Intercâmbio na Irlanda: Mitos e Verdades

Intercâmbio na Irlanda: Mitos e Verdades

Publicidade E-Dublin

1 mês atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Tem coisas que os pré intercambistas ou os entusiastas em viagens internacionais pesquisam e pesquisam, mas que só descobrem na prática, após desembarcar no país escolhido. O post de hoje vem naquele estilo sincerão, em oferecimento da CI Irlanda, trazendo alguns mitos e verdades sobre a Irlanda, um dos destinos mais procurados pelos brasileiros para Intercâmbio.

“Na Irlanda chove todos os dias” = MITO!

Na Irlanda chove bastante, mas os dias ensolarados também existem por aqui.

Na Irlanda chove bastante, mas os dias ensolarados também existem por aqui.

Na Irlanda realmente chove muito, mas não são todos os dias que são assim. O clima daqui é o mais imprevisível possível. Faz sol, faz chuva, tempestade, arco-íris e ventania – às vezes tudo no mesmo dia, em poucas horas. Mas durante a primavera e o verão, o clima aqui é bem mais ameno, com dias seguidos de sol ou de pelo menos tempo seco. Já o inverno tem uma maior reincidência de dias chuvosos, mas isso não quer dizer que vá chover durante os 3 meses dessa estação seguidamente sem parar.

Uma verdade sobre o clima de Dublin é que durante o verão o dia é mais longo, com quase 17 horas de luz solar. Já no inverno, o dia é bem mais curto, começando a escurecer por volta das 15h30. Então esteja preparado, pois Ilha Esmeralda tem extremas diferenças climáticas, dependendo diretamente da estação do ano.

“Os Irlandeses são amigáveis com estrangeiros” = VERDADE!

A maioria dos irlandeses é simpática e adora um bom papo.

A maioria dos irlandeses é simpática e adora um bom papo.

É claro que toda regra tem exceções, mas uma das coisas que é praticamente unanimidade entre os intercambistas é de que os irlandeses são muito receptivos quando o assunto são outras nacionalidades. É quase impossível pegar um táxi, ir a um “pub raiz” ou sentar do lado de um senhorzinho no transporte público sem quem alguém te cumprimente ou puxe um assunto, principalmente se eles perceberem que você é estrangeiro(a). Além disso, os brasileiros, especialmente, são considerados simpáticos, alegres e “hard-workers” pelos nativos.

“Vou ficar fluente no Inglês em 6 meses” = MITO!

Obter a fluência no inglês dependerá de muitos fatores e principalmente do seu esforço.

Obter a fluência no inglês dependerá de muitos fatores e principalmente do seu esforço.

Aqueles que já vêm com uma boa base de conhecimento no Inglês pode sim ter uma evolução imensa durante os 6 meses de aulas, mas em um panorama geral, se você chega no país com um inglês muito básico, esse período não será suficiente para você sair fluente.

A fluência, em todos os aspectos de língua – speaking, listening e writing – só vem com muita dedicação. Nós consideramos que o período de 2 anos do visto de estudante (1 curso + 2 renovações) que nós, brasileiros, temos direito a passar por aqui, é o tempo ideal para evoluir na língua e conquistar a tão sonhada fluência.

Um detalhe importante: não se esqueça que sua evolução depende na maior parte de seu próprio esforço. Então fazer parte de grupos de conversação, buscar aulas extras e locais para interagir com os nativos também será de grande importância para sua evolução.

“Ninguém fica desempregado na Irlanda” = VERDADE!

Do subemprego ao mercado profissional, há vagas para todos.

Do subemprego ao mercado profissional, há vagas para todos.

A Irlanda está economicamente aquecida já há algum tempo. Existem, sim, muitas oportunidades de trabalho, mas é preciso correr atrás. O visto de estudante para quem vem à Ilha aprender inglês dá direito a trabalhar meio período. Além de ajudar com as despesas mensais, essa experiência também pode contribuir muito para sua evolução no idioma. Pode ser que no início do seu intercâmbio você não trabalhe com o que você exatamente gostaria. Mas tenha calma. Conforme seu inglês for evoluindo, as oportunidades vão se abrangendo. Mas uma coisa é certa, quando o assunto é empregabilidade, a Irlanda está entre os melhores cenários da Europa. Um exemplo claro é o da Ilha Esmeralda ter registrado o menor nível de desemprego dos últimos 14 anos em 2019.

“Não tem feijão na Irlanda” = MITO!

Tem feijão sim na Irlanda!

Esse é um grande mito dessa lista de mitos. Muita gente faz terrorismo quando o assunto é comida no intercâmbio, mas aqui na Irlanda encontramos praticamente tudo o que comemos no Brasil. E o que for muito específico da nossa terra, podemos encontrar nas lojinhas e restaurantes brasileiros no centro da cidade. Além disso, pelo fato da cultura alimentar aqui não ser muito diferente da nossa, encontramos alimentos básicos, como arroz, feijão, queijo, etc, facilmente nos supermercados – em alguns casos com algumas variação.

Existem muitos outros mitos e verdades que poderíamos continuar essa lista muito mais, mas você certamente descobrirá todos ao desembarcar por aqui. E se ainda tiver dúvidas, há também detalhes sobre o intercâmbio que só quem é especialista no assunto vai saber te dizer como funciona.

Gostou desse artigo? Siga a CI Irlanda no Instagram e fique por dentro de conteúdos como esse e muitos outros.

Se você estiver na Irlanda, também pode vir visitar nosso escritório:

CI Irlanda
Ormond Building 31-36 – Ground Floor
Ormond Quay Upper
Dublin 7 – Tel: +353 01 874 7095

Publicidade E-Dublin
Publicidade E-Dublin, Posts patrocinados exibem informações escritas e fornecidas pelo próprio anunciante/agência. Os editores do E-Dublin não têm relação direta com os anunciantes e não influenciam na mensagem.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar