Irlanda passa a multar quem infringir regras do lockdown

Irlanda passa a multar quem infringir regras do lockdown

Rubinho Vitti

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A Garda — polícia irlandesa — poderá multar quem infringir as normas em vigor de lockdown na Irlanda. Os novos poderes de fiscalização do órgão passaram a valer na segunda-feira.

Segundo informações do jornal Irish Times, quem violar as restrições e se recusarem a cooperar com a Garda poderá ser multado em pelo menos 80 euros.

Check points estão sendo feitos pelas estradas e em diversos pontos das cidades irlandesas.

Casos em que a Garda poderá multar:

  • pessoas que violarem as restrições de viagem (não essenciais) ultrapassando o limite de 5 km
  • motoristas de táxi agora que não garantirem que os passageiros usem uma cobertura facial em seus veículos
  • trabalhadores do varejo e gerentes que não usarem máscara durante o trabalho
  • pessoas que não usarem máscara em transporte público

A multa para quem não usar máscara foi fixada em 80 euros enquanto quem não tiver uma “desculpa razoável” para ultrapassar os 5km de casa poderá pagar 100 euros.

Aliás, existe uma lista de “21 desculpas razoáveis” que inclui compras, trabalho essencial, educação, saúde, pessoas que fogem da violência doméstica, entre outras.

A Garda divulgou uma lista de penalidades já aplicadas em diversos condados da ilha. Em Dublin,  um homem foi preso por não obedecer as regras de viagem sem um motivo razoável para isso. Em outro caso, outro homem foi multado em 350 euros por não obedecer, por duas vezes, a orientação para voltar para casa.

As multas podem ser contestadas através do site da Garda.

No fim de semana, a Garda esteve presente em locais como Wicklow e Dublin Mountains para impedir que turistas fossem passear por causa da paisagem de neve que acometeu os pontos altos do país. Muitos carros foram multados por estacionamento irregular, além de muita gente que precisou dar meia-volta.

Leia também: Covid-19: Irlanda tem recorde no número de pacientes em UTIs

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar