Quanto custa um intercâmbio na Irlanda de 1 mês, 1 ano e 2 anos?

Quanto custa um intercâmbio na Irlanda de 1 mês, 1 ano e 2 anos?

Colaborador E-Dublin

4 semanas atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Se você está pensando em fazer um intercâmbio na Irlanda de 1 ano, 1 mês ou 2 anos, chegou a hora de saber quanto custa estudar por lá. O valor do intercâmbio vai depender muito do tempo de duração, tipo de programa, cidade escolhida e cotação cambial. Mas não é só isso, pois outros gastos também precisam constar no orçamento, como acomodação, passagem aérea, seguro-viagem, visto e por aí vai!

Ainda assim, a Irlanda é um dos destinos mais escolhidos pelos brasileiros, justamente pelo preço acessível e com o menor custo-benefício para quem pretende ficar no país por mais ou menos um ano. Além disso, a facilidade de viajar e a possibilidade de estudar e trabalhar na Europa atrai pessoas do mundo inteiro.

Dublin é a capital da Irlanda e costuma ser a cidade mais cara para se fazer um intercâmbio por causa do custo de vida e moradia. Porém, existem ótimas opções de escolas em Cork, Drogheda, Galway e Limerick.

Por causa da pandemia, tem muita gente aproveitando para começar as pesquisas e, quem sabe, fechar o programa para os próximos anos. Mas afinal, qual o valor de um intercâmbio para Irlanda em 2020?

Curso de férias: intercâmbio na Irlanda por um mês

É possível fazer intercâmbio na Irlanda por um mês. Foto: Element5 Digital/Unsplash 

Está pensando em dar aquela turbinada no inglês? Fazer um intercâmbio na Irlanda por um mês pode ser uma ótima oportunidade de melhorar o idioma. Essa opção é perfeita para quem quer aproveitar as férias de trabalho para estudar e, nos finais de semana, viajar para outras cidades e países da Europa.

Nesse caso, o ideal é que você já tenha um nível intermediário ou mais avançado do idioma para dar aquele upgrade. Mas se você não tem outra opção e pretende viajar para o exterior e estudar, um intercâmbio de quatro semanas é recomendado. Assim, você também poderá conhecer novas pessoas, viver o dia a dia da cidade como local e, de bônus, fazer uma imersão cultural!

Leia também: Intercâmbio na Irlanda para estudar, trabalhar e viajar em 2020

Vantagens e desvantagens em um mês de intercâmbio

O que mais atrai intercambistas para a Irlanda é o preço dos cursos. Essa é a principal vantagem para quem quer fazer um bom programa de intercâmbio. Além disso, é o país com menos burocracia.

Diferentemente de outros países, na Irlanda, o estudante não precisa de visto de estudante, apenas do passaporte para intercâmbio de um mês. O Brasil tem um acordo com a União Europeia, no qual brasileiros podem permanecer em países do bloco por, até, 90 dias, com visto de turista.

Por causa disso, não é necessário aplicar o visto, como é o caso dos estudantes que ficam o período de 8 meses. Porém, o estudante deverá apresentar corretamente toda a documentação exigida pela imigração irlandesa:

  • passaporte dentro da validade com 6 meses a mais da data de volta; 
  • carta de matrícula da escola;
  • comprovante de hospedagem ou carta de acomodação; 
  • seguro-saúde particular; 
  • passagem aérea de ida e volta; 
  • reserva financeira para se manter no país de, pelo menos, 500 euros.

Vale ressaltar que o visto de turista permite estudar por, até, três meses, mas não dá direito a trabalhar. Outra desvantagem é que, por ser um país muito procurado pelos brasileiros, você não vai desapegar 100% do português. Portanto, se optar por esse programa, tente praticar o máximo que conseguir.

Quanto custa um intercâmbio de quatro semanas na Irlanda?

Os valores podem mudar de acordo com a qualificação da escola, horário das aulas, tipo de curso e localização. Para você ter uma ideia de cada cidade, na tabela abaixo, veja a média de valores dos cursos de inglês e de pacotes oferecidos por agências no Brasil.

CIDADE CURSO DE INGLÊS

(4 SEMANAS)

PACOTE AGÊNCIA

(CURSO + ACOMODAÇÃO)

DUBLIN R$ 3.344,00 R$ 5.516,84
CORK R$ 3.317,80 R$ 4.134,40
LIMERICK R$ 4.194,20 R$ 6.589,20

(*) Cotação do dia R$ 6,28. Valores informativos (em média) de acordo com informações oferecidas por agências de intercâmbio. Consulte agências ou escolas para mais detalhes.

Gastos extras e média de valor total por cidade

  • Passagem aérea ida e volta (tarifa estudante): R$ 3.392
  • Acomodação (caso não queira ficar em residências estudantis): R$ 4.402
  • Seguro-saúde: R$ 554
  • Reserva financeira: R$ 3.140 (500 euros)
  • Custo com alimentação e transporte: R$ 188 (mais ou menos, 30 euros por dia)
  • Material da escola: R$ 375 (mais ou menos, 60 euros)

Somando todos os gastos principais (curso com acomodação, passagem aérea, seguro-saúde, reserva financeira e outros gastos), quanto custa um intercâmbio na Irlanda por 1 mês:

  • LIMERICK – R$ 19.690,20
  • DUBLIN – R$ 18.617,84
  • CORK – R$ 17.235,40

(*) Cotação do dia R$ 6,28

Vale lembrar que não foram incluídas despesas com lazer, passeios e viagens. Por isso, considere levar um valor adicional.

Leia também: Quais as melhores cidades para fazer intercâmbio na Irlanda

Estudar e trabalhar: intercâmbio na Irlanda por um ano (oito meses)

O visto de estudante dá direito a oito meses de intercâmbio na Irlanda, com possibilidade de renovação. Foto: Green Chameleon/Unsplash

Na verdade, não existem programas de intercâmbio na Irlanda de um ano. Só é possível ficar mais tempo por lá se renovar o visto de estudante, mas esse assunto fica para depois. Apenas para registro, antigamente, isso era viável (6 meses de curso e 6 meses de férias). Porém, as regras mudaram em 2016.

Hoje, a opção de intercâmbio mais próximo desse período é a de oito meses. Uma ótima oportunidade para quem pensa em estudar e trabalhar legalmente no país. Você pode optar pelo intercâmbio de inglês de seis meses (ou 25 semanas) mais 2 meses de férias. Essa opção é recomendada tanto para aqueles que têm o inglês muito básico quanto para os que estão à procura de níveis mais avançados do idioma.

Leia também: Como é trabalhar e estudar na Irlanda?

Como estudar e trabalhar na Irlanda

Existem algumas condições para um intercâmbio de oito meses na Irlanda. Para trabalhar, o estudante precisa estar matriculado em uma instituição aprovada pelo governo. O curso deve ter, pelo menos, 15 horas de aula por semana.

Durante o curso, o estudante poderá trabalhar por um período de 20 horas semanais (part-time) e, no período de férias, por 40 horas. O salário mínimo do país é um dos melhores da Europa, 10,10 euros por hora trabalhada.

Em um intercâmbio de 6 meses, você precisará reservar a acomodação para, no máximo, quatro semanas. Depois disso, terá que alugar uma casa junto a outros intercambistas ou escolher um outro tipo de acomodação, como as familiares, por exemplo. O recomendado é que você já saia do Brasil com, pelo menos, duas semanas de estadia.

Ter um endereço fixo é uma das exigências para aplicação do visto de estudo e trabalho na Irlanda, o Stamp 2. Ao desembarcar na Irlanda, na imigração, o oficial vai lhe dar um visto temporário de, pelo menos, um mês, para que você tenha tempo de providenciar o de estudante.

Quais são as condições para emissão do visto?

O Stamp 2 é concedido para os imigrantes que desejam estudar e trabalhar no país e depende da apresentação e aprovação de uma série de documentos:

  • carta da escola, confirmando matrícula, duração do curso e carga horária;
  • a quantia de 3.000 euros, comprovados em extrato de conta bancária ou outro método de comprovação financeira permitido pelo Serviço de Imigração Irlandês (INIS);
  • comprovação de endereço;
  • ter o seguro governamental ou seguro-saúde privado de uma empresa estabelecida no país;
  • prova de que a escola tem o Learner Protection — proteção que visa à segurança do aluno que deixa seu país para estudar na Irlanda;
  • pagamento da taxa de 300 euros para emissão do visto — registro do Irish Residence Permit (IRP);
  • passaporte válido por, pelo menos, seis meses após a data de retorno.

Quanto custa um intercâmbio de 8 meses?

Agora, vamos aos preços! Veja, na tabela abaixo, algumas opções:

CIDADE PACOTE AGÊNCIA

(CURSO + 2 SEMANAS DE ACOMODAÇÃO + SEGURO GOVERNAMENTAL)

DUBLIN R$ 18.240,00
CORK R$ 15.312,85
DROGHEDA R$ 13.792,00

(*) Cotação do dia R$ 6,28. Valores informativos (em média) de acordo com informações oferecidas por agências de intercâmbio. Consulte agências ou escolas para mais detalhes.

Gastos extras e média de valor total por cidade

  • Passagem aérea ida e volta (tarifa estudante): R$ 3.392
  • Comprovação financeira: R$18.840 (3.000 euros)
  • Emissão do visto. Aqui, você pode usar parte da comprovação financeira: R$ 1.884 (300 euros)
  • Reserva financeira recomendada para que o estudante se mantenha no país até conseguir um emprego: R$ 9.420 (1.500 euros)
  • Material da escola: R$ 375 (mais ou menos 60 euros)

Somando todos os valores, quanto custa um intercâmbio na Irlanda por 8 meses:

  • DUBLIN – R$ 52.151,00
  • CORK – R$ 49.851,85
  • DROGHEDA – R$ 47.703,00

(*) Cotação do dia R$ 6,28

Vale lembrar que são apenas referências de valor para você começar o seu planejamento, tá?

Leia também: Intercâmbio em Dublin: tudo o que você precisa saber

Renovação do visto: intercâmbio na Irlanda por dois anos

O intercâmbio na Irlanda tem duração máxima de dois anos (ou seja, três ciclos de 8 meses). Foto: Thought Catalog/Unsplash

Está pensando em renovar o visto de estudo e trabalho? Se pretende fazer um intercâmbio na Irlanda de dois anos, você precisará renovar o seu visto por mais duas vezes, um total de três ciclos.

Mas atenção: é necessário que você tenha 85% de presença nas aulas para renovação. Essa comprovação deve ser realizada por meio de uma carta emitida pela escola onde você estudou.

O processo é bem similar ao da primeira aplicação do Stamp 2. No entanto, o estudante não precisa comprovar novamente os três mil euros. O primeiro passo para a renovação do visto de estudante é se matricular em uma instituição de ensino irlandesa.

É extremamente importante que a escola apresente o selo de qualidade Acels e forneça, em contrato, proteção aos alunos no caso de encerramento das atividades.

Como renovar o visto de estudante?

Para renovar o visto de estudante, além da carta de comprovação de presença nas aulas, você vai precisar de um comprovante de matrícula da nova escola, informando que as taxas foram pagas, assim como o seguro-saúde.

Com toda a documentação e passaporte em mãos, basta ir até a imigração para tirar o seu novo cartão Irish Residence Permit (IRP) e pagar a taxa de 300 euros. Esse processo pode ser feito durante o período de férias. Mas não deixa pra cima da hora! Dessa forma, você renova o seu IRP por mais 8 meses.

Quanto custa renovar o intercâmbio?

Para você já ficar por dentro, caso queira renovar por mais duas vezes o seu visto de estudante, na tabela abaixo, é possível verificar os valores estimados de cursos de inglês por cidade e outros gastos necessários.

CIDADE 8 MESES

(CURSO DE INGLÊS 25 SEMANAS + SEGURO + VISTO)

16 MESES

(CURSO DE INGLÊS DE 50 SEMANAS + SEGURO + VISTO)

GALWAY R$ 26.564,40 R$ 53.128,80
DUBLIN R$ 20.752,00 R$ 41.504,00
CORK R$ 18.452,00 R$ 36.905,70

(*) Cotação do dia R$ 6,28. Valores informativos (em média) de acordo com informações oferecidas por agências de intercâmbio. Consulte agências ou escolas para mais detalhes.

Leia também: Intercâmbio na Irlanda: como escolher a agência

Intercâmbio em menos tempo: é possível?

É possível fazer intercâmbio na Irlanda durante uma, duas ou três semanas, mas será que vale a pena? Foto: Deleece Cook/Unsplash

Sim, é possível! Se a sua intenção é fazer um intercâmbio na Irlanda de uma, duas ou três semanas, precisa estar ciente de que, financeiramente, não é muito atrativa a relação custo-benefício. Mas é super compreensível para os brasileiros que querem alavancar o idioma durante uma viagem, por exemplo.

O valor do investimento é relativamente parecido com um intercâmbio de 1 mês. Para você ter uma noção de preço, um curso de inglês de duas semanas em Dublin custa, em média, R$ 2.555 (407 euros). Nesse caso, as regras são as mesmas, e você também precisará desembolsar uma grana para os gastos extras. O valor total do intercâmbio de duas semanas será de aproximadamente R$ 10 mil.

Mas será que vale a pena? Depende do seu objetivo. Essa opção é boa para quem precisa resgatar o inglês e tem um orçamento mais baixo. Porém, se tiver que começar a aprender o idioma, duas semanas não é o suficiente para o intercâmbio.

Relatos de quem já fez intercâmbio

Nada melhor do que ter recomendações de pessoas que já passaram pela experiência, não é mesmo?

Muitos jovens querem morar fora do país, nem que seja por pouco tempo. Foi o caso da paulistana Larissa Silva, de 22 anos, que, em 2017, resolveu fazer um intercâmbio de 30 dias em Dublin. Na época, Larissa queria ter uma experiência no exterior, mas não tinha dinheiro suficiente para um programa de longa duração e ainda estava na faculdade.

“O intercâmbio de um mês foi o mais acessível naquele momento. Uma experiência incrível! Conheci várias pessoas e culturas diferentes, além de estudar um novo idioma e conhecer outros dois países durante o intercâmbio. Sempre viajava nos finais de semana. Com toda certeza, essa vivência me fez abrir a mente e ter uma bagagem cheia de aprendizados”, lembrou a analista de RH.

Intercâmbio de estudo e trabalho

Quem tem como objetivo estudar e trabalhar precisa estar disposto para qualquer tipo de serviço. O administrador Wellerson Cunha, de 37 anos, fez um intercâmbio de 6 meses também em Dublin, depois de ter sido desligado da empresa em que trabalhava. Seu objetivo inicial era buscar outras oportunidades no exterior, mas precisou voltar para o Brasil, pois sua esposa descobriu que estava grávida.

“Na hora da escolha, optei pela Irlanda por ter um processo de visto mais simples e pela oportunidade de aplicar posteriormente para um visto de trabalho. Fiz de tudo por lá! Trabalhei em pubs, em staff de loja, como cleaner e pintor. Na época, estudei em uma escola excelente e paguei um valor muito bom. Mas como todo intercambista, passei por alguns problemas com moradia e adaptação ao clima. É, sem dúvida, uma experiência muito boa para qualquer nacionalidade e idade”, destacou Wellerson.

Renovando do visto

É super comum ouvir que os intercambistas renovam seus vistos de estudante na Irlanda. A jornalista e youtuber Dávilla Hanrahan, de 28 anos, escolheu a cidade de Limerick para o seu quarto intercâmbio, em 2018. Dávilla renovou seu visto por mais duas vezes, mas em dezembro do ano passado, casou-se e, agora, vive e trabalha como cidadã Irlandesa, com o visto Stamp 4.

“Fechei e renovei meu intercâmbio com um agente direto da escola. Foi bem mais em conta! Com toda a certeza, eu super indico as pessoas a estudarem por dois anos. É bom para o aprendizado da língua e para guardar uma grana ao longo do tempo e, quem sabe, até investir em uma graduação depois. Para quem não sabe, é possível morar na Irlanda por mais de dois anos e é exatamente isso que eu mostro lá no meu canal do Youtube”, ressaltou a jornalista.

Leia também: 8 vantagens de se fazer um intercâmbio na Irlanda (2020)

Solicite seu orçamento de intercâmbio na Irlanda com os parceiros do E-Dublin!

Veja também

Como contratar um intercâmbio na Europa

KARINA MOURA,

formada em Jornalismo e Relações Internacionais. Produtora de conteúdo digital e consultora de comunicação e marketing, atuou por muito tempo em projetos B2B, com atendimento e relacionamento ao cliente. Apaixonada por pessoas e causas que promovam a troca de experiências entre elas, hoje se prepara para o seu primeiro intercâmbio em Dublin, na Irlanda.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar