Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Dicas de Viagem

Istambul: O encontro entre Ásia e Europa

Colaborador E-Dublin postou em 28 set 2015

Por Matheus Rachid

A quinta maior cidade do mundo e segunda mais populosa da Europa abriga um povo muito receptivo. Sua posição geográfica, às margens do estreito de Bósforo e ao norte do mar de Mármara, que separam a Ásia da Europa no sentindo norte-sul, faz de Istambul a única cidade do mundo a ocupar dois continentes. Essa mistura dá o tom do nosso roteiro, mais uma vez dedicado à turma dos mochileiros.

Pré-viagem

Antes de tudo é importante lembrar que a moeda da Turquia é a lira turca. Apesar do euro circular por quase todo o país, será mais vantajoso comprar Liras antes de embarcar, já que muitos comerciantes espertinhos acabam tirando vantagem na hora de converter os valores (1 euro custa aproximadamente 3 liras turcas).

istambul3

Vista de Istambul pelo Estreito de Bósforo. Foto: Ávany França

Como chegar?

A passagem de avião saindo de Dublin direto para Istambul custa em média 300 euros, ida e volta. Mas, é possível encontrar promoções – principalmente na baixa temporada – com preços mais oscilando entre 100 e 200 euros. Portanto, é sempre bom planejar a viagem com certa antecedência.

Vvale lembrar também,  que Istambul possui dois aeroportos, um deles, o Sabiha Gokcen, no lado asiático e muito mais distante do centro. Então, o primeiro cuidado pré-viagem é comprar a passagem com desembarque no aeroporto Atatürk, que possui fácil acesso pelo metrô e custa apenas 3 liras turcas. No metrô é possível alcançar Taksim e Beyoglu, regiões vizinhas, ideais para se hospedar e não muito longe das atrações principais (grande parte localizadas em Sultanahmet, sobre a qual falaremos a seguir).

Onde se hospedar?

O Levanten é um dos hostels mais conceituados e bem localizados do centro turístico da cidade: Beyoglu. Dependendo do tipo de acomodação e do período do ano, é possível reservar quartos a partir de 12 euros por noite.

Outra alternativa é o hostel #bunk Taksim, que está situado em um prédio histórico e totalmente restaurado. O grande destaque fica por conta do terraço que, além da vista deslumbrante, possui um bar e uma pizzaria que atraem os hóspedes especialmente à noite. Os preços vão desde 16 euros por noite, dependendo da acomodação escolhida.

Nota importante sobre os dois hostels supracitados: não incluem em seus preços o café-da-manhã (que custa entre 5 e 7 euros), mas ambos possuem cozinha, isto é: comprando no mercado e preparando a própria comida, a economia é certa.

Onde comer?

A variedade de restaurantes em Istambul é imensa e a melhor notícia é que a maioria cabe, até com certa folga, no bolso do mochileiro.

A culinária recheada de molhos e temperos exóticos proporcionará a você novos sabores que podem te surpreender. Os destaques são a carne de cordeiro (que é preparada de inúmeras formas), pizza turca, o sorvete turco e os vários tipos de kebab – isso mesmo, kebab não é apenas aquela carne de cordeiro num espeto gigante, mas qualquer carne (boi, vaca, porco, etc.) assada.

istambul 4

Restaurantes na Sultanahmet oferecem restaurantes com preços para todos os bolsos. Foto: Ávany França

A nossa dica é a região de Sultanahmet, conhecida por ser bem turística e possuir uma infinidade de restaurantes com preços a partir de 7 euros, onde come-se bem. Para chegar lá, basta pegar o bonde elétrico e descer na estação Sultanahmet.

O que visitar?

Mesquita Azul – Seu verdadeiro nome é Mesquita do Sultão Ahmed, mas é popularmente conhecida como Mesquita Azul. Está situada na Sultanahmet, portanto é fácil acessá-la por transporte público. O melhor: aberta todos os dias e acesso gratuito.

istambul

Mesquita Azul, um dos pontos mais visitados em Istambul. Foto: Ávany França

Basílica de Santa Sophia – Também conhecida como Hagia Sophia, foi construída entre 532 e 537 pelo Império Bizantino para ser catedral de Constantinopla (atual Istambul). Já foi Ortodoxa, Católica, Islâmica mas atualmente é um grande museu. Fica situada exatamente em frente à Mesquita Azul, separada apenas por um extenso jardim. A entrada para visita custa 30 liras turcas (aproximadamente 10 euros) e o horário é das 9h às 19h no verão e 9h às 17h no inverno, todos os dias exceto às segundas-feiras.

isrambul1

Acesso a Hagia Sophia. Prepare-se para a fila. Foto: Ávany França

Palácio Topkapi – Foi residência de sultões durante três séculos e hoje é um museu que conta toda a história passada ali. Recebe visitas todos os dias, de 9h às 18h45 no verão e de 9h às 16h45 no inverno, exceto às terças-feiras. A entrada custa 30 liras turcas (aproximadamente 10 euros). Sua localização próxima à Basílica de Santa Sophia e à Mesquita Azul faz com que a estação de Sultanahmet também seja a melhor opção de acesso.

Grand Bazaar – O Grand Bazaar é um dos lugares mais famosos de Istambul por trazer muito da história e cultura do povo turco. Possui mais de 60 ruazinhas com mais de 5 mil lojas e barracas que oferecem ao visitante todo o tipo de produtos, desde tempero a souvenirs. Vale muito dar uma passada lá, tirar umas fotos, comprar umas lembrancinhas e barganhar para levar iguarias locais. A entrada é grátis e o acesso se dá pela estação Beyazit ou Çemberlitas.

Nightlife

A região de Beyoglu é onde rolam as melhores opções de bares e boates. Para explorá-la, caso esteja hospedado por perto, a pé é a melhor opção, claro que levando um mapa consigo e algumas informações colhidas na recepção do seu hostel. O preço dos drinks e pints é convidativo: a partir de 3 euros (ou 9 liras turcas).

Nossas principais recomendações noturnas seguem abaixo:

Dogzstar – Este é um dos bares pioneiros da vida noturna de Istambul. Sextas e sábados há DJs e música ao vivo, sempre muito cheio de gente de todo lugar. Fica localizado em Beyoglu, perto da estação de bonde chamada Galatasaray.

Babylon – Também na região de Beyoglu, próximo à estação de metrô chamada Sishane, está o Babylon, um bar que raramente não tem uma banda tocando ao vivo – rock, jazz e blues, principalmente -, e, mesmo quando não tem, um DJ nacional ou internacional está lá para animar a noite.

Caso queira fugir um pouco (mas nem tanto!) da turistada, Besiktas, mais ao norte de Beyoglu, também oferece boas opções a preços convidativos. Um taxi pra lá, saindo de Beyoglu, leva uns 10 minutos e custa pouco, cerca de 8 a 10 liras turcas (3 euros, máximo).

Um pulinho na Istambul asiática

istambul2

O passeio a parte asiática pode ser realizada por trasporte público

Para quem quiser sentir o gostinho de pisar na Ásia, o passeio pode ser realizado em um tour de um dia, por meio das muitas agências de viagens espalhadas por Istambul. Mas, se você quiser economizar, há ainda a possibilidade de cruzar o Bósforo por conta própria, embarcando em um dos muitos barcos da rede pública na direção de Üsküdar. Para acessar as duas opções basta se dirigir para a região de Eminönü, utilizando o trem de superfície.

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Cultura

10 destinos para os amantes das artes na Europa

2 anos atrás, por Carol Braziel

Posts recentes

Trabalho

Taxa de desemprego na zona do Euro é a menor desde 2009

2 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Galway

5 lugares para visitar em Galway

3 dias atrás, por Alessandra Karla Leite
Publicidade

Mude sua Vida em 2018

5 dias atrás, por Publicidade E-Dublin
Serviços

Air France começará a voar para Cork

6 dias atrás, por Tarcisio Junior
E-Dublin TV

Trabalho de arquitetura na Irlanda

7 dias atrás, por Edu Giansante
Destinos de Intercâmbio

Conheça a cidade de Limerick na Irlanda

7 dias atrás, por Colaborador E-Dublin
Saúde

Problemas de saúde durante o intercâmbio, o que fazer?

1 semana atrás, por Alessandra Karla Leite
Essenciais

Dicas práticas na chegada à Irlanda

1 semana atrás, por Carol Braziel
Cultura

Irlanda, álcool e mulheres

1 semana atrás, por Deby Pimentel