cidade, então nada de ficar moscando por aí. Se precaver é o melhor remédio. Em Dublin já se ouve falar em roubo de celular, carteiras,  maquina fotográfica, passaporte, bicicleta nem se fala, realmente virou uma terra sem lei.

Para você entender um pouco sobre Dublin e escolher a melhor opção para moradia, a Ilha é dividida em 21 postais, que vai de Dublin 1 ao 24.  Os números ímpares estão no lado norte da cidade enquanto todos os pares, no lado sul. Começando  por Dublin 1 e 2 que fica no centro da cidade, onde fica a famosa O’Connell Street e seu Spire. As regiões 3, 4, 6, 7, 8 e 9 são consideradas centrais, e dependendo de onde você estiver, poderá chegar à O’Connell  em aproximadamente em 10 minutos a pé.

Aqui na capital, dizem que os bairros com números pares são os mais ricos, sendo assim, os ímpares são os mais pobres, ou periferia como dizem no Brasil, que são aquelas bairros mais violentos. Em Dublin 1 está a Summerhill, que é considerado bem violento, onde acontecem muitos furtos.

Do outro lada da cidade estão os bairros com números pares, área nobre. O nível de pessoas que mora por lá é bem diferente. Mas afinal, qual é o melhor lugar para morar? A resposta é que tudo pode mudar, o mais seguro hoje pode se tornar inseguro amanhã, então pesquise bastante antes de alugar uma acomodação.

Vantagens de morar no interior da Irlanda

Morar no interior da Irlanda tem suas vantagens, principalmente no bolso. Os alugueis por lá chegam ser quase três vezes menor do que em Dublin.  O condado de Leitrim, com uma população de 32 mil habitantes, é um exemplo claro disso, lá se paga em média 545 euros por mês por uma casa ou apartamento. É uma das regiões mais baratas da irlanda para se morar.

Valor do aluguel no interior da irlanda e na capital.reprodução site Daft

Valor do aluguel no interior da irlanda e na capital.reprodução site Daft

Donegal é uma outro exemplo, ela está aproximadamente 220 quilômetros da capital, por lá o aluguel é de 594 euros por mês. Se você optar por alugar um quarto, a cidade mais barata do interior é Galway no valor de 317 euros.

Se sua escolha é morar na capital, se prepare pois o valor é bem salgado. Uma casa ou apartamento mais barato fica no valor de 1.761 euros por mês, localizado na zona norte de Dublin. já o mais caro esta na zona sul no valor de 2.052 euros.  Você tem a opção de dividir uma acomodação em Dubllin e sai nada menos de 654 euros por mês. Uma pesquisa realizada pela daft.ie, relataram que os alugueis subiram em torno de 10% no último ano.

Alugar uma casa do zero é possível?

Apesar de não ser a opção da maioria dos intercambistas, ela existe. Principalmente para aqueles que já estão na Irlanda há mais tempo, possuem trabalho estável e referências. É também uma boa opção para quem vem em grupo, ou se junta há estudantes recém-chegados para alugar um espaço em conjunto. Porém, vale lembrar que existe aquela burocracia básica, como referência, pagamento de depósito e outras garantias.

Assim como no Brasil, o aluguel pode ser realizada por imobiliárias. © Wutthichai Luemuang | Dreamstime.com

Apesar de não ser a opção da maioria dos intercambistas, ela existe. Principalmente para aqueles que já estão na Irlanda há mais tempo, possuem trabalho estável e referências. É também uma boa opção para quem vem em grupo, ou se junta há estudantes recém-chegados para alugar um espaço em conjunto. Porém, vale lembrar que existe aquela burocracia básica, como referência, pagamento de depósito e outras garantias.

Mas afinal, quais os documentos básicos para alugar uma casa na Irlanda?

  • A regra é básica, tem que comprovar renda, isso pode ser através de algum trabalho ou casa alugada no Brasil.
  • Tem que ter carta de referência, se esta chegando no país, leve do Brasil, a carta de um locatário falado que você paga direitinho. Mas se você tem imóvel no Brasil e alugou antes, recomendo que leve para comprovar.
  • Outra coisa é ter o PPS number quando for alugar e para finalizar conta no banco e passaporte para pagar seu aluguel.
  • Ter o valor exigido pelo depósito + o valor do aluguel
  • Ter uma carta de referência do seu empregador, vale pontos na hora de alugar.

Segue algumas imobiliárias para ajudar na pesquisa do seu imóvel:

    1.  My Home 
    2. Daft
    3. Property Steps
    4. Find Home 
    5. Property
    6. SherryFitz
    7. Let
    8. Donedeal
    9. The Property Pin
    10. DNG
    11. Donkiz
    12. Gumtree

Por que pedem o depósito quando alugamos?

Poucos sabem, mas não basta somente achar a acomodação certa para você. Todos os tipos de acomodação, excluindo hostel (albergue), hotel e trailer, pedirão um depósito junto com o primeiro pagamento. Isso por que, o LandLord (dono da acomodação) precisa de uma garantia de que terá um mês pago caso desista de morar nesse local e, também caso quebre ou estrague algo na acomodação dele.

Todos os tipos de acomodação pedirão um depósito junto com o primeiro pagamento. © Roman Romaniuk | Dreamstime.com

Todos os tipos de acomodação pedirão um depósito junto com o primeiro pagamento. © Roman Romaniuk | Dreamstime.com

Os valores variam, mas geralmente, é uma mensalidade a mais de aluguel, que você deve pagar uma única vez assim que fecha sua acomodação. A parte boa é que se você decidir sair do local e não tiver quebrado ou danificado nada no local e, conseguir alguém para sua vaga assim que avisar sua saída, esse valor é devolvido pelo landlord.

Onde e como procurar por acomodação na Irlanda?

Redes sociais: A dica aqui é, mesmo antes de sair do Brasil, já entrar no máximo de grupos que achar na Irlanda. Ali, você encontrará muitas opções de vagas que sempre surgem. O ruim é que se você não quiser morar com brasileiro, verá que são pouquíssimas opções que aparecem. E também, que a galera ao ver um anúncio se manifesta com uma rapidez impressionante, o que exige que você tenha uma boa internet e se mantenha online all the time.

Entrar em sites especializados para achar uma acomodação.© Auremar | Dreamstime.com

Entrar em sites especializados para achar uma acomodação.© Auremar | Dreamstime.com

Sites especializados: Temos algumas opções bem interessantes como o Daft ou MyHome, onde você consegue contato direto com o landlord, o que possibilita negociar um pouco o valor. Mas verá também que muitos dos anúncios não aceitam brasileiros. Isso porque, alguns dos nossos conterrâneos já aprontaram e deixaram uma imagem ruim de como somos.

No site Daft.ie o processo é bem detalhado para alugar uma casa, quando entrar no site, vai perceber isso. O que você precisa é apenas duas opções de imediato que são:  Letting: você aluga “do zero”, e  Sharing: “dividir”. Em seguida terá que escolher o bairro, depois o quarto, com quantas pessoas quer dividir e logo vai aparecer as opções no site. Explicamos tudo direitinho no texto: Como alugar casa e apartmento no Daft.ie. 

Vagas temporárias durante o intercâmbio na Irlanda

Bom, primeiro você se pergunta. Qual o motivo de querer uma vaga temporária durante meu intercâmbio? A resposta mais simples é que você pode usar suas férias de estudo e querer visitar sua família no Brasil ou fazer um mochilão, por exemplo. Aí entra a solução que muitos estudantes utilizam que é esvaziar o próprio quarto para alugar e, com isso, poupar a despesa daquele mês. Acaba sendo uma grande vantagem para quem aluga.

 A vaga temporária pode até ser o sofá da sala.© Valeriy Mukhamedyanov | Dreamstime.com

A vaga temporária pode até ser o sofá da sala.© Valeriy Mukhamedyanov | Dreamstime.com

E, para anunciar e procurar essas vagas, o melhor são os grupos das redes sociais e os sites que já citamos anteriormente.

Algumas desvantagens

A vaga temporária é para um curto período, que pode ser de uma semana ou até um mês.  Normalmente quem oferece uma destas vagas são intercambistas que vão viajar  e quer faturar uma grana extra, ou melhor, muitas das vezes quer poupar o aluguel daquele mês.

Mas não espere muito desta vaga, porque nem tudo é mil maravilhas. As condições variam de acordo com o local, que pode ser um quarto ou até um sofá da sala, onde ficará sem privacidade por aquele período.Vale lembrar que este lugar é provisório até arrumar uma vaga definitiva.

O valor pago por esta vaga, vai depender de uma série de requisitos como: o lugar, a região, será um quarto ou um sofá e por aí vai. Tem que tomar cuidado também na hora de negociar a vaga provisória, pois temos que contar também com os caloteiros de plantão, que aproveitam da inocência ou da falta de experiência da pessoa que esta precisando no momento.

Estas vagas provisorias, podem ser encontradas facilmente nos anúncios de grupos de brasileiros na Irlanda. Então se esta procurando, corre lá!

Boa sorte.

Como proteger-se dos golpes ao alugar acomodação na Irlanda?

Não tem como. Sendo na Irlanda ou em qualquer outro país que não o Brasil, a realidade é que, se não tomarmos cuidado, podemos sim ser enganados. Aliás, sejamos sinceros, isso pode acontecer até no nosso país. O que mudou aqui na Irlanda, é que, ultimamente isso virou um assunto tão sério, que até fizeram um documentário sobre o tema.

Cuidado, podemos sim ser enganados.© Monkey Business Images| Dreamstime.com

Cuidado, podemos sim ser enganados.© Monkey Business Images| Dreamstime.com

Infelizmente, não se pode dizer que cem por cento dessas denúncias são mentiras — tem muita gente querendo passar a perna no outro. Mas, claro, não podemos generalizar. O que precisamos é nos precaver desses possíveis golpes como, por exemplo:

  • Certifique-se de estar com as chaves antes de entregar seu dinheiro a um desconhecido e procure informações nos grupos do Facebook, pois eles são uma boa fonte de pesquisa para descobrir caloteiros e golpistas.
  • Não feche negócio sem um contrato.
  • A sublocação é ilegal e, em geral, não se faz contrato nessa prática. A forma de se garantir é tendo provas de que você realmente pagou aquele valor e de que o apartamento foi devolvido nas mesmas condições.
  • Não pague o depósito sem receber o recibo. Muitas vezes, por não ter o recibo, os proprietários na hora de devolver, descontam coisas que nunca mencionaram antes, contas indevidas, etc.
  • Denuncie! Informe o golpe para a Threshold (autoridade imobiliária irlandesa). No caso de anúncios suspeitos publicados no portal Daft, clique no botão “Denunciar anúncio”, localizado abaixo das fotografias de cada postagem.
  • Na Irlanda, os contratos de aluguel devem ser registrados junto ao governo. Isso garante que o reajuste dos valores pagos ocorra de acordo com as leis do país e que, caso alguma coisa aconteça, o inquilino e o proprietário tenham seus direitos assegurados.

Morar com brasileiros ou com estrangeiros?

Seja sincero, quais as primeiras frases que você ouve após comentar que fará um intercâmbio na Irlanda? Que tal “Tente não ficar somente com brasileiros ao seu redor” ou “Lá tem muito brasileiro, cuidado!”. Estou errada? Mas, será que ficar longe dos brazucas é realmente uma boa ideia para quem chega por aqui?

Morar com brasileiros ou com estrangeiros?© motortion | Dreamstime.com

Morar com brasileiros ou com estrangeiros?© motortion | Dreamstime.com

Tudo isso dependerá de como você verá a situação.

  1. Se optar por morar com estrangeiro terá aquele choque cultural, que tem seu lado negativo e positivo
  2. Adaptação com os estrangeiros forçada pode ser ruim, dependendo do ponto de vista
  3. Morar com estrangeiro pode acelerar seu aprendizado no idioma, devido estar em contato o tempo inteiro
  4. Os brasileiros podem ajudar a melhorar o inglês, no que tem dificuldade
  5. Tem o lado parceiros dos brazucas

Se é ruim ou bom morar com brasileiros ou estrangeiros, verá com o tempo. Porque isso depende de cada pessoa. Uns vão se dar melhor outros não. Uns aprendem inglês assistindo filme, outros lendo, outros ouvindo música e assim por diante. Pense nisso!

Opções alternativas de acomodação:

Acomodação é um caso a parte no intercâmbio, onde morar, casa ou apartamento? qual a região? central ou afastada do centro? capital ou interior? olha, são tantas opções, principalmente as alternativas, como trabalhar em troca de acomodação, morar em um trailer, mobile home ou até mesmo em casa de parentes. Muitas das vezes não pensamos nestas opções né? vamos apenas para o tradicional.

Opção alternativa de morar em um Trailer.© Artyom Sokolov | Dreamstime.com

Opção alternativa de morar em um Trailer.© Artyom Sokolov | Dreamstime.com

  1. Trabalho voluntário com acomodação –  Uma das belas opção de intercâmbio no exterior é trabalhar em troca da acomodação é unir o útil ao agradável. Olha que são várias opções  de lugares entre elas: albergue, hotéis, fazendas, agências e até casas de família.  Funciona assim, você vai trabalhar voluntariamente em torno de duas a seis horas por dia, no que precisar e em troca terá acomodação.
  2. Trailer É  um tipo de moradia móvel, que só se movimenta se for acoplado com outro carro, precisando ser rebocado para onde você quer viajar. Ele não tem energia, mas pode ser ligado a geradores e baterias, para ligar pequenas coisas como lâmpadas e eletrodomésticos.
  3. Mobile home – São aquelas casa que podem ser transportada de um lugar para o outro, ou seja, casa pré moldada. Uma residencia simples, mas com sistema de água e energia. Vale lembrar que este é o único tipo de moradia que se deve evacuar, em caso de desastres naturais.
  4. Casa de parentes –  O intercâmbio em casa de parentes é uma bela opção, principalmente no começo, pois você tem poucas informações sobre o País e também não pagará nada, assim esperamos por ser parentes. rsrs

 

Autora: CAROL BRAZIEL, Formada em Relações Públicas e pós-graduada em MKT pela ESPM|Brasil. Com mais de seis anos de experiência em MKT, decidiu vivenciar o sonho de morar na Europa, mais precisamente na terra dos Leprechauns. Apaixonada incurável por viagens, tem como vício a leitura e pesquisa sobre destinos, curiosidades e roteiros de viagens pelo mundo.

Rael Pimenta
Rael Pimenta, Mineira, casada, mãe de dois meninos, jornalista por formação, empreendedora, amante de viagens e causos da vida real. Apaixonada pela Irlanda desde 2011, quando desembarcou na Ilha para um intercâmbio.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar