Intercambistas narram situação após fechamento da T2T

Intercambistas narram situação após fechamento da T2T

Rubinho Vitti

4 semanas atrás

Após a agência de intercâmbio Time2 Travel ter anunciado o encerramento das atividades, intercambistas que foram afetados seguem buscando auxílio tanto no Brasil quanto na Irlanda para resolver a situação, mas sem sucesso.

Pessoas que investiram todo seu dinheiro no intercâmbio não estão conseguindo contato com a empresa. O E-Dublin conversou com alguns desses intercambistas que dizem estar vivendo “um pesadelo”.

Cobrador investiu tudo o que tinha em intercâmbio

Um cobrador de Pederneiras (SP), que prefere não ser identificado, fechou seu pacote de intercâmbio em julho do ano passado. O valor total de R$ 24 mil já foi quitado e a programação era embarcar para Dublin no dia 2 de setembro. Ele soube do encerramento das atividades da empresa pelo Facebook. “As coisas foram tomando proporções enormes, e apareciam mais e mais pessoas afetadas. Foi quando vi que realmente era sério”, afirmou.

Ele disse que não tem outra forma de seguir seu sonho de fazer um intercâmbio. “Venho de família simples, trabalhei demais por cada centavo pago. Me sinto humilhado e perdido, pedi demissão do emprego, não sei o que será de mim”, disse.

Estudante pagou por renovação e teme por futuro

Izayany Macêdo Camargo, 28, é estudante e intercambista em Cork há 8 meses. Ela tem apenas três semanas de visto e tinha fechado sua renovação com a T2T. “Contratei minha renovação pela T2T no dia 10/05/19, valor total de R$ 9.290,81, parcelado no cartão de crédito”, disse. Ela tentou com o banco um estorno do dinheiro e o cancelamento da compra, mas teve como resposta que a própria agência deveria fazer isso. “Não obtive nenhuma resposta concreta da T2T e nenhum dos meus e-mails até o dia de hoje foi respondido.”

Com o visto próximo de vencer, a intercambista foi até a escola que fechou junto à T2T e se deparou com a matrícula não paga. “Estou tentando fazer o que posso, correr atrás pelos meios que tenho para resolver com o banco e tentar renegociar diretamente com a escola.”

Intercambista procurou agência no Rio sem sucesso

Website da agência Time2 Travel ainda não possui nenhum comunicado sobre fechamento. Foto: Reprodução

O analista de marketing Felipe Ferreira, 25, do Rio de Janeiro, fechou seu contrato de intercâmbio no dia 25 de maio com a agência T2T para oito meses em Dublin a partir do dia 8 de julho. Ele fez o pagamento total de R$ 11.451, que incluía passagem aérea e curso de inglês, à vista. “Procurei a agência em todos os números de telefone. Fui presencialmente ao endereço da avenida Presidente Vargas, no Rio de Janeiro. A sala estava trancada e nenhum responsável foi encontrado”, relatou.

Ele disse que seus dias têm sido um “verdadeiro pesadelo sem fim”. “Um investimento que, além do dinheiro, envolve mudança radical de vida, dos planos, compra de moeda estrangeira, confiança na credibilidade da T2T”, desabafa.

Psicólogo comprou mais de R$ 4,5 mil em euros com a empresa

O psicólogo Gustavo Magagnini, 33, fechou seu pacote de intercâmbio com a T2T em abril para ficar 8 meses em Cork, na Irlanda. O pagamento de R$ 10 mil foi feito à vista para seis meses de curso de inglês mais seguro obrigatório e curso de barista. Ele ainda afirmou que gastou mais R$ 4.500 na compra de 1.000 euros. “A agência ofereceu serviço de câmbio, por meio do Cloud Payment, no qual comprávamos os euros direto com agência e esta abria uma conta para o aluno em banco digital irlandês uma semana antes do embarque do aluno”, relatou.

“Era um sonho que comecei a planejar na metade de 2018. Desde então, assisti a muitos vídeos no YouTube sobre a Irlanda, principalmente o do E-Dublin, e no início de 2019 comecei a verificar qual seria a melhor agência para realizar esse sonho. Por ser uma referência em Irlanda, ter parceria com vocês, não possuir nenhuma reclamação no site Reclama Aqui e bons elogios de outras pessoas que fizeram intercâmbio com a T2T, acabei escolhendo a agência para realizar meu sonho.”

E-Dublin comenta parceria com a agência

O website E-Dublin também se manifestou a respeito do encerramento das atividades da agência Time2 Travel.

“A Time2 Travel foi anunciante no E-Dublin por vários anos e juntos fizemos projetos incríveis como a Websérie It’s Time To Travel, que realizou os sonhos de brasileiros que puderam vivenciar um intercâmbio na Irlanda. A T2T foi uma das primeiras patrocinadoras do evento E-Dublin XP desde a primeira edição, pois sempre acreditaram no nosso projeto.

Nunca tivemos problemas reportados por estudantes, funcionários ou da nossa parte, de nenhuma espécie. A agência sempre foi muito comunicativa, com pagamentos no prazo, sem atrasos. A T2 T já existia há muitos anos, estava sempre com projetos novos, inclusive com muitos consultores bem conhecidos no mercado de intercâmbio.

Ficamos surpresos com o ocorrido e vamos continuar fazendo o possível para mantê-los informados. Esperamos que todas as providências sejam tomadas o quanto antes com todas as pessoas afetadas por este acontecimento.
Equipe E-Dublin.”

Consultores da Time2 Travel lançam comunicado

Consultores da Time2 Travel estão encaminhando uma nota oficial a respeito da situação com a empresa. Segundo o E-Dublin apurou, eles foram desligados da companhia e estão sofrendo ameaças por meio dos clientes. Leia na íntegra:

“Prezados clientes,

Nós funcionários/consultores da agência Time2 Travel, juntamente a vocês, recebemos essa notícia inesperada, nos abalando profundamente. Temos plena consciência de que essa situação muito crítica os abalou, como a nós também.

A notícia se espalhou de forma incontrolável, causando grande revolta para todos nós, pois também perdemos com tudo isso.

Nada pode apagar o vínculo formado entre nós. Por isso, esperamos que entendam nossa situação como consultores/funcionários.

Fomos desligados da agência no dia de hoje e avisados de que, a partir de agora, tudo deverá ser direcionado para o contato criado pela agência de forma oficial. Infelizmente, todo trabalho por nós desprendido com afinco e dedicação foi suspenso.

Estaremos sempre do lado dos nossos clientes, que confiaram em nós desde o início. Para tanto, devem procurar seus direitos judicialmente, se assim for necessário.

Contudo, mesmo nós sem retornos oficiais dos proprietários perante essa situação, estamos torcendo para que eles solucionem a situação da melhor forma possível.

Os contatos a partir de agora, esperando respostas plausíveis dos próximos passos, deverão ser feitos exclusivamente por meio do e mail [email protected], com o sócio-proprietário Fabio Maestri.

Consternados e solidários, esperamos a compreensão de todos.
Obrigado!”

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar