Tudo o que você precisa saber sobre os Pubs na Irlanda
67 minutos de leitura

Tudo o que você precisa saber sobre os Pubs na Irlanda

Rael Pimenta

2 semanas atrás

Uma das tradições mais comuns dos Irlandeses é beber cerveja. Por ser um dos países que mais consomem a bebida, bares típicos, chamados de pubs, são populares por lá. No entanto, apesar de ser famosos, a vida noturna irlandesa não se resumem a eles.

Para saber o que te espera na sua temporada ou visita à terra da Guinness vamos explorar locais que merecem uma visita na vibe noturna da Ilha Esmeralda.

Vamos começar pelo Pub mais antigo da Irlanda

 © Stbernardstudio | Dreamstime.com

Sean’s Bar é o pub mais antigo da Europa e esta na Irlanda.© Stbernardstudio | Dreamstime.com

Por coincidência ou não, o pub mais antigo da Europa fica exatamente na Irlanda. Atualmente chamado de Sean’s Bar, o pub está localizado na pequena cidade de Athlone, na margem do rio Shannon. Fundado no ano de 900, o Sean’s Bar inicialmente era conhecido como “Luain’s Inn”.

Com tanto tempo de existência, no ano de 2000, o Sean’s Bar foi reconhecido pelo Guinness (livro dos recordes) como o pub mais antigo da Irlanda. Não é à toa que o local se tornou um dos destinos mais procurados pelos turistas, intercambistas e também por famosos de todas as partes do mundo. Além de toda a história que o pub carrega, o local se tornou muito frequentado por conta da música ao vivo e por manter o mesmo estilo há mais de 1100 anos.

Os detalhes chamam atenção de todos que visitam o pub, como por exemplo, partes das paredes que foram descobertas há 40 anos, revelando a típica construção do século X, comprovando a idade do bar. A decoração do local, com louças antigas, remete a uma sensação do passado ao mesmo tempo em que uma lareira milenar torna o pub um local bastante acolhedor e aconchegante.

Para que não houvesse nenhuma dúvida, o período de fundação do pub também foi confirmado durante uma reforma realizada nos anos 70, onde os pedreiros que trabalhavam no local encontraram moedas antigas e vestígios de uma técnica tradicional da época nas paredes do pub.

O Sean’s Bar também é cercado por outras construções antigas, como por exemplo, o Castelo de Moydrum com mais de 800 anos. A paisagem a beira-rio é encantadora.Com apresentações de música ao vivo todos os dias, o diferencial fica no período do verão, quando o pub disponibiliza uma área aberta com teto retrátil que permite uma linda vista para o Rio Shannon. O Sean’s Bar é um dos principais pontos turísticos de Athlone. O acesso por Dublin, que fica a cerca de 120 quilômetros da pequena cidade, é fácil e pode ser feito de carro, trem ou ônibus.

© Monicaminciu | Dreamstime.com

O Pub mais antigo da Europa fica na cidade de Athlone, na Irlanda. © Monicaminciu | Dreamstime.com

Não há dúvidas de que o local é um sucesso e vale a pena ser visitado. O Sean’s Bar atrai mais de mil pessoas por dia durante os finais de semana, sempre muito animadas para curtir a tradicional música irlandesa enquanto bebem cerveja.

No nosso site, E-Dublin, abordamos muitos assuntos sobre intercâmbio e o país de modo geral. Sempre com dicas sobre o que fazer na Irlanda, como os cinco pubs que você deveria visitar em Dublin e muito mais. E por falar em pub irlandês, no Brasil também temos alguns bares que são parecidos com os famosos pubs da Irlanda. Então aproveite que está aqui no blog e conheça sete pubs para matar a saudade da Irlanda e fique com aquele gostinho de “quero mais”.

Roteiro dos pubs mais tradicionais da Irlanda

É difícil passar pelo país e não se apaixonar pelo local. Os pubs na Irlanda têm um charme especial. São lugares antigos, autênticos, com uma atmosfera acolhedora. Para você ter uma ideia, só na capital da República da Irlanda são mais de 800 deles. Alguns são tão antigos que é até difícil acreditar que estão funcionando há tanto tempo. Selecionamos alguns deles que você não pode deixar de conhecer e ir tomar uma pint! ;)

The Brazen Head, Dublin

O pub mais antigo de Dublin é o Brazen Head, que esta aberta desde de 1178.@ Steve Smith | Dreamstime

O pub mais antigo de Dublin é o Brazen Head, que esta aberta desde de [email protected] Steve Smith | Dreamstime

O pub mais antigo de Dublin fica localizado próximo ao Liffey, e acredita-se que o local esteja aberto desde 1178.

Alguns nomes históricos costumavam tomar uma cerveja no local, como James Joyce, Brendan Behan, Jonathan Swift, Robert Emmet, Wolfe Tone, Daniel O’Connell e Michael Collins, apenas para citar alguns dos que passaram por lá.

McHugh’s, Belfast

O McHugh's esta na capital da Irlanda do Norte, com inauguração datada em 1711. Foto: IrishCentral

O McHugh’s esta na capital da Irlanda do Norte, com inauguração datada em 1711. Foto: IrishCentral

O McHugh’s é o pub mais antigo de Belfast, capital da Irlanda do Norte, com inauguração datada em 1711. Hoje em dia, se transformou em local mais urbano, movimentado, com um restaurante de 100 lugares. Mas o edifício onde está localizado já existe há mais de 300 anos.

Morahan’s Bar, Ballinagare, Co. Roscommon

A família Morahan é proprietária deste bar desde 1641. Foto: IrishCentral

A família Morahan é proprietária deste bar desde 1641. Foto: IrishCentral

Este bar é da família Morahan desde 1641. Este é o estabelecimento gerido há mais tempo pela mesma família em toda a Irlanda.

Old Thatch, Killeagh, Co. Cork

O Old Thatch, no condado de Cork, é o mais antigo pub neste estilo de construção na Irlanda. Foto: IrishCentral

O Old Thatch, no condado de Cork, é o mais antigo pub neste estilo de construção na Irlanda. Foto: IrishCentral

O Old Thatch, no condado de Cork, é o mais antigo pub neste estilo de construção na Irlanda. O local pertence à mesma família desde 1667.

Grace Neill’s, Donaghadee, Co. Down

Este pub possui os mais antigos títulos de propriedade da Irlanda, datados em 1611. Foto: IrishCentral

Este pub possui os mais antigos títulos de propriedade da Irlanda, datados em 1611. Foto: IrishCentral

Este pub possui os mais antigos títulos de propriedade da Irlanda, datados de 1611. Pense nisso… o Grace Neill’s já estava aberto há quase nove anos quando os peregrinos desembarcaram na América!

5 pubs mais populares em Dublin

Chegou a hora de escrever para os boêmios. Em Dublin, o destaque da noite boêmia fica com os famosos pubs, com música tradicional e para todos os gostos, além, claro, do templo irlandês para os amantes de cerveja, o Temple Bar. Para não deixar essa turma de lado, resolvemos listar cinco endereços que valem a pena a visita, seja para curtir aquela pint no final da tarde ou apenas para conhecer um pouquinho mais desses locais que são tão famosos na cultura irlandesa. Vamos nessa?

Temple Bar

Temple Bar. Foto: Pixabay

Temple Bar, um dos pubs mais famosos de Dublin. Foto: Pixabay

No coração do centro está localizado o Temple Bar. Ele é o pub mais pop de Dublin. O local possui uma atmosfera gostosa para passar o fim de tarde, além das ótimas bandas com música tradicional. Você encontra muitos turistas por lá… americanos, canadenses, australianos, e por aí vai. Um dos cartões postais do coração efervescente de Dublin, seja dia ou noite, o lugar está sempre bombando. Mas fica a dica: por ser parada certa de turistas, os preços podem ser bem mais salgados que o normal!

The Grand Social

grandsociallaunchweb-75

The Grand Social engana na faxada, mas esconde quatro ambientes. Reprodução: The Grand Social

Localizado na Lower Liffey Street, em frente a Ha’penny Bridge, que cruza o Liffey, do lado norte, o The Grand Social parece pequeno para quem olha de fora, mas o espaço é bem grande e com música de ótima qualidade. São, no total, quatro ambientes (The Loft, The Ballroom, The Garden e o The Parlon). A casa tem aumentado a boa reputação nessa área, principalmente pelas bandas e DJ’s que tocam por lá. E se você quer entrar no clima irlandês, em dias de jogos de Rugby, GAA e Futebol, o pub fica cheio, já que também é tido como um dos melhores espaços para torcer em dias de game.

The Church

thechurch-004

Um bar em uma igreja? Sim! Coisas da Irlanda. Reprodução: The Church

Localizado na Henry Street, próximo à O’Connell, o pub, que no passado já foi uma igreja, possui comida de qualidade, amplo espaço, pista de dança e o melhor: às sextas tem Double Cocktail na pista, com drinks a partir de 6 euros. Além do ambiente super inusitado, a programação do pub inclui churrasco, jantar com cinema e outras atrações que variam a cada mês. Preciso falar mais alguma coisa?

Fitzsimons

O Fitzsimons é um ótimo lugar pra chegar cedo, curtir uma música acústica. Reprodução: Fitzsimons

O Fitzsimons é um ótimo lugar pra chegar cedo, curtir uma música acústica. Reprodução: Fitzsimons

Ah , não acredito! Você recomendando o Fitzsimons?” Sim, mas antes das 10 da noite! Localizado na 2 Wellington Quay, o Fitzsimons é um ótimo lugar pra chegar cedo, curtir uma música acústica, naquele esquema de até pedir músicas para a banda. Dá também para jantar por lá, já que os preços são bem justos, sem falar que, querendo ou não, muitos brasileiros gostam da muvuca que acontece depois das 10. Se não for o seu caso, vá mais cedo e enjoy!

Café en Seine

Café em Seine deu uma modernizada, mas continua um must visit em Dublin. Reprodução: Café en Séine

Café em Seine deu uma modernizada, mas continua um must visit em Dublin. Reprodução: Café en Séine

Se você de requinte, charme e beleza, esta no lugar certo. O bar esta situado em uma das melhores áreas de Dublin, logo ali pelas bandas da Grafton Street, o Café en Seine é um dos pubs mais bonitos da cidade. Com decoração sofisticada e público seleto, o local permite marcar bem pontualmente as tribos que frequentam o espaço. Desde os mais maduros, que adoram ficar na parte do café do bar, até a turma mais jovem, que chega ao local atraída pela disco que ocorre mais tarde.

7 pubs irlandeses no Brasil

Se a saudade bater de ir em um bar Irish, quando retornar ao Brasil. Fique calma que vamos dar algumas dicas. A saudade pode bater sim, devido a tranquilidade do país, poder sair com segurança, curtir a noite irlandesa, seus milhares de pubs, dos mais antigos aos mais modernos, e se sentir tão bem… Seja para assistir um jogo, tomar uma pint ou ouvir uma boa música, uma coisa é fato: Sempre sentimos falta de alguma coisa da noite Irish!

E o que fazer quando isso acontece? Listamos 10 pubs tipicamente irlandeses espalhados pelo Brasil, para você correr lá, tomar uma pint e matar as saudades!

1. São Paulo e suas lendas irlandesas

Se você está na capital paulista e sente falta da noite irlandesa, esse é o pub obrigatório para sanar um pouco da sua saudade. Localizado na Alameda Itú, 1529, o famoso pub O’Malley’s foi inaugurado há mais de 28 anos e já é dono de histórias ótimas, como a de que o Bono passa por lá toda vez que visita a cidade. Se você esperou encontrar o vocalista do U2 na Henry Street ou Grafton e, assim como eu, não conseguiu, vale a pena dar uma passada, né?!

2. Fish and Chips em Campinas

Inspirado nos charmosos pubs irlandeses. A atmosfera aconchegante e alto astral. Créditos: Grainne's Irish Pub.

Inspirado nos charmosos pubs irlandeses. A atmosfera aconchegante e alto astral. Créditos: Grainne’s Irish Pub.

Campinas também tem lugar certo para os saudosos da Ilha! O Grainne’s Irish Pub abriu as portas em 2009, inspirado nos charmosos pubs irlandeses, com uma atmosfera aconchegante e alto astral, palco atrás do bar e visual rústico. Localizado na rua Padre Almeida, 170, no bairro do Cambuí, conta com um cardápio irlandês – que não deixou de lado o famoso Fish and Chips -, além é claro, da nossa querida Guinness.

3. Curitiba já tem o clima perfeito

Créditos: Página no facebook Sheridans Irish Pub.

Fachada do pub irlandês Sheridan´s em Curitiba. Fonte: Facebook Sheridan’s Irish Pub.

Além do friozinho já conhecido, Curitiba também nos ajuda a matar as saudades com o Sheridan’s Irish Pub. Localizado na rua Bispo Dom José, 2315, no bairro Batel, o pub é reconhecido pelos próprios irlandeses como um lugar onde eles se sentem em casa. Ele conta com ambiente aconchegante, iluminação indireta, sofás grandes e confortáveis, balcão com vista para chopeiras das mais famosas marcas, som ao vivo e, claro, muita comida típica!

4. Rio de Janeiro e seu jeito irlandês?

Rio de Janeiro também tem seu cantinho para uma boa pint. Foto: Reprodução

Rio de Janeiro também tem seu cantinho para uma boa pint. Foto: Reprodução

Localizado na rua Evaristo da Veiga, 147, no bairro da Lapa, o Lapa Irish Pub traz aos cariocas e visitantes de plantão um pouquinho do coração verde da Ilha Esmeralda. Destaque para os eventos especiais: Todas as terças-feiras, às 19h, acontece o Intercâmbio de Idiomas Português/Inglês Brasil, onde você é inscrito em uma mesa com uma pessoa que fala a língua nativa oposta à sua – inglês ou português, dependendo da sua origem. Você falará inglês por 10 minutos e português por 10 minutos, depois trocará de mesa. É uma excelente oportunidade de treinar e aperfeiçoar seu inglês/português e conhecer novas pessoas!

5. Aracaju também é irlandesa

Bom spot para celebrar o dia de São Patrício. Fonte: Facebook

Bom spot para celebrar o dia de São Patrício. Fonte: Facebook

Localizado na Av. Gonçalo Prado Rollemberg, 459, o Oakhill Irish Pub foi inaugurado em 2013 e desde então virou referência quando o assunto é comemorar o St. Patrick’s Day. Se você está na cidade, precisa conhecer a casa, que conta com ambientes aconchegantes, música ao vivo, com boa comida e bebidas típicas.

6. Lugar certo para os recifenses

Partidas de partida de futebol ou rugby garantida no The Gentleman Loser Pub. Fonte: Facebook

Partidas de partida de futebol ou rugby garantida no The Gentleman Loser Pub. Fonte: Facebook

Se o que você sente falta é de sentar em um dos pubs irlandeses e assistir a uma boa partida de futebol ou rugby, o The Gentleman Loser Pub é o lugar certo! Um pub inglês com toque irlandês ele fica localizado na rua Capitão Rebelinho, 527A, e conta com mais de trinta rótulos de cerveja do mundo todo.

7. O melhor do rock ao estilo irlandês em Brasília

O melhor do rock ao estilo irlandês em Brasília. Fonte: Facebook

O melhor do rock ao estilo irlandês em Brasília. Fonte: Facebook

Completando 10 anos em 2015, o O’Rilley é um autêntico pub irlandês, ideal para aqueles que querem degustar cervejas tradicionais, como a Duvel, Maredsons, Guinness, Chimay Blue, Chimay Red, Erdinger, Old Speckled Hen, Leffe Blond ou New Castle Brown Ale. Localizado na SCLS 409, Bloco C, Lj. 36, a casa possui três andares, com paredes de tijolos aparentes e um grande balcão de madeira e fachada rústica. Sem esquecer, é claro, do melhor do rock.

Você já ouviu falar nos pubs secretos de Dublin?

Os Speakeasy, também conhecidos como Blind Pig ou Blind Tiger, são bares secretos que surgiram nos Estados Unidos, durante a época da Lei Seca, no ano de 1920. E tinham como objetivo vender bebida alcoólica clandestinamente. A lei foi abolida em 1933, porém os Speakeasy jamais desapareceram. Apesar de agora legalizados, é sempre uma emoção descobrir um destes bares, que se escondem nos lugares mais improváveis.

shutterstock_517922338

A aventura começa ao seguir as pistas que te levarão ao The Blind Pig. Crédito: Shutterstock

Na Irlanda, a Lei Seca nunca entrou em vigor, mas é claro que Dublin não poderia ficar de fora do roteiro de pubs secretos.  E foi exatamente por ser uma pessoa curiosa, e após ler uma matéria sobre a existência destes lugares por aqui, que pensei: Vou procurar no Google, só por curiosidade. Então, digitei “The Blind Pig” no Maps e esperei para ver o que o Street View me indicaria.

Pasmem, para a minha surpresa, o View caiu direto dentro de um Pub e eu não consegui visualizar o prédio vizinho (bem feito, quem manda ser curiosa, né?!). Então, comentei com meu amigo sobre a vontade de ir até o local e resolvemos fazer a reserva. No site do Pub, encontrei o telefone e o email, então optei por fazer a reserva via correio eletrônico.Recebi a confirmação, junto com uma espécie de “mapa para caça ao tesouro”, que dava as dicas para chegar até o local. Ao chegar, logo de cara, encontramos a primeira pista, então descemos as escadas e, é claro, nos perdemos (hahaha). Porém, logo avistamos uma ‘parede’ (modo de dizer, para não revelar o local) se abrindo.

Sim, nem precisamos seguir as outras pistas, já que a porta do Pub abre somente de dentro para fora e, exatamente, naquele momento, alguém estava saindo. Fomos recepcionados por um dos garçons, que foi logo confirmando nossa reserva e nos direcionando até a mesa. O ambiente do The Blind Pig lembra os antigos Speakeasy, com um clima que preserva os verdadeiros pubs secretos – a luz é muito baixa e o som ambiente é agradável.

Dublin e seus pubs secretos como o Blind Pig. Foto: District Magazine

Dublin e seus pubs secretos como o Blind Pig. Foto: District Magazine

O espaço é pequeno, mas não chega a ser claustrofóbico e os garçons e clientes possuem espaço suficiente para transitar sem problemas. A carta de coquetéis, bebida típica destes estabelecimentos, foi feita por mixologistas do próprio Pub, com as mais variadas combinações. Então, prepare-se para provar sabores exclusivos. Cada coquetel custa, entre € 11,50 e € 15,50, ou seja, se você, assim como eu, é estudante e aupair, pode pesar no bolso. Porém, como nossa reserva era de apenas de 1 hora e 30 minutos, conseguimos aproveitar o espaço sem gastar muito.

Mas vá preparado, caso sua intenção seja provar diversos sabores dessas maravilhosas bebidas. O cardápio é outro segredinho do local. Ele fica escondido entre as páginas de um livro sobre a vida de Beethoven e você só percebe que é o menu ao folhear as páginas. No dia seguinte, recebi um e-mail para avaliar o serviço e o local. Agora diz, é ou não é tudo de bom?

Então, se você ficou curioso para desvendar os mistérios que o The Blind Pig oferece, faça sua pesquisa, sua reserva e enjoy!

Pubs assombrados em Dublin para quem gosta do clima halloween

Halloween é a uma das datas mais comemoradas da Irlanda. Muitos saem fantasiados e prontos para aproveitar a noite com sua pint na mão, certo? Mas por que não fazer isso de uma forma diferente e bem original? Sentir a nostalgia da data, vá beber nos pubs considerados os “mais mal assombrados” da cidade. Não sabe quais são? Nós te mostramos cinco deles para você se programar!

1. Brazen Head

Brazen Head é pubs mais antigos da Irlanda desde 1198,. Créditos: Site Oficial.

Brazen Head é pubs mais antigos da Irlanda desde 1198,. Créditos: Site Oficial.

Considerado um dos pubs mais antigos da Irlanda (desde 1198), era esperado que ele tivesse alguma história assustadora, não? Segundo relatos, no Brazen Head, localizado em D8, a assombração de Robert Emmet, que liderou uma rebelião fracassada contra o domínio britânico em 1803 e foi executado por alta traição contra o rei britânico, é comum ser vista bebendo sua pint e observando os clientes.

2. The Bull and Castle

Bull and Castle é conhecido por sua comida fantástica e pela presença do fantasma do poeta James Clarence Mangan,. Créditos: Site Oficial.

Bull and Castle é conhecido por sua comida fantástica e pela presença do fantasma do poeta James Clarence Mangan,. Créditos: Site Oficial.

O The Bull and Castle é conhecido por sua comida fantástica para acompanhar as pints, mas também pela presença do fantasma do poeta James Clarence Mangan, que adorava frequentar o local, este bar esta localizado em D8.

3. Kavanagh’s pub

John Kavanagh´ é conhecido como coveiro, pois, estes trabalhadores pediam bebidas em horário de trabalho. Créditos: Página Oficial no Facebook.

John Kavanagh´ é conhecido como coveiro, pois, estes trabalhadores pediam bebidas em horário de trabalho. Créditos: Página Oficial no Facebook.

O bar esta localizado em D9, o Kavanagh’s Pub também é conhecido como Gravediggers (coveiro, em inglês), pois muitos coveiros que trabalhavam no Glasnevin Cemetery usavam um portal secreto para pedir bebidas durante o horário de trabalho. Hoje, os relatos contam que é possível ver alguns deles pedindo uma bebida e desaparecendo logo em seguida.

4. Brogan’s

Já vai se preparando para entrar no Brogan’s, pois ele é enigmático e assustador, está localizado em D2, ao lado do teatro Olympia, para beber sua pint de Guinness e se assustar com as entidades que gostam de chamar a atenção através de janelas e portas que abrem e fecham sozinhas – e até com a aparição de alguns fantasmas que gostam de acompanhar os clientes no happy hour.

5. Darkey Kelly’s Pub

Pub macabro em Dublin. Créditos: Página oficial no Facebook.

Pub macabro em Dublin. Créditos: Página oficial no Facebook.

Também localizado em D2, o pub criado em nome de Darkey Kelly é famoso por relatos de fantasmas circulando entre os clientes. Mas isso já é esperado, já que a homenageada foi queimada na fogueira por bruxaria e teve vários corpos descobertos no assoalho de seu bordel, tendo sido considerada como a primeira serial killer da Irlanda.

Quem se arrisca?

5 pubs especiais com lareira para curtir especialmente no inverno

Nesse inverno frio e chuvoso, algo típico da Irlanda, às vezes nem dá vontade de sair de casa, não é mesmo? O bom é que em alguns pubs de Dublin e região é possível degustar uma pint com os amigos num ambiente aconchegante e pertinho de uma lareira. É justamente por isso que hoje selecionamos aqui cinco pubs para você curtir nesse inverno. Confira!

The Library Bar

The Library bar é perfeito para relaxar com uma pint no centro de Dublin. Foto: Central Hotel

The Library bar é perfeito para relaxar com uma pint no centro de Dublin. Foto: Central Hotel

Praticamente escondido no primeiro andar do Central Hotel, pertinho da George Street, no centro de Dublin, o Library Bar pode ser considerado um refúgio em meio à agitação da capital irlandesa. Com sofás e poltronas aconchegantes, além das lareiras. Esse pub é uma ótima opção para saborear uma pint de Guinness enquanto se joga conversa fora com os amigos. Eles também oferecem um menu de comidas, com opções de sanduíches, sopas, saladas, além de pratos principais para almoço e jantar.

Onde: Exchequer St. (1º andar do Central Hotel)

The Bloody Stream, em Howth

Com ambiente rústico, The Bloody Stream é opção aconchegante para quem visita Howth. Foto: The Bloody Stream

Com ambiente rústico, The Bloody Stream é opção aconchegante para quem visita Howth. Foto: The Bloody Stream

Para quem mora perto de Howth ou está visitando essa região de Dublin nesse inverno gelado, vale dar uma parada no The Bloody Stream, que, inclusive, está localizado a poucos passos da estação de Dart.

Com um ambiente rústico, paredes de pedra e uma enorme lareira, este pub é o destino ideal de quem está afim de saborear uma pint num ambiente aconchegante e com música ao vivo. Além disso, o bar oferece um menu com diversas opções de frutos do mar.

Onde: Howth Railway Station

The Harbour Bar

The Harbour Bar é imperdível para quem está de passagem ou mora em Bray. Foto: The Daily Edge

The Harbour Bar é imperdível para quem está de passagem ou mora em Bray. Foto: The Daily Edge

Localizado em frente ao harbour de Bray, este bar é perfeito para deliciar uma pint pertinho do mar. Em funcionamento desde 1872, já passaram pelo The Harbour Bar nomes ilustres, como James Joyce, Katharine Hepburn e Bono. Em 2010, este pub foi eleito o melhor bar do mundo pela revista e guia de viagens Lonely Planet, devido à sua autentica atmosfera e a paixão por boa música.

Por lá, é possível curtir apresentações ao vivo de música irlandesa de quarta a sábado. Também há apresentações de bandas pop e rock nos demais dias da semana. No andar superior, o bar conta com uma sala com sofás e lareiras, ideal para relaxar e conversar com os amigos.

Onde: 1—4 Dock Terrace, Bray, Co. Wicklow

Arthur’s

Arthur's é um dos clássicos pubs de Dublin. Foto: Publin

Arthur’s é um dos clássicos pubs de Dublin. Foto: Publin

Com mais de 200 anos de idade e localizado pertinho da fábrica da Guinness, este pub é outro clássico da capital irlandesa. Popular tanto entre os moradores locais quanto turistas, o Arthur’s oferece ao público sessões de música ao vivo todas as noites, além de um delicioso menu de comidas com tradicionais pratos irlandeses.

Para esquentar nesse friozinho, o pub possui duas lareiras que estão sempre em funcionamento e deixam o ambiente ainda mais aconchegante.

Onde: 28, Thomas Street, Dublin 8

Johnnie Fox’s

Jonnie Fox's é o pub mais alto da Irlanda. Foto: Lovin Dublin

Jonnie Fox’s é o pub mais alto da Irlanda. Foto: Lovin Dublin

Também conhecido por ser o pub mais alto da Irlanda por estar localizado em meio às montanhas de Dublin, o Johnnie Fox’s é também um dos pubs mais antigos da Irlanda, inaugurado em 1798.

E como você pode imaginar, conforto não falta nesse lugar. Com três lareiras no ambiente, vai ser impossível você passar frio, mesmo no alto das montanhas de Dublin. O pub também é reconhecido por oferecer boas atrações musicais durante todos os dias da semana, além de um saboroso menu de comidas, disponível para almoço e jantar.

Onde: Clencullen, Co. Dublin

O desafio dos 12 pubs de Natal: Uma tradição irlandesa

Não é segredo para ninguém que os irlandeses são bem chegados numa bebida. Pois, então, você certamente já deve ter ouvido falar no desafio dos 12 pubs de Natal, não é mesmo?

Na verdade, essa é uma tradição natalina relativamente nova na Irlanda, que foi se consolidando cada vez mais nos últimos dez anos. No início, apenas os bebedores mais experientes embarcavam nessa difícil tarefa de beber 12 pints em uma única noite, porém, agora essa brincadeira vem atraindo grupos de amigos, colegas de trabalho e até familiares.

E se você já está na Irlanda, embarque nessa com o E-Dublin, pois faremos o roteiro 12 pubs no dia 20 de dezembro e a galera já está animada.

A brincadeira

Maratona dos pubs é tradição na Irlanda. Foto: Shutterstock

Maratona dos pubs é tradição na Irlanda. Foto: Shutterstock

Para quem não conhece, os 12 pubs de Natal trata-se de uma versão ampliada de um pub crawl (que nada mais é do que visitar diversos bares em uma mesma noite e fazer novas amizades com pessoas de todo o mundo). A diferença é que todos os participantes entram no ritmo natalino e tiram do guarda-roupa seus melhores Christmas Jumpers, ornamentos e até fantasias.

E se você pensa que a missão mais difícil da noite é beber as 12 pints, está bem enganado! Cada grupo faz as suas próprias regras para a brincadeira, o que pode tornar a noite um desafio e tanto. Entre as normas mais comuns, estão:

– não beber com a mão direita no primeiro pub
– não apontar pra ninguém no segundo
– não falar com conhecidos no terceiro
– não usar o banheiro no quarto bar
– beber somente água no quinto

E assim por diante…

Obviamente, quem desrespeitar as regras será penalizado – e advinha qual o castigo? Beber ainda mais!

Roteiro 12 Pubs do E-Dublin que acontece no dia 20 de dezembro. Fonte: Google

Roteiro 12 Pubs do E-Dublin que acontece no dia 20 de dezembro. Fonte: Google

Uma boa dica é planejar o trajeto da noite com antecedência. Isso evita perda de tempo e também discussões entre membros do grupo na hora de escolher a próxima parada. Além disso, muitos bares de Dublin vêm banindo a entrada de participantes da brincadeira, portanto, vale ficar atento.

Entre os roteiros mais comuns, está a boêmia região do Temple Bar, onde não faltam opções de pubs. Outra alternativa é explorar a região da George e Camden Street, onde estão bares queridinhos do público, como Whelans, The Globe, Mercantile, entre outros.

Cuidados

12 pints na noite, tradição de Natal nos pubs. Você vai dar conta? Foto: Shutterstock

12 pints na noite, tradição de Natal nos pubs. Você vai dar conta? Foto: Shutterstock

Haja disposição para entrar na brincadeira. Apesar de bem divertida, essa tradição é um tanto quanto controversa. Afinal, beber 12 pints não é nem um pouco saudável. Sem falar no dia seguinte a indisposição!

Portanto, se você vai encarar o desafio, lembre-se de fazer uma boa refeição antes de sair de casa e de se manter hidratado, acompanhando cada dose de bebida alcoólica com um copo d’água. E também não se esqueça de uma regra bem importante: se beber, não dirija! Se você tem carro na Irlanda, deixe ele em casa e opte pelo transporte público ou táxi.

E, lembre-se, no fundo você não precisa tomar 12 pints! Apesar das regras do seu grupo, cada um é livre para se adaptar ao que mais lhe convém e também não há nada de mais em desistir da brincadeira antes fo final – aliás, isso é mais comum do que se imagina! O mais importante é se divertir.

E pra vocês que vão cumprir esse desafio até o final: boa sorte com a ressaca e Feliz Natal!

8 pubs para assistir aos jogos esportivos importantes com irlandeses

Assim como no Brasil, os irlandeses também adoram se reunir em bares para curtir as partidas de Futebol, Rugby e outros similares.

Hoje, o E-Dublin traz uma seleção de lugares bem bacanas para entrar no espírito esportivo irlandês, para você que já está se preparando para os jogos da Copa do Mundo.

1 – The Living Room

Telões em 3D é o ponto alto do The Living Room. Reprodução

Telões em 3D são o ponto alto do The Living Room. Reprodução.

O bar é um dos mais legais para assistir às partidas esportivas aqui em Dublin. Eles oferecem telões em 3D, o que torna o espaço lotado em dia de jogo.

Portanto, se você planeja dar uma conferida no local em dia de jogo, vale fazer reserva antecipada para garantir um espacinho mais aconchegante.

O The Living Room fica na Cathal Brugha St, em Dublin 1.

2 – Woolshed

O famoso Woolshed, o Bar Australiano já é um dos preferidos dos brasileiros e também entre os torcedores. Reprodução

O famoso Woolshed, o Bar Australiano, já é um dos preferidos entre os brasileiros e os torcedores. Reprodução.

O Woolshed é um bar australiano, e muitos brasileiros batem cartão por lá para assistir aos jogos de futebol ou para ouvir samba e pagode às quartas-feiras, quando o espaço tem a famosa noite brasileira.

Eles têm mais de 15 telas espalhadas pelo bar e, muitas vezes, exibem vários esportes simultaneamente.

Está localizado na Parnell Centre-Parnell Street – Dublin 1.

3 – Trinity Bar & Venue

O Trinity Bar Venue oferece 11 telas para os torcedores. Reprodução

O Trinity Bar & Venue oferece 11 telas para os torcedores. Reprodução

Este bar de quatro andares está localizado bem pertinho da Trinity College. São 11 telas para transmissão das partidas.

Se bater aquela fome enquanto você assiste ao jogo, o bar tem boas opções de pratos a preços bem acessíveis.

Onde: 46/49 Dame Street – Dublin 2.

4 – The Czech Inn

No pub The Czech Inn, você pode experimentar as deliciosas cervejas tchecas. Reprodução: Flickr.

No pub The Czech Inn, você pode experimentar as deliciosas cervejas tchecas. Reprodução: Flickr.

No The Czech Inn, além de assistir aos jogos em telões 3D, é possível experimentar as deliciosas cervejas tchecas e provar um pouco da comida local. Vai perder essa?

Local: Essex Street – Temple bar – Dublin 2.

5 – Murrays

Localizado no topo da avenida mais famosa de Dublin, a O’Connel Street, em dia de jogos o Murrays fica repleto de irlandeses e turistas num clima bem animado.

Onde fica: 33/34 Upper O’Connell Street – Dublin 1.

6 – Dtwo

Dtwo além de espaço esportivo oferece boas promoções de comes e bebes. Reprodução

O Dtwo, além de espaço esportivo, oferece boas promoções de comes e bebes. Reprodução.

Outro local bem descolado para assistir às partidas de futebol em Dublin é o Dtwo. Durante o ano, eles exibem, ao vivo, os jogos da Champions League, Magners League, Heineken Cup, entre outras.

O espaço, geralmente, tem algumas promoções de bebidas e comidas em dias de jogos. Fique atento e não perca essa boquinha no Dtwo!

Onde é: 60 Harcourt Street – Dublin 2.

7 – Fitzsimons

Fitzsimons é aquele lugar que tem que chegar cedo para conseguir um lugarzinho. Foto: Reprodução.

Fitzsimons é aquele lugar que tem que chegar cedo para conseguir um lugarzinho. Foto: Reprodução.

Quem frequenta a região do Temple Bar certamente já observou como esse pub fica lotado em dias de jogos. Então, o Fitzsimons é um dos seus possíveis destinos.

Lembre-se de que, se optar por ele, deverá se programar para chegar cedo e garantir o seu lugar.

Localização: East Essex Street / Eustace Street Temple Bar – Dublin 2.

8 – Sinnott’s Bar

O Sinnots alia tradição com boas atrações esportivas. Reprodução.

O Sinnott’s alia tradição e boas atrações esportivas. Reprodução.

O Sinnott’s é um pub tradicional com uma decoração repleta de imagens de escritores irlandeses, entre eles, James Joyce.

Bem popular entre fãs de esportes, assistir a uma partida por lá pode ser um grande evento. E, atenção: eles geralmente ofertam promoções especiais de comida para reservas de grupos com mais de 10 pessoas.

Onde: South King St – Dublin 2.

Lugares para jogar poker em Dublin

A noite da capital irlandesa, como é em outras grandes cidades europeias, é recheada de muitos bares, restaurantes, baladas, cassinos e, claro, os pubs. Em muitos desses lugares convencionais, o poker é jogado em grande escala. É uma atração bem tradicional que o povo irlandês cultiva há séculos.

Dublin tem boas opções de cassinos. Foto: Pixabay

Dublin tem boas opções de cassinos. Foto: Pixabay

Com muitos adeptos, Dublin é um lugar em que o jogador de poker pode se sentir à vontade para colocar seu jogo contra os melhores. Nos estabelecimentos de lá, há diversos torneios de diferentes modalidades, como Omaha e Texas Hold’em, dois dos mais tradicionais desse esporte.

Entre lugares no centro da capital e outros um pouco mais afastados, separamos alguns estabelecimentos para você conhecer, se enturmar e jogar algumas fichas.

Fitzwilliam Card Club Dublin

Poker é um dos jogos preferidos entre os irlandeses. Foto: Pixabay

Poker é um dos jogos preferidos entre os irlandeses. Foto: Pixabay

Conhecido como a casa do poker em Dublin, quem gosta desse esporte precisa ir no Fitzwilliam passar pelo menos uma noite. Localizado na Clifton Hall, Fitzwilliam Street Lower, Dublin 2, fica aberto cerca de 12 horas todas as noites.

Nesse clube, são disputados torneios diários durante todos os dias da semana. O buy-in varia entre 25€ até 110€, que são preços ajustáveis e acessíveis para quem quer participar. Além disso, há cash games menores e torneios mensais que giram muitas cifras.

Além de ser a casa do poker na capital irlandesa, o Fitzwilliam também é muito forte no cassino, sendo considerado um dos melhores do condado de Dublin.

The Sporting Emporium Dublin

Apesar de não haver jogos diários de poker, o Sporting Emporium (Anne’s Lane, Anne St S, Dublin 2) tem um salão dedicado apenas a esse esporte que é um destino ideal para os jogadores na capital irlandesa. Aberto entre quinta a domingo, o salão de poker comporta 14 mesas com boa infraestrutura.

O buy-in, em média, é de 50€. Além do poker, o lugar também oferece cassino todos os dias da semana.

The Colossus Casino Club Dublin

O Colossus não é tão sofisticado como o Fitzwilliam e o Emporium, mas não deixa em nada a desejar, quando o assunto é poker. Com um salão próprio, há jogos durante todos os dias da semana e torneios na segunda, quarta e quinta.

Uma vantagem do Colussus é a excelente localização. Na Montague Street (5, Dublin 2), fica pertinho do parque St Stephen’s Green.

D1 Poker Club Dublin

O centro de Dublin concentra boa parte dos cassinos. Foto: Pixabay

O centro de Dublin concentra boa parte dos cassinos. Foto: Pixabay

Localizado em um prédio na Lower Dorset Street (63, Dublin 1), o D1 é mais um lugar que respira poker. Perto do centro de Dublin, eles organizam torneios quase todos os dias da semana (menos sábado).

Assim como é tradicional nos estabelecimentos, todos os meses eles realizam torneios com grande prêmio.

Macau Casino

Com um grande salão dedicado exclusivamente ao poker, o Macau Casino (78 Aungier St, Dublin 2) organizou recentemente, um torneio de três dias que garantiu 100€ mil em prêmios. Aberto entre 18h às 6h todos os dias, há vários torneios todos os meses.

Assim como o Emporium, o forte do Macau é o cassino. Perto do salão de poker, há várias opções de jogos.

Fitzpatrick’s Casino

Mas se esta procurando sofisticação e muito luxo, o lugar certo é o Fitzpatrick’s Casino (94, George’s Street Lower) é um dos mais  magnífico da região de Dublin. Localizado no condado de Dun Laoghaire. O forte do lugar é o cassino, com roletas e slots, mas também há espaço reservado para o poker e o blackjack.

Emerald Casino

Longe de ser um lugar glamoroso como os outros, o Emerald Casino tem como forte o cassino. No entanto, há algumas mesas para jogar e fica no centro da cidade. Não é o lugar para passar a noite inteira por lá, porém é mais um bom estabelecimento para jogar.

Pubs, festas e diversão durante o intercâmbio

É difícil falar da capital irlandesa, Dublin, sem associá-la a seus  pubs. Pior ainda é querer vir para cá estudar e tentar evitá-los. Na verdade, é quase impossível.

Dublin possui uma grande área reservada para os bares e pubs conhecida mundialmente como "Temple Bar". Foto: Arquivo Pessoal Samantha Camelo

Dublin possui uma grande área reservada para os bares e pubs conhecida mundialmente como “Temple Bar”. Foto: Arquivo Pessoal Samantha Camelo

Como todos já sabem, a cidade possui uma grande área reservada para os bares e pubs conhecida mundialmente como “Temple Bar”. Assim, é inevitável dar uma esticadinha pela região após a aula, relembrando os bons tempos de faculdade.

No início, como tudo é novidade, a gente comparece com a turma, até porque uma das melhores formas de aprender o idioma é convivendo com o estilo de vida local. Essa escapadinha pode ser divertida e animadora, mas no decorrer dos meses acaba se tornando cansativa.

A verdade é que nem sempre você vai interagir com os nativos, além de que na maioria das vezes você vai com os amigos brasileiros da escola e o inglês, que era peça fundamental nessa saidinha, acaba ficando de lado.

Sinceramente? Para mim essa parte empolgante do intercâmbio ficou lá atrás. Talvez por estar mais focado no que realmente me trará benefício, o domínio da língua. Além disso me atrevo a dizer que também falta pique, já que normalmente a gurizada, após os pubs, acaba emendando em uma balada.

Enquanto a turminha mais jovem está cheia de energia, aproveitando a liberdade longe dos olhares dos pais, o quarentão aqui quer mesmo é correr atrás de cada segundo a fim de aprimorar o inglês. Tempo conta, e muito, para quem passou da idade das noitadas com a turminha da escola.

E se você pensa que a tentação resume-se aos pubs nos finais de semana, engana-se! Durante boa parte da semana existem as Night Clubs, que já começam no meio da semana e vão até domingo. As noites são regadas a muita música alta e, claro, rodadas de pints.

Cheguei a me aventurar em algumas dessas baladas, mas a sensação de me sentir uma carta fora do baralho me fez desistir rapidamente de tentar acompanhar o ritmo dos meus flatmates e colegas de escola. E para ser bem sincero… acabei sentindo falta de ter um grupo mais com a minha cara.

À procura da minha turma

Decidi me aventurar sozinho na night irlandesa e acabei conhecendo um pessoal mais quarentão. Foto: Arquivo Pessoal Samantha Camelo

Decidi me aventurar sozinho na night irlandesa e acabei conhecendo um pessoal mais quarentão. Foto: Arquivo Pessoal Samantha Camelo

É claro que a tendência é acabar indo na onda da garotada. Afinal, seus primeiros amigos por aqui serão seus colegas de casa e da escola. Sem falar que, a depender do seu nível de inglês, sair em busca de amizade pode não ser tão simples quanto parece. No entanto, é possível encontrar um público mais adequado às suas necessidades.

Pensando nisso, decidi me aventurar sozinho na night irlandesa e acabei conhecendo um pessoal mais quarentão. De início me senti um estranho no ninho, porque diferentemente dos mais jovens, a turma dos mais maduros é dada a assuntos mais densos. Isso me fez sentir uma grande dificuldade na comunicação, pois o sotaque era bastante acentuado e difícil de compreender. Aliás, essa é uma realidade muito incômoda durante os primeiros meses de intercâmbio: ter a oportunidade de interagir com os locais, mas sentir que falta vocabulário. Não ter desenvoltura para articular as ideias em inglês pode ser frustante. Mas o importante é não desanimar!

Foi em uma dessas conversas sobre os momentos de aperto no intercâmbio que acabei descobrindo que uma amiga minha tinha adotado a mesma estratégia e, atualmente, já mantém um grupo seleto de amigos nativos, o que, além de garantir bons encontros, também tem contribuído com a melhora significativa do seu vocabulário!

A meu ver, não podemos evitar as baladas com os mais novos, já que no intercâmbio eles são maioria, mas também podemos ir em busca de outros grupos com um perfil mais próximo à nossa realidade. Basta criar coragem, sair para a luta e acreditar no seu inglês.

Pubs, pints e babies: Uma noitada pode acabar em gravidez. Previna-se

Já escutou aquela frase “drogas, sexo e rock’ll”? Aqui na Irlanda poderíamos usar uma versão adaptada com qualquer outro substantivo, desde que se coloque uma pint no meio.

Gravidez pode tornar a experiência do intercâmbio muito complicada. Previna-se. Fonte: Monkey Bussiness Imagens. Dreamstime

Gravidez pode tornar a experiência do intercâmbio muito complicada. Previna-se. Fonte: Monkey Bussiness Imagens. Dreamstime

E a pint da noite anterior — ou melhor, as pints — podem gerar consequências desastrosas na sua experiência de intercâmbio. E olha que está cheio de crianças brazilian-irish que nasceram dessa junção.

Com o tema da legalização do aborto em voga na Irlanda, decidida por meio de um referendo, mais importante que discutir a possibilidade do aborto — e se a nova legislação aumentará ou não as estatísticas — é se prevenir para que esse não seja um assunto que você precise encarar durante o seu intercâmbio.

Aliás, a gravidez é um tema cada vez mais frequente nas rodas de brasileiras, que se encantam com os pares de olhos azuis dos irlandeses e acabam por se esquecerem de cuidados básicos na hora do vamos ver. Sem contar que o abuso no consumo de álcool no país torna esse cenário ainda mais frágil.

Já imaginou o pepino, uma gravidez indesejada durante o intercâmbio em outro país, © David Prado | Dreamstime.com

Já imaginou o pepino? Uma gravidez indesejada durante o intercâmbio em outro país. © David Prado | Dreamstime.com

Uma pesquisa publicada na International Journal of STD and AIDS mostrou que 76% dos entrevistados afirmaram ter tido relações sexuais sem proteção após uma noitada. O número de mães jovens que afirmam ter tido uma gravidez indesejada chega a 55%.

A Irlanda também figura no top da lista em nascimentos em toda a Europa. E isso não é difícil de explicar, pois a juventude irlandesa anda bem imprudente com o tema.

So, girls, camisinha na bolsa sempre, porque boa parte deles nunca tiveram aula de educação sexual, e métodos contraceptivos até outro dia era assunto tabu.

Segundo dados do HIV Ireland, um em cada cinco homens dizem não usar preservativo com parceiras casuais. Enquanto nós estrangeiros já chegamos procurando lugares para manter a saúde sexual em dia, como o Guide Clinic, 87% deles dizem que, apesar de saberem das clínicas gratuitas espalhadas pela Irlanda, não costumam visitá-las.

Alguns disseram não usar preservativo por conta dos altos preços. Hello, men! Até na loja de 2 euros tem condoms para vender.

Para as meninas, outra dica: se você pisou na jaca, pílula do dia seguinte sem hesitação. Antes, era a maior burocracia para consegui-la aqui na Irlanda, mas já faz um tempo que a Boots foi autorizada a comercializá-la sem a necessidade de prescrição médica.

10 pubs em Galway que você precisa conhecer

Impossível pensar na vida noturna da Irlanda sem destacar a forte presença dos Pubs na cultura local. Por conta disso, o intercâmbio também significa fazer parte dessa rotina para aproveitar a chance de conhecer os mais diversificados estilos, desde os mais tradicionais até os mais contemporâneos, afinal, merecemos curtir um fim de tarde atualizando as conversas – ou, para os mais boêmios, por que não emendar até a noite nos locais mais badalados? Tem para todos os gostos!

Galway também garante vida noturna agitada. © Nejron | Dreamstime

Galway também garante vida noturna agitada. © Nejron | Dreamstime

Os charmosos pontos de encontro de pessoas de todas as idades e nacionalidades estão espalhados por toda parte nas regiões centrais das cidades irlandesas. Em Galway, a 185 quilômetros de Dublin, não poderia ser diferente.

Embora seja uma cidade de interior, é vibrante e convidativa e para onde você direcionar o olhar, terá um Pub à sua espera, especialmente no percurso que envolve a Shop Street, principal rua do centro comercial da cidade.

The Quays

O The Quays é um dos pubs mais populares entre os turistas em Galway . @ Pepedrm _ Dreamstime

O The Quays é um dos pubs mais populares entre os turistas em Galway . @ Pepedrm _ Dreamstime

Um dos Pubs mais famosos e populares de Galway, o The Quays é bem localizado, na parte central de Galway. Oferece música ao vivo para todos os gostos, boa comida e um bar que vai até às 2h da manhã. Por ser bem conhecido, o público é uma grande mistura de turistas e locais e costuma ficar bem lotado na maioria das noites.

Seven Bar

O Seven Bar é daqueles lugares perfeitos para colocar a conversa em dia com os amigos ao final de uma semana. Com clima agradável, petiscos, drinks e sobremesas deliciosas, é uma ótima pedida para esticar a noite e curtir uma Live Music.

An Púcán Bar e Restaurante

O An Púcán é um dos mais antigos bares irlandeses, considerado um dos mais tradicionais. Transpira em seu ambiente e decoração o orgulho de ser “Irish”. É um ótimo lugar para se deliciar com a comida local e todos os tipos de cervejas. Fica aberto desde a manhã até a noite, bem pertinho da Eyre Square, no coração de Galway City.

Bar an Chaladgh

Tradicional Pub de Galway, o Bar an Chaladgh chama a atenção de quem passa por sua fachada vermelha e seu nome escrito em gaélico (idioma irlandês). Possui uma clientela mista de turistas e locais, em um ambiente intimista. Um ótimo lugar para curtir uma (ou mais) pint, ouvindo boa música. Quem aprecia um tipo peculiar de decoração remontando à história do país e seus costumes, vai se deliciar com esse pub.

Naughtons (Tigh Neactain)

Com mais de 130 anos de idade, este pub é repleto de história, conforto, música e ricos personagens. Costuma atrair um público bem eclético, misturando locais e turistas. Também imperdível para quem tem interesse em conhecer os melhores de Galway.

The Front Doors

Front Door Pub Galway_© Adrea _ Dreamstime

The Front Door tem um público fiel entre os brasileiros. Crédito: © Adrea _ Dreamstime

Ponto de encontro dos intercambistas brasileiros em Galway, o The Front Door é sempre uma ótima alternativa. Com atmosfera agradável, a comida é servida durante o dia inteiro e o bar à noite tem uma variedade grande de cervejas para você curtir o som do DJ, com um público mesclado entre várias nacionalidades.

Bierhaus

Famoso por suas cervejas artesanais (Craft Beers), o Bierhaus Pub se destaca pela qualidade das marcas comercializadas, tanto locais quanto internacionais. Se você tem curiosidade em provar uma variedade de Craft Beers, aqui é seu lugar. O local também oferece música ao vivo e uma atmosfera relaxante, típica dos pubs irlandeses.

Monroe’s

O Monroe’s também é um dos pubs mais frequentados pelos intercambistas brasileiros em Galway. Com a tradicional “noite latina”, realizada toda quarta-feira, o local virou ponto de encontro dos brazucas por aqui. Mas nem só de noite latina vive esse pub. Também acontecem vários shows e há um espaço que pode ser reservado para festas particulares. Também um bom lugar para assistir a jogos no telão.

The Oslo

Outra excelente opção para assistir aos jogos na big screen, com grande variedade de cervejas internacionais e locais. O Oslo também é popular pelo ambiente familiar, além de possuir área externa para curtir em dias de sol.

O’Connors Famous Pub

Autêntico e tradicional pub irlandês, o O’Connors Famous Pub atravessa três gerações. Com 75 anos em funcionamento, mantém uma atmosfera que transpira a história irlandesa em cada cantinho. É o tipo de lugar mais calmo, com boa música ao vivo e variedade de pints, porém não servem comida. Ótimo para jogar conversa fora com a turma.

Pubs na Irlanda no Norte: Belfast

É bem verdade que existem vários pontos turísticos para conhecer na cidade de Belfast, na Irlanda do Norte, porém, além de locais históricos e o famoso museu do Titanic, há muito o que fazer na cidade.

Quem foi na cidade, garante que a vida noturna não deixa a desejar, com opções para todos os gostos, gente bonita e animada. Entre as opções, também estão os tradicionais pubs irlandeses, que não podem deixar de ser visitados por quem se aventura pelo norte da Ilha Esmeralda.

Então, se você está a caminho ou tem curiosidade de visitar Belfast, ou está na dúvida do que fazer na Irlanda do Norte, selecionamos alguns endereços que você certamente vai adorar conhecer na capital norte-irlandesa.

Por mais que existam opções para todos os gostos e preferências, uma coisa é certa: diversão e boas cervejas são itens presentes em todos os pubs!

1. Sunflower

O Sunflower é um pub que já até entrou para a história cinematográfica, após ter aparecido no filme “Good Vibrations”, de 2013. Foto: Instagram Sunflower

O Sunflower é um pub que já até entrou para a história cinematográfica, após ter aparecido no filme “Good Vibrations”, de 2013. Foto: Instagram Sunflower

Não é à toa que esse pub já foi eleito o melhor da cidade. Então, nada mais justo do que ele começar a lista.

O Sunflower é um pub que já até entrou para a história cinematográfica, após ter aparecido no filme “Good Vibrations”, de 2013, o que foi uma honra para o estabelecimento norte-irlandês.

Pois bem, quanto às cervejas, um dos principais motivos que levam as pessoas a visitarem os pubs, as opções são variadas: por mais que exista apenas uma cerveja de barril, as geladeiras são repletas de rótulos de produtores locais.

É possível tomar um pint de cerveja por £ 3,30. O Sunflower fica na Union Street, 65, e o estabelecimento fica aberto das 12h à 1h.

2. Dirty Onion

O Dirty Onion recebia o famoso uísque Jameson. Chegando no local a impressão que dá é que o local pegou fogo.Reprodução: Dirty Onion

O Dirty Onion recebia o famoso uísque Jameson. Chegando no local a impressão que dá é que o local pegou fogo.Reprodução: Dirty Onion

Se você ainda está procurando o que fazer na Irlanda do Norte e gosta de um ambiente mais escuro, então o Dirty Onion é perfeito para você.

Historicamente, esse era um lugar que recebia o famoso uísque Jameson, e a impressão que dá ao entrar lá é de que o estabelecimento acabou de pegar fogo, ou algo do tipo, o que cria uma atmosfera bem bacana.

Além de ser um pub escuro, o teto é bastante rebaixado, o que pode dar uma certa sensação de claustrofobia, mas que contribui com as características do local.

O Dirty Onion também tem várias cervejas de produtores regionais e conta com músicas folk durante a noite.

A pint mais barata custa £ 4,00, e o pub fica na Hill Street, 3. O funcionamento do local é de segunda a domingo, do meio dia à 1 da manhã, com exceção dos domingos, em que o expediente acaba à meia-noite.

3. Bittles Bar

Bittles bar tem um visual bastante interessante, flores na entrada e dentro fotos de personalidades da Irlanda do Norte. Foto: William Murphy / Flickr

Bittles bar tem um visual bastante interessante, flores na entrada e dentro fotos de personalidades da Irlanda do Norte. Foto: William Murphy / Flickr

Esse pub de esquina tem um visual bastante interessante. Antes de entrar, o visitante encontrará lindas flores, e quando estiver lá dentro, verá retratos de algumas das personalidades da Irlanda do Norte.

Como não poderia deixar de ser, as cervejas mais presentes são as locais, mas o Bittles também oferece algumas opções internacionais, como cervejas escocesas e belgas.

Com pints que também partem de £ 4,00, quem quiser fazer uma visita ao Bittles Bar deve se dirigir à Musgrave Channel Road. De segunda a sábado, o pub fica aberto das 11h às 23h30.

4. The Crown

O pub possui confortáveis cabines, onde você pode se desligar do mundo enquanto toma uma pint de Guinness. Foto: Reading Tom / Flickr

O pub possui confortáveis cabines, onde você pode se desligar do mundo enquanto toma uma pint de Guinness. Foto: Reading Tom / Flickr

Não podemos falar sobre pubs em Belfast sem mencionar o The Crown. A antiga coaching house, construída na década de 1820, sofreu poucas mudanças em seus quase 200 anos de história.

O pub é conhecido por suas confortáveis cabines de mogno, onde você pode se desligar do mundo enquanto toma uma pint de Guinness. E só pra avisar, não fique assustado se os amigáveis moradores locais pedirem para se juntar a você. Uma vez que você consiga um assento aqui, não vai sair tão cedo.

E essas são apenas algumas das opções de pubs em Belfast. Existem muitos outros, então certamente vale dar uma explorada pela cidade para conhecer os segredos de cada cantinho.

5 pubs imperdíveis em Cork

Muito se engana quem acha que Cork é apenas uma pequena cidade da Ilha Esmeralda sem muita coisa pra fazer, principalmente quando o assunto é a vida noturna. Mesmo tendo diferenças em relação ao Brasil, como o horário de funcionamento dos locais, abertos até, no máximo, às 3-4h da manhã (SIM! Aqui tudo fecha bem mais cedo que no Brasil), os pubs e baladas da cidade sabem muito bem como agitar a noite. E acredite, existem opções para todos os gostos!

Como saber quais os melhores? Conversamos com alguns brasileiros que moram ou moraram em Cork (Obrigada ao pessoal da comunidade “Classificados Cork” pela ajuda!), e perguntamos quais os lugares que não podem faltar no roteiro de quem pretende conhecer a cidade. Dividimos o conteúdo em dois artigos que você não pode deixar de conferir.

No primeiro, apresentamos os 5 pubs imperdíveis:

The Oliver Plunkett

Anteriormente conhecido como Scotts Nightclub, o Oliver Plunkett é um tradicional pub irlandês, perfeito para quem busca uma boa música ao vivo em Cork. Com decoração feita de fotos antigas e citações interessantes de escritores famosos, quadros e pinturas que variam de Michael Collins até a visita de John F. Kennedy à cidade, na década de 60, o pub garante que, independente do lugar que você esteja, você verá coisas interessantes enquanto toma sua pint e conversa com seus amigos.

Ah! O pub também é um bom lugar para um café ou almoço durante o dia.  

Site | Endereço: 116, Oliver Plunkett Street

Sin É

Confira um pouquinho da música lá no Sin É…

Aberto desde 1889, o “Sin É” (tradução de “That’s It!” – ou “É isso!” em português), é um dos pubs mais tradicionais da cidade que tocam música Irish. Dicas para os fãs: O melhor da música irlandesa acontece às terças-feiras, a partir das 21h30 e às sextas-feiras e domingos às 18h30. Mas não se preocupe se for em qualquer outro dia da semana, pois sempre haverá música ao vivo de qualidade.

Endereço: 8, Coburg Street

Crane Lane Theatre

Crane Lane esta localizado nas ruínas de um antigo clube de cavalheiros no centro velho da cidade.vCreditos: Crane Lane Theatre.

Crane Lane esta localizado nas ruínas de um antigo clube de cavalheiros no centro velho da cidade.vCreditos: Crane Lane Theatre.

Localizado nas ruínas de um antigo clube de cavalheiros no centro velho da cidade, o Crane Lane oferece ambientes e bares elegantes com uma grande área aquecida para os fumantes, além, é claro, da música ao vivo todas as noites da semana. O lugar está sempre cheio, então a dica é chegar mais cedo e aproveitar!

Site | Endereço: Phoenix Street

Old Oak

O pub conta com um público mais maduro, mas que sabe se divertir.Créditos: Facebook The Old Oak.

O pub conta com um público mais maduro, mas que sabe se divertir.Créditos: Facebook The Old Oak.

Com música ao vivo todas as segundas, terças, quartas e domingos à noite e DJ para animar a galera, o pub conta com um público mais velho (acima dos 25 anos), mas que sabe como se divertir.

Site | Endereço: 113, Oliver Plunket St.

The Welcome Inn

O Pab é famoso por sua recepção calorosa no estilo irish. Créditos: Welcome Inn.

O Pab é famoso por sua recepção calorosa no estilo irish. Créditos: Welcome Inn.

Pub tradicional na cidade, aberto desde 1845, o Welcome Inn é frequentado por moradores e visitantes. É famoso por sua recepção calorosa no estilo irish e por seu ambiente pequeno e acolhedor, com muitas fotos da história de Cork. Ótimo lugar para quem quer conhecer mais sobre a cultura local através dos seus pubs.

Dica: Aos domingos eles tocam música Irish das 18h às 20h.

Site | Endereço: 24, Parnell Place

E a cidade ainda conta com inúmeras outras opções. Basta andar por aí para conferir!

Gatos, pubs alternativos e fogo no cabelo - Hevialand#18

Primeiro #HeviaResponde aqui no Hevialand, e hoje a Carol responde as perguntas que vocês enviaram via Instagram, sobre restaurantes vegetarianos, pubs, design na Irlanda, gatos e curiosidades. :)

7 festivais curiosos e imperdíveis na Irlanda

A cultura e a tradição irlandesas são inquestionavelmente importantes para os cidadãos da Ilha. Eles preservam isso como poucos no mundo. São inúmeras as formas de celebrar suas raízes, mas, algumas vezes, isso pode soar estranho, principalmente por pessoas que não nasceram na Irlanda.

Os irlandeses preservam a cultura e a tradição como poucos lugares do mundo. Foto: Dreamstime

Os irlandeses preservam a cultura e a tradição como poucos lugares do mundo. Foto: Dreamstime

Juntando o inusitado com o senso de humor único que só o irlandês tem, surgem eventos que, de tão curiosos, atraem cidadãos e turistas de toda parte do mundo. Juntamos sete festivais em que é impossível olhar e não se perguntar: WHAT?

Espantalhos têm festa própria em Durrow

Festivais na Irlanda podem ser bem esquisitos. Foto: Divulgação

Festivais na Irlanda podem ser bem esquisitos. Foto: Divulgação

A cidade de Durrow, no condado de Laois, fica animada no mês de agosto com um festival de espantalhos. Isso mesmo, aqueles “homens de palha” feitos para proteger a colheita.

O Durrow Scarecrow Festival  acontece no final de julho e começo de agosto. A ideia é escolher as criaturas mais criativas feitas para espantar os corvos das plantações.

Enquanto isso, o público se diverte com feiras, comidas, bebidas e diversas atrações como tiro ao alvo e um aviário com exposição de pássaros da região.

Bode é coroado rei em Killorglin

Festival em Limerick coroa o bode Puck .Foto: Steven Cukrov/Dreamstime

Festival em Killorglin coroa o bode Puck. Foto: Steven Cukrov/Dreamstime

Em Killorglin, um bode é o homenageado de um festival que celebra a produtividade da colheita. O animal, que possui até uma estátua na cidade, é chamado de Puck Goat.

Segundo as lendas, ele representa um símbolo pagão da fertilidade e um ano frutífero de plantações.

A Puck Fair dura três dias em agosto. Acontecem feiras de cavalos e gados, além da coroação simbólica do bode Puck, que reinará durante todo o tempo do festival.

Ordenhar a cabra é tradição em Offaly

Cabras e bodes são mesmo um símbolo forte para os irlandeses. O Milking of the Goat Festival — ou festival de ordenhar as cabras — aconteceu sempre no início da primavera no condado de Offaly, em Bracket Stones, Spink Hill.

Há muitos costumes celtas que são associados ao festival e às Montanhas Slieve Bloom. A ordenha da cabra é um deles.

Durante as festividades, os moradores contam histórias antigas sobre a região. Além da ordenha, a cabra é coroada com guirlandas de flores.

Caçada aos duendes

Festivais na Irlanda. Carlingford, onde fazem uma caçada por eles em troca de prêmios em dinheiro. Foto: Wavebreakmedia/Dreamstime

Festivais na Irlanda. Carlingford, onde fazem uma caçada a duendes em troca de prêmios em dinheiro. Foto: Wavebreakmedia/Dreamstime

Carlingford, no condado de Louth, realiza uma caçada a duendes na Slieve Foy Mountain, local que se tornou uma Área de Proteção Especial da União Europeia para “pessoas pequenas”.

Sim, há um local onde a própria UE considera “sagrado” para os duendes. Se eles existem, eu não sei, mas o leprechaun é um dos símbolos da Irlanda e está estampado em qualquer objeto turístico.

Para dar vida ao festival, os organizadores se baseiam em uma lenda na qual o terno e os ossos de um duende foram encontrados na montanha por um empresário. Hoje, ainda “habitam” leprechauns no local.

Pelo menos, é essa a ideia do National Leprechaun Hunt, quando é possível “achar” 100 deles. Quem conseguir caçá-los, poderá trocá-los por dinheiro no final do evento. Programe-se para o caça do próximo ano.

Campeonato de lançamento de feno

A cultura rural é tema do Trim Hay Making Festival, que normalmente acontece em junho, em Scurlogstown Olympiad, condado de Meath. O evento tem diversas atrações ligadas ao mundo rural como música folclórica e country, danças e comidas típicas, entre outras formas de entretenimento.

Competições bem diferentes estão na agenda da programação. Entre elas, os presentes apostam para adivinhar qual o peso do gado. Outro jogo premia quem conseguir lançar mais alto um fardo de feno e transpassá-lo entre duas traves.

Prêmio para quem conseguir comer mais chicken wings apimentadas

Festivais curiosos na Irlanda na cidade de Bray contam com Chicken Wings @ Foodio/Dreamstime

Festivais curiosos na Irlanda na cidade de Bray contam com Chicken Wings @ Foodio/Dreamstime

Quem vem para a Irlanda aprende que chicken wings é um dos pratos principais dos restaurantes. Algumas vezes, porém, elas são muito (mas muito mesmo) apimentadas.

Imagina um festival onde o intuito é saber quem consegue comer mais chicken wings em um tempo determinado ou conseguir comer aquela asinha de frango com muita pimenta? Sim, existe, e acontece em julho na cidade de Bray.

O Wings Food Fest é, além de tudo, um encontro para apaixonados pelo prato com muita música, entretenimento, gastronomia e descontração para toda família.

Festival para arranjar marido ou esposa

Pub de Lisdoomvarna onde a tradição do Matchmaking Fest começou. Foto: Graphicjet/Dreamstime

Pub de Lisdoomvarna onde a tradição do Matchmaking Fest começou. Foto: Graphicjet/Dreamstime

Sabe aquele programa do Silvio Santos onde homens e mulheres se encontram em busca de um novo amor? Pois o Lisdoonvarna Matchmaking Festival é basicamente igual, porém em forma de festa. O tradicional baile realizado na cidadezinha Lisdoonvarna, no condado de Clare, que possui apenas 800 residentes.

Matchmaking é uma tradição irlandesa antiga na cidade. As pessoas se encontravam em um dos pubs e o amor ali florescia, principalmente na época das férias da colheita. O local acabou sendo ponto de encontro entre a população rural para arrumar um casamento.

Hoje, o festival tem proporção maior e reúne shows de música country, DJs, restaurantes e diversas atrações diferentes. Normalmente acontece no final de agosto ao final de setembro. Durante a semana, acontecem eventos menores, como encontros para dançar a dois.

Quem são os 6 Djs irlandeses que estão em alta na Irlanda

Quando o assunto é a vibe musical, chega a ser um grande pecado achar que os grandes nomes e casas de shows da Irlanda resumem-se à sua capital Dublin. Belfast, Cork, Galway e, até mesmo, cidades menores, como Waterford e Sligo, oferecem boas opções de eventos e festivais, durante todo o ano.

 Já se perguntou quem são os djs mais famosos da Irlanda? © Corepics Vof | Dreamstime.com

Já se perguntou quem são os djs mais famosos da Irlanda? © Corepics Vof | Dreamstime.com

Diversos djs que passaram por Dublin, como Illusionize, Vintage Culture, Cat Dealers e outros confirmaram que a cidade tem um público com uma vibe única. Mas por que não falar dos djs que são irlandeses e estão super em alta agora? Confira abaixo uma lista com os djs irlandeses em quem você deveria ficar de olho.

Sobre Gavin Lynch, ou melhor, Matador, não há muito o que falar… só sentir! Ele, que já ganhou prêmios como DJ Award for Best Electronic Live Performance e DJ Award for Ibiza Live Performance, é velho conhecido em terras brasileiras e está sempre nos surpreendendo com suas criações, que entregam sonoridade única em conjunto com uma apresentação marcante e arrebatadora.

Após ficar cerca de um ano apenas produzindo em estúdio, foi o dj Richie Hawtin  que descobriu o som impecável que ele faz e o apresentou ao mundo. Matador é conhecido por estudar muito seus equipamentos e dedicar grandes períodos de foco em suas criações. Por isso, os seus live sets são sempre únicos e com uma densidade na qual poucos conseguem mergulhar.

Ejeca

Natural de Belfast, esse dj que sempre alucina a galera durante seus sets tem uma prioridade: música primeiro, hype depois. Fascinado por produção musical desde adolescente, Ejeca cruzou com os meninos do Bicep e, após longos 12 anos de trabalho intenso, o momento de glória veio quando o midas da música eletrônica, Pete Tong, nomeou duas de suas tracks como ‘Essential Tune of the Week’, no seu programa BBC Radio 1.

Atualmente, Ejeca carrega uma reputação consolidada de altíssima qualidade com suas tracks de house e techno e se apresenta mundialmente ao lado de grandes nomes da cena. Aperte o play para conferir esse set incrível no Ava Festival.

Bicep

House, disco, funk, techno, italo cosmic. Com uma descrição dessas, você pode imaginar que vem coisa boa e fora da casinha. Composto por Andy Ferguson and Matt McBriar, Bicep é um duo que sem dúvidas vem mostrando um trabalho muito consistente e de alta qualidade na cena tech house UK.

Amigos desde infância, eles criaram um blog chamado “Feel My Bicep”, onde eles postavam músicas com referências da disco, chicago house, detroit techno e algumas influências de italo house.

Em 2015, eles, de fato, vieram ao mundo após se apresentarem no festival AVA em Belfast e terem seu set filmado pela Boiler Room. Desde então, fizeram tours pelos EUA, Japão e Europa, e certamente são um nome pra você ficar de olho. Confira o set do duo na aclamada Printworks em Londres.

Rebuke

Com certeza, se você curte música eletrônica, você deve ter escutado esta música no set de algum dj por aqui: 

Depois de cair no gosto de Annie Mac e Pete Tong, Rebuke, que é um menino novo, está dominando a cena do tech house UK. Ele cria um som que mistura house, techno, rave e uma pitada do eletrônico dos anos 90, conseguindo, assim, um som único que virou sua marca registrada.

Rebuke, que já teve a sua própria festa aqui em Dublin, a “Outhouse”, tornou-se um sucesso e recebeu djs como Solardo, Camelphat, Darius Syrossian, Mela Dee, Ejeca e Huxley. Recentemente lançou sua última track “Take That Back”, além de seguir para sua primeira grande turnê nos EUA, Canada e Austrália.

Kettama

Taca mais underground que tá pouco. Kettama é natural de Galway e se destaca por uma impressionante lista de tracks que vão do lo-fi atmosférico,  ao house e ao techno bunker, que deram a ele uma posição de destaque na lista de talentosos djs irlandeses .

Festivais como Life Festival e o Boxed Off já curtiram a sua vibe. Neste último, inclusive, ele dividiu o mesmo palco que o dj Patrick Topping e Armand Van Helden. Hoje ele se apresenta em festivais de peso como o Parklife e o Glastonbury e, também, no Higher Vision, aqui na Irlanda.

Boots & Kats

Boots & Kats são um duo que tem fama de sacudir a plateia em todo lugar onde eles se apresentam, com um som que vai da disco e as influências do funk ao tech house UK. Os meninos consagraram-se quando foram residentes para o selo Toast Dublin, um dos coletivos mais famosos da cena eletrônica underground em Dublin.

Com uma habilidade incomparável de se conectar com o público durante os sets, os meninos trazem no currículo apresentações em diversos shows na Europa, ao lado de djs como Joey Negro, Annie Mac e Kölsch. No entanto, eles são famosos por seus sets nos festivais de música eletrônica na irlanda. 

Apesar dos djs talentosos, clubes enfrentam desafios na Irlanda

Dia após dia, vemos clubes sendo fechados aqui em Dublin, como foi o caso do Hangar, depois o District 8. Especulam por aí que o Bernard Shaw também não está numa situação muito confortável.

Além dos recorrentes fechamentos dos clubes, convivemos com severas regras para abertura e fechamento dos que ainda restam, onde nos vemos obrigados a encerrar a nossa diversão até as 3h da manhã. Mesmo assim, as opções de diversão são múltiplas: pequenos clubes e late night pubs ficam lotados de gente querendo curtir até o último minuto, enquanto os produtores, frequentadores, músicos e toda galera que faz a cena acontecer fazem parecer que esse sonho nunca vai acabar.

The George: a balada gay de Dublin

Na Irlanda, não dá para falar da comunidade LGBTQ+ na Irlanda sem lembrar de um verdadeiro patrimônio da capital Dublin, a The George. O night club é o mais antigo da cidade e recebe centenas de pessoas em busca de diversão e paquera.

O E-Dublin selecionou dez motivos para quem está em Dublin conhecer esse templo da diversidade.

1- A The George faz parte da história LGBTQ+ da Irlanda

The George é o ponto gay mais antigo de Dublin e a principal balada da comunidade LGBT. Foto: Alessandro0770/Dreamstime

A The George é um clube gay, o mais antigo de Dublin. Localizado na George Street, ele existe desde os anos 1980, quando era a única opção LGBTQ+ na cidade. Passados mais de 30 anos, continua reinando nas noites da capital. Ela é um dos motivos para dizer que sim, a Irlanda é um destino para gays.

2- Você pode dançar todos os dias

Palco montado no centro da balada vira pista de dança depois da apresentação das drags. Foto: Divulgação

Não tem por que reclamar de falta do que fazer nas noite de Dublin. A The George fica aberta diariamente. Ou melhor, noturnamente. É possível curtir a balada sete noites por semana. E o incrível é cada noite ser diferente da outra.

3- Sábado: o karaokê mais divertido da cidade

A drag Veda é uma das principais hostess da The George. Foto: Reprodução/Facebook

Se a escolha é ir em um sábado à noite para a The George, a diversão é certa. O karaokê leva o público ao delírio, com a apresentação de verdadeiros artistas, mas também ao riso, quando as drag queens que comandam a noite resolvem esculachar um candidato que foi bem mal na cantoria.

4- Domingo: bingo e gargalhadas

Domingo é dia do divertido Bingo com a drag Shirley Temple Bar. Foto: Reprodução/Facebook

E já imaginou ir para uma balada para dançar e ainda sair de lá com o bolso recheado de euros? Aos domingos, a The George realiza o bingo mais animado da Irlanda. A drag queen Shirley Temple Bar comanda a noite com chamadas divertidíssimas para os números sorteados. Quem ganhar a “snow ball” acumulada pode sair da balada cheio da grana.

5- Mais noites temáticas

Bunny e Phil T Gorgeous comandam as segundas-feiras na The George com o Win, Lose or Drag. Foto: Reprodução/Facebook

Além do karaokê e do bingo, todas as noites são temáticas na The George. Às segundas, Bunny e Phil T Gorgeous comandam diversos games no Win, Lose or Drag. A drag Dolly Grip é responsável pelas noites de terça com apresentação de várias drags. Veda comanda as quarta-feiras, com uma playlist mais alternativa. Davina Devine é a hostess das quintas, com muito lip sync e comédia. Já a animada festa Glitter Bomb acontece às sextas-feiras, com gogo boys, gogo girls e música boa a noite toda.

6- Drags, as rainhas da noite

Drags são o cartão postal da The George. Foto: Reprodução/Facebook

E falando em noites temáticas e as suas hostess, não tem como não falar do colorido das drag queens durante as noites na The George. Davina Devine, Dolly Grip, Veda, Pixie Woo, Shirley Temple Bar são fabulosas e dão um ar retrô de um verdadeiro club gay dos anos 80, cheio de performances e gargalhadas.

7- Pop, pop, pop

A discotecagem não deixa por menos. Apesar de tocar hits do momento, a The George não deixa de celebrar os ícones gays de todos os tempos. Para isso, além de adicionar na playlist clássicos como I Will Survive, Like a Virgin e I Wanna Dance With Somebody, a casa promove festas específicas em homenagem a grandes estrelas gays como Madonna, Cher, Britney Spears, David Bowie, entre outros.

8- Shows e performances ilustres

As drags Davina Devine e Dolly Grip, hostess da The George. Foto: Reprodução/Facebook

Daí você pensa: tá, legal… Mais um club na cidade para dançar. Não! Não é só isso. A The George também vira uma casa de show com apresentações internacionais. O palco se transforma para receber grandes nomes do universo Drag Queen do mundo todo. Prova disso são apresentações das drags do programa RuPaul’s Drag Race e de performers e grupos musicais. Já passaram pela The George Charlie Rides, Joey Arias, Bianca Del Rio, o grupo VengaBoys, entre outros.

9- Decoração inusitada

Grandes estátuas de corpos masculinos e dezenas de espelhos fazem parte da decoração. Foto: Divulgação

Ao percorrer os dois pisos da The George, você vai reparar que a decoração não é nada comum. Estátuas de homens musculosos misturadas a anjos dão um tom melancólico e, ao mesmo tempo, ousado ao ambiente escuro e cheio de espelhos. O grande globo no meio da pista de dança tem um ar bem gay anos 80. Fora o balcão, que fica no meio do espaço no solo, onde é possível beber bons drinks enquanto assiste às drag queens. O mesanino no andar de cima também é um bom visual para assistir aos shows.

10- Um local de celebração

A The George é o lugar perfeito para celebrar com os amigos. O ambiente multicolorido não dá espaço a julgamentos ou preconceito. Você pode se vestir como quiser, cantar como quiser e dançar horrores, como se ninguém estivesse olhando. Vale a pena, sendo parte da comunidade LGBTQ+ ou não, passar uma noite muito divertida no clube gay mais antigo da capital irlandesa.

By the way, a The George celebra a Dublin Pride Parade no sábado, 29 de junho, a partir das 14h30, com uma festa temática e exclusiva.

Curiosidade: Rural Pub Tours na Irlanda

Precaução e cuidados nas estradas irlandesas.  Assim surge um novo serviço de transporte público para pubs rurais da Irlanda. A iniciativa visa combater pessoas alcoolizadas dirigindo pelas estradas, além de proporcionar mais viabilidade para estabelecimentos que estão distantes do centro, mas que também são pontos turísticos.

O serviço foi anunciado pelo ministro dos Transportes, Shane Ross. O transporte será testado a partir do final de junho até dezembro. Serão cerca de 50 rotas de ônibus que começam a funcionar em 19 municípios de toda a Irlanda.

Condados atendidos

Pub Kytelers Inn, na cidade de Kilkenny, receberá o novo serviço de ônibus. Foto: Littleny/Dreamstime

Pub Kytelers Inn, na cidade de Kilkenny, receberá o novo serviço de ônibus. Foto: Littleny/Dreamstime

Espera-se que Wexford veja o maior número de rotas de ônibus (12), seguido por Carlow, Kilkenny e Wicklow, que receberão seis serviços. Os ônibus operarão às sextas e sábados, das 18h às 23h.

Direção sem álcool

Os serviços são uma extensão das rotas de ônibus existentes da Local Link, operadas pela National Transport Authority, e fazem parte do objetivo do Ministério em reprimir a direção por pessoas alcoolizadas.

Segundo ele, o transporte público será uma ferramenta importante para o combate a acidentes de trânsito. As regras da Irlanda permitem 50 miligramas de álcool por 100 mililitros de sangue para motoristas experientes.

Pubs rurais

Johnnie Fox’s Pub é um dos mais antigos da Europa e está localizado em Wicklow. Foto: Daniel M. Cisilino/Dreamstime

Johnnie Fox’s Pub é um dos mais antigos da Europa e está localizado em Wicklow. Foto: Daniel M. Cisilino/Dreamstime

Diferentemente dos pubs do centro de Dublin, outros estabelecimentos distantes da cidade podem dar uma experiência diferente para o público, com paisagens exuberantes, comidas e música típicas e cervejas com fabricação própria.

Entre os chamados “pubs rurais”, alguns são bem estruturados e reconhecidos internacionalmente. Um dos mais chamativos e turísticos, localizado no condado de Wicklow, é o Johnnie Fox. Ele é famoso por ser o mais antigo pub da Irlanda.

O site lovin.ie listou os dez melhores pubs rurais que se é preciso conhecer antes de morrer. Entre eles, estão Duffs Bar (Tyrone), Foxy John’s (Kerry), The Honk Bar (Clare) e Creedon’s, Top of Coom (Kerry).

Pub “rural” Crawl

Foto: Brian Scantlebury/Dreamstime

Wexford terá maior número de rotas de ônibus para pubs rurais. Foto: Brian Scantlebury/Dreamstime

Assim como os tradicionais pub crawl nos principais bairros de Dublin, existem empresas que fazem tours específicos para os pubs rurais, como o Rural Pub Tours, que organiza passeios pelas áreas rurais da Irlanda e seus pubs. Como eles mesmo dizem, é um “verdadeiro sabor da vida rural”.

A Irlanda também tem seu Gastropub

Conheça o Brickyard, um gastropub na zona sul de Dublin, na Irlanda!

Bebidas alcoólicas ficarão ainda mais caras na Irlanda

O governo da Irlanda quer acabar com bebidas alcoólicas baratas até o fim do ano de 2019. As regras variam os preços do álcool, aumentados para 10 centavos de euro por grama de álcool. Isso significa que o preço mínimo para uma lata de cerveja com 5% de álcool por volume será de € 1,97. O mínimo para uma garrafa de vinho com 12,5% de álcool será de € 7,40, enquanto uma garrafa de uísque com 40% de álcool custará, pelo menos, € 22.

Serão aumentados 10 centavos de euro por grama de álcool nas bebidas alcoólicas na Irlanda. Foto: Pxhere

Com as novas regras, o jornal Irish Mirror calculou alguns preços baseados nos valores atuais, no supermercado Tesco. Uma garrafa de vodka subirá de € 12,99 para para € 20,71. O gim, que atualmente custa € 15,99, vai custar € 20,71.

Eunan McKinney, da Alcohol Action Ireland, disse ao Irish Mirror que a medida se esforça para garantir que o álcool mais barato e mais forte disponível no mercado não seja vendido por menos do que um preço que reflita o nível de álcool contido no produto. Ele ressaltou que os irlandeses estão acima da média na União Europeia em termos de consumo de álcool. “Se pudermos reduzir o consumo de álcool, poderemos reduzir os níveis significativos de danos relacionados ao álcool”.

Vale lembrar que a Irlanda também tem muitas regras e restrições para a compra de bebidas alcoólicas.

Os planos para introduzir o preço mínimo do álcool devem ser aprovados pelo Gabinete dentro das próximas duas semanas. A Federação de Bebidas Alcoólicas da Irlanda disse, em um comunicado, que a indústria de bebidas é a favor de combater a venda de álcool barato para reduzir o uso indevido de álcool. No entanto, ela destaca que a República da Irlanda “já tem o segundo maior preço do álcool na UE, de acordo com o último relatório do Eurostat.”

Pub para quem não bebe bebida alcóolica

“The Virgin Mary”. Esse é o nome do primeiro pub sem álcool de Dublin. Localizado na Capel Street, o local oferece uma variedade de vinhos, cervejas e coquetéis, todos sem álcool. Apesar das dúvidas sobre se funcionaria, os sócios Vaughan Yates e Oisin Davies, especialistas no campo de bebidas, viram uma lacuna no mercado depois de perceber uma crescente demanda por bebidas sem álcool na capital irlandesa.

The Virgin Mary, pub localizado na Capel Street, em Dublin, oferece apenas drinks sem álcool. Foto: Divulgação

A Irlanda já é conhecida como um país onde se bebe sem moderação, e o consumo de álcool está acima da média da União Europeia. Porém, não é difícil ver algum irlandês feliz consumindo uma cerveja sem álcool. Afinal, 25% da população irlandesa não bebe álcool.

Comuns em pubs, os drinks sem álcool agora são a bola da vez no The Virgin Mary. O cardápio inclui coquetéis sem álcool, como o próprio The Virgin Mary, quente e apimentado, e um Cedar’s Spritz, com gim sem álcool e vinho não alcoólico.

Um dos drinks saborosos e coloridos, mas sem álcool, servido no The Virgin Mary. Foto: Divulgação

Das cervejas sem álcool, uma carta com vasta seleção, além do Raven Nitro Coffee, um substituto da Guinness e sem um pingo de álcool.

NIghtclubs famosos em Dublin

The Wright Venue

The Wright Venue foi premiado por diversas vezes como o melhor de Dublin. Foto: Pixabay

The Wright Venue foi premiado por diversas vezes como o melhor de Dublin. Foto: Pixabay

Este nightclub foi premiado por diversas vezes como o melhor de Dublin. São 12 salas, com experiência única, e sete bares espalhados pelos seus três andares. The Wright Venue já foi palco dos melhores DJs do mundo e de shows de superstars. Recebe, aos finais de semana, milhares de frequentadores que vão curtir os diferentes gêneros musicais. Entretenimento para todos os gostos.

Copper Face Jacks

Mais um entre os melhores nightclubs de Dublin, inaugurado em 1995. Dispõe de três ambientes e é um dos mais populares da cidade, principalmente entre os estudantes. Lugar ideal para conhecer gente nova, com muita paquera e diversão. Também bastante procurado para organizar festas e eventos.

Krystle

Aberto em 2007, o Krystle Nightclub é direcionado para o público mais maduro e seleto. Seu layout permite festas mais reservadas e intimistas, mas não menos animadas. Também recebeu várias vezes a premiação de melhor nightclub de Dublin.

Rael Pimenta
Rael Pimenta, Mineira, casada, mãe de dois meninos, jornalista por formação, empreendedora, amante de viagens e causos da vida real. Apaixonada pela Irlanda desde 2011, quando desembarcou na Ilha para um intercâmbio.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar