Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Conte Sua Historia

Intercâmbio depois dos 40 anos. Eu não estou sozinho

Colaborador E-Dublin postou em 14 fev 2017

Desde que comecei a escrever, muitas pessoas começaram a entrar em contato comigo, umas falando o quanto a minha coluna tem ajudado na sua tomada de decisão, outras relatando que a chama do intercâmbio, apagada por anos, reascendeu – e outras mais dividindo suas experiências aqui na terra dos “Leprechauns”. Sendo assim, o artigo de hoje vai contar um pouquinho da participação de algumas pessoas que foram gentis e resolveram dividir suas experiências comigo.

Foto: ViajeAqui

Intercâmbio depois dos 40 está ficando cada vez mais comum. Foto: ViajeAqui

Já que a febre de intercâmbio está invadindo todas as idades, resolvi bater um papo com a Juliana Vital, da Vital Intercâmbios, ela mesmo já relatou aqui no site a sua experiência assim que chegou na Ilha Esmeralda. Nos dias atuais o seu trabalho está voltado à assessoria de quem está querendo encarar um intercâmbio, então nada melhor que ela para nos dizer como é que o povo da “melhor idade” está se preparando para encarar esse desafio.

Segundo ela, nos dias atuais existem várias pessoas com mais de 40 anos interessadas em fazer intercâmbio, ou seja, não é mais nenhuma novidade ou aberração. O que muda um pouco é o perfil, que ao invés de ficar viajando por 1 ano, como é comum entre os mais novos, o pessoal com mais maturidade acaba optando por períodos menores, de 1 a 3 meses! “Este perfil não pode se ausentar por muito tempo do Brasil, devido às responsabilidades e família. Porém são pessoas que precisam aprender o inglês devido às oportunidades de trabalho”, justifica Juliana.

E isso faz bem sentido, pois já tive colegas de classe no meu intercâmbio, na minha faixa etária, que tem esse mesmo pensamento, como é o caso do meu ex-colega de sala, Cosmos Mendonça, consultor técnico em São Paulo, de 43 anos. Ele veio para Irlanda no final de 2014 para um período de 1 mês, nas férias de fim de ano, e juntou a oportunidade de estudar algumas semanas o idioma, com viagens para conhecer mais sobre a Irlanda.

Cosmos Cliffes

Cosmos Mendonça em um dos principais cartões postais da Irlanda, o Cliffs on Moher

Questionado sobre os motivos de vir nos dias atuais, aos 43, e a escolha da Irlanda, mais precisamente Dublin, ele me relatou: “Eu já havia realizado algumas viagens de curta duração, mas dessa vez resolvi pegar os 30 dias de férias e me dedicar na Irlanda. Escolhi a cidade pelo clima hospitaleiro e povo acolhedor, muito similar ao Brasil, além do custo benefício, já que hoje eu tenho condições de bancar sozinho essa viagem. Como o foco é o inglês e outros países são mais caros, fica um pouco complicado. Outra vantagem é que na Irlanda o estudante pode trabalhar. Quem sabe no futuro eu não resolva vir e ficar mais tempo”.

Foto: Mapa do Mundo

Foto: Mapa do Mundo

Outra pessoa carismática com quem troquei algumas palavras foi a Verônica Lemos, bancária aposentada e consultora administrativa, também de São Paulo, com 55 anos. Ela já foi um pouco mais ousada, pois está aqui na Ilha há mais de um ano e meio. O motivo que a trouxe para cá foi a visita ao filho em 2012, que estava fazendo intercâmbio. Ao chegar aqui e se deparar com a possibilidade de também encarar esse desafio, não teve jeito. Retornou em 2013, sozinha, para viver o que sempre teve vontade. “Eu percebo que poucos brasileiros têm informações sobre a possibilidade de realizar um intercâmbio, independente do seu poder aquisitivo e idade. Penso no quanto isso acrescentaria na vida das pessoas que ainda tem vontade, mas lhes falta coragem”. E ela ainda continua: “Já estou aqui há um ano e sete meses. Pretendo ficar todo o tempo usufruindo dos direitos que um estudante intercambista possui na Irlanda – desde as aulas de línguas, passando pela graduação até um Mestrado, quem sabe”.

Veronica Lemos e o Filho na Calcadas dos Gigantes

Verônica e o filho desfrutando do Giant´s Causeway

Estão vendo, eu não fui o único a me aventurar, e também não serei o último. O intercâmbio tem espaço para todos, não importa o tempo e sim o seu momento.

Esse texto faz parte da série Dublin para Maiores, assinado pelo nosso colunista Fabiano de Araújo e conta a perspectiva daqueles que decidem fazer intercâmbio na maturidade.

Sobre o autor:
Crédito Samantha Camelo
Fabiano de Araújo é gaúcho de carteirinha, mas catarinense de coração. Formado em Comércio Exterior, trabalhou 10 anos com exportação. Um belo dia resolveu largar tudo e encarar um intercambio próximo dos 40 anos, como forma de entrar na melhor idade realizando sonhos. Amante por viagens inesperadas está sempre com uma mochila pronta para encarar desafios. Resolveu compartilhar de sua aventura com os demais por acreditar que nunca é tarde para realizar sonhos.

Revisado por Tarcisio Junior
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

Trabalho

5 sites para procurar emprego na área de saúde

1 semana atrás, por Elizabeth Gonçalves
Conte Sua Historia

Um ano em Dublin: Mudança na percepção de vida

2 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Trabalho

Entenda como funcionam os direitos trabalhistas na Irlanda

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

15 eventos para curtir pela Irlanda em setembro

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Moradia

O lado obscuro do setor de TI na Irlanda

4 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Ensino Superior

Quais são as melhores universidades irlandesas?

1 mês atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

15 eventos para você curtir em agosto na Irlanda

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cursos de Inglês

Intercâmbio depois dos 50 anos

2 meses atrás, por Deby Pimentel