‘Host family’: conheça os prós e contras da acomodação familiar

‘Host family’: conheça os prós e contras da acomodação familiar

Ana Carolina Brunelli

5 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Você sabe o que é “host family”? Se, durante o seu intercâmbio, você quiser mergulhar na cultura local e vivenciar de fato a rotina dos nativos, essa pode ser a melhor opção para você.

Morar em uma “host family” é uma experiência única e, literalmente, o melhor jeito de conviver com a cultura local de forma mais intensa. Afinal, você não apenas vai morar em outro país, mas viver dentro da casa de uma família e em contato com diversas tradições.

Sem contar que é uma excelente oportunidade de aprender e aperfeiçoar o idioma nativo, já que precisará se comunicar com os moradores e, consequentemente, sentirá necessidade de interagir com a família.

Porém, assim como tudo na vida tem os dois lados, com o programa de “host family” não é diferente. Por isso, hoje listaremos os prós e contras de escolher realizar um intercâmbio dessa forma. Assim, ficará mais fácil para você se decidir.

O que é ‘host family’?

‘Host family’ é uma família que acolhe um intercambista para viver com ela durante o intercâmbio. Foto: National Cancer Institute/Unsplash

“Host family” é uma opção de hospedagem para quem deseja realizar um intercâmbio na Irlanda, mas não abre mão de estar inserido na rotina de uma família estrangeira.

Esse é um programa muito ofertado por escolas e agências e que possibilita ao estudante a chance de dividir o dia a dia com os nativos. Geralmente, as famílias recebem um ou mais intercambistas e oferecem quarto, banheiro e, até, refeições.

Além disso, viver em uma casa de família — ainda mais com vários estudantes — pode ser uma boa chance de conhecer pessoas de outras nacionalidades e praticar o idioma. Porém, muitas vezes, a privacidade pode não ser a mesma, viu? Mas calma, analise ponto a ponto antes de tomar uma decisão!

Quem pode ficar acomodado em um ‘host family’ e quais são os tipos

Literalmente, qualquer pessoa que deseja estudar e morar no exterior pode ser acomodada em um programa de “host family”. Com passaporte em mãos, seguro de saúde, visto válido e curso de idioma fechado, é possível embarcar para o país e ficar na casa de uma família irlandesa.

Geralmente, escolas e agências de intercâmbio que apresentam esse tipo de programa exigem alguns requisitos para as famílias se cadastrarem e se tornarem uma opção de moradia para os intercambistas.

O que a ‘host family’ precisa oferecer?

Uma acomodação confortável é o mínimo que uma ‘host family’ deve oferecer ao intercambista. Foto: Garin Chadwick/Unsplash

Para garantir que o estudante tenha boas condições durante a sua estadia na Irlanda, algumas regras são exigidas pelas famílias que se inscrevem na modalidade “host family”.

É fundamental oferecer ao hóspede um quarto com cama confortável e roupas de cama adequadas — incluindo a troca semanal e a limpeza do ambiente.

Deve ser disponibilizado, ainda, um local para guardar as roupas, acesso a uma máquina de lavar roupas, além de uma mesa e cadeira no quarto para os estudos.

O banheiro pode ser individual ou coletivo, desde que seu acesso seja livre 24 horas por dia. Ventilação, aquecimento e iluminação, da mesma forma, devem ser adequados. E, em alguns casos, alimentação está inclusa.

Mas, caso não queira dividir quarto ou banheiro com ninguém, avise logo de cara a escola ou a agência. Assim, não correrá o risco de cair em uma família com outros estudantes no mesmo período que o seu. Claro que isso pode pesar no preço.

Para tomar a decisão certa, é importante colocar na ponta do lápis os seus objetivos e avaliar o que realmente vale a pena para você.

Leia também: Host family e intercâmbio: expectativa vs realidade

Quais são os benefícios de morar em uma ‘host family’?

Muitas vezes, as ‘host families’ preparam refeições para os estudantes. Foto: Stefan Vladimirov/Unsplash

Às vezes, as casas de família são a opção mais segura para quem vai morar fora pela primeira vez. Afinal, em muitos casos, os nativos são pessoas extremamente presentes e que buscam proporcionar a melhor experiência possível aos estudantes.

Ficar em “host family”, na maioria das vezes, pode ser uma chance única de vivenciar a cultura local em primeira mão, ser acolhido e literalmente se sentir em casa no exterior.

A rotina em um programa de “host family” poderá ensinar muito sobre a cultura e as tradições do país, proporcionar a chance de aprender a gastronomia típica e, provavelmente, você conseguirá desenvolver muito o idioma local.

Sem contar que os membros da família poderão se tornar grandes amigos e, até, levar você para explorar as maravilhas que o país tem a oferecer.

Leia também: Tipos de acomodação para estudantes na Irlanda

Pontos negativos de ficar em ‘host family’

Muitas vezes, as famílias têm um modo de vida muito diferente, e o intercambista pode estranhar. Foto: Daniel Cheung/Unsplash

1. Adaptação com a família

Existe um risco quando você opta por viver com uma “host family”: não se identificar com a família que o recebeu. Muitos intercambistas passam por essa experiência de não se adaptar ao estilo de vida da família e, por isso, podem pedir para trocar de casa ou, então, não viver um bom período de experiência por lá.

2. Dificuldade para se virar sozinho

A família que recebe, muitas vezes, torna-se sua rede de apoio no país, orientando sobre diversas situações. Ou seja, consequentemente, você se sente mais seguro e protegido assim.

No entanto, o ponto negativo é ficar dependente desse apoio, visto que uma das expectativas de um intercâmbio é aprender a se virar e fazer tudo por conta.

3. Falta de privacidade

Quem vive com uma “host family” que ama, naturalmente vai sentir em casa. Porém, às vezes, é preciso compartilhar praticamente todos os cômodos da casa com outras pessoas “desconhecidas”. Nesses casos, para quem ama ter privacidade e é mais reservado, talvez a “host family” possa não ser uma opção tão vantajosa.

Quanto custa ficar hospedado em uma ‘host family’?

Os gastos com uma ‘host family’ podem compensar por incluir refeições e contas da casa. Foto: Pxhere

Optar por uma “host family” pode ser uma alternativa mais econômica para o seu bolso, sabia? Geralmente, o preço pago para viver com uma família é muito mais acessível do que viver em uma residência estudantil ou alugar o próprio apartamento.

De modo geral, as famílias recebem entre $30 e $60 por dia de acomodação.

Na maioria das “host families”, você terá, ao menos, duas refeições incluídas (geralmente café da manhã e jantar) e isso, com certeza, vai ajudar a economizar muito em alimentação, gastando apenas com almoço, por exemplo.

E o mais legal é que você vai ter a oportunidade de conhecer os pratos típicos locais, pois comerá as refeições tradicionais preparadas por sua família.

As contas (energia, gás, água), em geral, também estão inclusas no valor pago mensalmente.

Leia também: Inverno na Irlanda: prós e contras de chegar no país nessa época

Onde encontrar uma ‘host family’ na Irlanda?

Se você vai fazer um intercâmbio na Irlanda e busca viver em uma “host family”, saiba que existem alguns sites específicos para isso. Selecionamos alguns deles:

Mas também é possível avaliar as opções em escolas de inglês e agências. Agora que você já sabe alguns pontos positivos e negativos de escolher um programa de “host family”, é hora de colocar na balança, decidir-se e correr para fechar o seu intercâmbio para a Ilha Esmeralda!

Independentemente de optar por essa modalidade ou não, uma coisa é certa: sua experiência na Irlanda será inesquecível.

Veja também

Quanto custa e como pagar por um intercâmbio

Ana Carolina Brunelli
Ana Carolina Brunelli, Formada em jornalismo pela UNIMEP. Criadora de conteúdo para redes sociais, com experiência em Diversidade & Inclusão. Esteve na Irlanda duas vezes e, desde a primeira vez no país, soube que Dublin era o seu lugar no mundo. Ama inspirar e incentivar as pessoas a viverem a incrível experiência de conhecer a Ilha Esmeralda.

Foto de capa: Sandy Millar/Unsplash

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar