Irlanda seleciona filme em gaélico para representar país no Oscar 2021

Irlanda seleciona filme em gaélico para representar país no Oscar 2021

Rubinho Vitti

6 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Fim de ano chegando e os países de todo o mundo começam a escalar seus filmes favoritos como indicação para participação no Oscar 2021.

Enquanto no Brasil o documentário Babenco – Alguém Tem de Ouvir o Coração e Dizer: Parou, dirigido por Bárbara Paz, foi selecionado pela comissão julgadora para representar o país, na Irlanda um drama vai disputar uma vaga entre os indicados a Melhor Filme Estrangeiro.

Arracht é um drama de época e todo falado em gaélico, a língua nativa antiga da Irlanda. Só isso já chama a atenção do longa dirigido por Tom Sullivan e Tomás Ó Súilleabháin, que também assinam o roteiro.

A história se passa na Irlanda de 1845, durante a Grande Fome. Colmán Sharkey, interpretado pelo ator irlandês Dónall Ó Héalai, é pescador, pai e marido.

Patsy, um ex-soldado nas guerras napoleônicas, chega um pouco antes da ‘praga’, uma doença que eventualmente destrói a plantação de batata do país, contribuindo para a morte e o deslocamento de milhões de irlandeses.

Enquanto as colheitas apodrecem nos campos, Colmán, seu irmão e Patsy partem em um caminho que os levará ao limite da sobrevivência e da sanidade.

Leia também: Irlanda é cenário para nova comédia romântica que estreia em dezembro

O título Arracht, aliás, significa “monstro” em gaélico.

Dez semifinalistas ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro serão selecionados e 5 finalmente serão indicados ao Oscar nessa categoria. A cerimônia estava originalmente agendada para 28 de fevereiro de 2021, mas foi transferida para 25 de abril, devido à pandemia da Covid-19.

Apresentado apenas em festivais e inédito para o grande público, Arracht deve ser lançado nos cinemas irlandeses na primavera de 2021.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar