Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Compra de Carros

Já conhece o projeto Bike to Work?

Elizabeth Gonçalves postou em 28 jan 2019

Usar bicicleta para trabalhar em Dublin é economia para trabalhadores. Foto: Shutterstock

Usar bicicleta para trabalhar em Dublin é sinônimo de economia para trabalhadores. Foto: Shutterstock

Estima-se que aproximadamente 11 mil pessoas pedalem diariamente em direção ao centro de Dublin. De acordo com o Departamento de Transportes Irlandês (NTA), é recorde o número de ciclistas na cidade em horário de pico. Isso é um reflexo de que cada vez mais a população vem priorizando as bicicletas ao invés dos meios de transporte tradicionais, como ônibus e carros.

E se você também está pensando em aderir a esta tendência, mas para isso ainda precisa adquirir uma bicicleta, já ouviu falar no projeto Bike to Work? Ele foi lançado há sete anos e oferece dedução de impostos tanto aos empregados quanto aos empregadores ao comprarem bicicletas para pedalar para ir ao trabalho.

Como funciona o Bike to Work em Dublin?

Entre os requisitos para participar do Bike to Work está ter um contrato full ou part-time com uma empresa irlandesa e pagar impostos no país.

Basicamente, o programa funciona assim: seu empregador compra a bicicleta para você, e o valor gasto será deduzido do seu salário em até 12 meses. O projeto impõe um limite de mil euros que podem ser gastos na aquisição da bike e também de equipamentos, como travas, buzinas, jaquetas de visibilidade etc.

Portanto, vale ressaltar aqui que a bicicleta não será gratuita. O ponto positivo é que os valores das parcelas serão debitados do seu salário bruto, ou seja, antes da dedução dos impostos. Desta forma, dependendo da sua renda, você pode economizar até 52% no preço da bicicleta.

Você precisa estar contratado por uma empresa para participar do Bike to Work.Foto: Shutterstock

Você precisa estar contratado por uma empresa para participar do Bike to Work. Foto: Shutterstock

Como assim? Por exemplo, uma pessoa que tem o salário bruto de 18 mil euros anuais e participa do projeto adquirindo uma bicicleta no valor de mil euros, no final dos 12 meses terá pago o total de 730 euros pela bike e equipamentos, economizando 270 euros.

Algumas empresas já são cadastradas no projeto, entretanto esse não é um requisito. Caso seu empregador não seja, basta conversar com ele e o com departamento de recursos humanos e verificar se há interesse em participar. O processo é bem simples e a empresa também economizará no pagamento de impostos.

Fique atento à duração do seu contrato de trabalho

Antes de aderir ao projeto, considere quanto tempo você pretende permanecer na empresa. Já que, se você decidir mudar de emprego antes de pagar todas as parcelas da bicicleta, o valor restante será descontado do seu último pagamento.

Também destacamos aqui que o projeto é válido apenas para a aquisição de bikes novas, não podendo ser utilizado em itens de segunda mão. E isso nos leva a outro detalhe: o elevado índice de roubo e furtos de bicicletas em Dublin. Portanto, ao adquirir a sua bicicleta, cuidado com a área onde irá deixá-la estacionada durante o dia, além de considerar adquirir um seguro. Porque, caso sua bike seja roubada, você terá que pagar pelo item adquirido da mesma maneira.

Foto: Shutterstock

O Bike to Work será vinculado a seu contrato de trabalho. Foto: Shutterstock

Benefícios em usar bicicleta para ir ao trabalho

Além de financeiros, como redução de impostos e economia nos gastos com transporte público ou combustível e estacionamento (no caso de quem utiliza carros), pedalar faz muito bem pra saúde.

Isso sem falar que, durante os horários de pico, é muito mais rápido pedalar para o trabalho do que desperdiçar tempo dentro de um ônibus cheio.

Imagens via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Elizabeth Gonçalves é jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Onde Morar

Aluguel na Irlanda: onde é mais barato?

1 semana atrás, por Elizabeth Gonçalves
Carreira Internacional

Quanto ganha um enfermeiro na Irlanda?

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Entretenimento

Já pensou em descobrir os pubs secretos de Dublin?

4 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Saúde

Água potável na Irlanda: dá para confiar?

1 mês atrás, por Ávany França
Destinos pela Irlanda

Cinco coisas para sentir saudades da Irlanda

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Taxas e Impostos

Reembolso do VAT – Value Added Tax

2 meses atrás, por Ávany França