Irlanda poderá ter fronteira física com Irlanda do Norte

Irlanda poderá ter fronteira física com Irlanda do Norte

Elizabeth Gonçalves

4 meses atrás

A Europa tem vivido um clima de suspense com a indefinição sobre a saída do Reino Unido da União Europeia, que teoricamente está prevista para acontecer no dia 29 de março. Diante desse cenário a Irlanda tem começado a se preparar para um Brexit sem acordo, além da possibilidade de ser estabelecida uma fronteira física entre o país e a Irlanda do Norte.

Saída do Reino Unido da UE pode acontecer em 29 de março. Foto: Charlieaja | Dreamstime

Saída do Reino Unido da UE pode acontecer em 29 de março. Foto: Charlieaja | Dreamstime

A partir dessa semana, motoristas irlandeses que pretendem viajar de carro para a Irlanda do Norte devem começar a aplicar para o Green Card. Impressos em papel verde, os Green Cards são documentos de seguro reconhecidos internacionalmente.

Caso o Brexit aconteça sem acordo no final de março, qualquer motorista que planeje dirigir seu veículo com placa irlandesa na Irlanda do Norte ou Reino Unido é aconselhado a adquirir um Green Card. A ausência desse documento pode render multa, já que com o Brexit a documentação de seguro da Irlanda pode deixar de ser reconhecida pelas autoridades britânicas.

Segundo o governo irlandês, os Green Cards não serão necessários caso seja firmado um acordo entre a União Europeia e o Reino Unido sobre o Brexit. Caso o Reino Unido adie seus planos de saída do bloco econômico, a necessidade dos cartões verdes também será adiada.

Porto de Dublin

Enquanto o governo britânico e a União Europeia não chegam a um consenso sobre o Brexit a Irlanda vem preparando o principal porto do país para a possibilidade de o Reino Unido deixar o bloco sem um acordo.

Nos últimos meses o porto de Dublin tem investido cerca de 30 milhões no aprimoramento da sua infraestrutura. Além disso, estão sendo construídos novos postos de controle alfandegário.

Atualmente, cerca de 200 mil caminhões e containers provenientes de fora da UE chegam ao porto de Dublin todos os anos. Se o Brexit realmente ocorrer em março, esse número pode subir para um milhão.

Porto de Dublin se reestrutura caso Brexit aconteça sem acordo com UE. Foto: Eag1e | Dreamstime

Porto de Dublin se reestrutura caso Brexit aconteça sem acordo com UE. Foto: Eag1e | Dreamstime

Adiamento

Em meio a tanta especulação sobre o Brexit, o jornal Britânico The Guardian mencionou recentemente que a saída do Reino Unido da UE pode ser adiada para 2021.

De acordo com o jornal, a ideia é substituir o período de transição de 21 meses, que tecnicamente começaria em abril de 2019, por tempo extra do Reino Unido como membro do bloco.

Novo referendo

Outra possibilidade é a realização de um novo referendo sobre o tema, transferindo a decisão para o povo britânico. A iniciativa é apoiada pelo Partido Trabalhista britânico, que faz oposição à primeira ministra, Theresa May.

A realização da nova consulta popular sobre o Brexit também tem o apoio da população. Uma pesquisa realizada para o jornal The Times no último ano mostra que o povo britânico está insatisfeito com o tratamento dado por Theresa May às negociações com a União Europeia e é favorável a uma segunda votação.

Elizabeth Gonçalves
Elizabeth Gonçalves, Jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar