Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Vistos

INIS anuncia substituição do cartão GNIB pelo IRP (Irish Residence Permit)

Elizabeth Gonçalves postou em 09 dez 2017

O INIS (Irish Naturalisarion and Immigration Service) anunciou que a partir desta segunda-feira, 11 de dezembro, os cartões GNIB deixarão de ser emitidos e serão substituídos pelo Irish Residence Permit (IRP). De acordo com o órgão, o objetivo da mudança é alinhar o registro e identificação dos imigrantes da Irlanda de acordo com os padrões já utilizados por outros países da União Europeia.

Inis substitui cartão GNIB pelo Irish Residence Permit. Foto: Asylum Archive

Inis substitui cartão GNIB pelo Irish Residence Permit. Foto: Asylum Archive

A partir de agora, quando você se registrar com a imigração pela primeira vez ou renovar o seu visto, você vai receber um cartão IRP. O procedimento continua o mesmo, sendo necessário, para quem mora em Dublin, agendar horário de atendimento com antecedência para aplicar para o visto. A taxa para emissão do cartão também permanece a mesma, 300 euros. Segundo o INIS, assim como o GNIB, o novo documento é muito importante e deve ser carregado com você o tempo todo.

Porém, salientamos que se você acabou de renovar ou possui visto válido, não há motivo para pânico, já que o cartão GNIB existente será válido até a sua data de expiração. Portanto, NÃO aplique para um IRP se você possui um GNIB válido – espere até o seu cartão expirar. A única exceção se aplica é para caso de perda ou roubo, neste caso é necessário avisar o INIS, que irá investigar e, se necessário, emitir um novo cartão, lembrando que mesmo assim você terá que pagar novamente a taxa de 300 euros para emissão do novo documento.

Cartão novo, regras antigas

resident-cardO Irish Residence Permit possui um novo layout e cores. Além do seu nome, data de nascimento, foto e número de registro, o cartão possui informações adicionais, como a descrição do seu tipo de visto, detalhando, por exemplo, se você possui permissão para trabalhar na Irlanda. O IRP também possui um microchip com uma cópia da sua foto, impressões digitais e as informações pessoais descritas acima, o que, segundo o INIS, torna o documento mais seguro contra fraudes.

Também é importante destacar que o Irish Residence Permit não dá nenhum direito adicional. Assim, as regras para os vistos e suas respectivas stamps permanecem as mesmas. O cartão também não oferece nenhum direito fora da Irlanda, devendo ser respeitadas as regras de viagem e imigração para os demais países da União Europeia.

Mudanças no registro

O processo para expedição do IRP é diferente em Dublin quando comparado com as demais cidades do país. No caso de quem mora na capital irlandesa, o cartão não será mais entregue no momento de emissão ou renovação do visto. A partir de agora, ele será enviado para o seu endereço pelos correios num período de 5 a 10 dias úteis. Portanto, tenha certeza de fornecer um endereço válido correto no momento de registro com a imigração.

No caso de quem se registrar fora de Dublin, o processo continua o mesmo, sendo que o oficial da imigração irá agendar uma data para você retornar ao escritório e coletar o seu IRP. Portanto, você também terá que esperar alguns dias para ter o seu cartão de registro em mãos.

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Elizabeth Gonçalves é jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há mais de um ano e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Pré-intercâmbio

Vai valer a pena investir em um intercâmbio?

1 semana atrás, por Colaborador E-Dublin
Dublin

Problemas com moradia na Irlanda preocupam setor de TI

2 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves