Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Meu Intercâmbio

Já pensou em morar em um trailer durante o intercâmbio?

Colaborador E-Dublin postou em 06 jan 2016

Você já se imaginou morando em um trailer? Essa foi a opção de moradia alternativa encontrada pela publicitária Adriana Garcia, de 31 anos, e o tecnólogo em logística Tiago Thetinski, de 25 anos, ambos gaúchos. Os dois estão na Irlanda desde 2014 e hoje vêm compartilhar com os leitores do E-Dublin os prós e contras de se aventurar em uma moradia alternativa durante o intercâmbio na Europa.

DSC_0063

Foto: Arquivo Pessoal

Por Adriana Garcia & Tiago Thetinski
Colaboração: Fabiano de Araújo

Nós nos conhecemos em Dublin logo que chegamos na cidade e hoje moramos juntos em um trailer. Estamos na Irlanda há mais ou menos um ano e meio, e escolhemos fazer intercâmbio aqui por ser um país no qual o custo x benefício vale muito a pena, além de, claro, ser uma das portas de entrada para outros países da Europa. Isso nos possibilitou conhecer outros lugares, o que também explica o motivo de hoje morarmos em um trailer.

Bom, quando se pensa em realizar um intercâmbio, logicamente uma das nossas primeiras dúvidas é: Onde morar? Casa ou apartamento? Região central ou afastado do centro? Quanto custa? E por aí vai…

Quando o assunto é moradia, muitas dúvidas vão surgindo no meio do caminho. Mas uma alternativa que o Tiago pensou, logo de cara (inclusive bem ousada), foi morar num trailer, ou caravan, como eles chamam aqui na Irlanda. Bem, como assim em um trailer? Calma, calma. A gente vai explicar tudinho.

Aqui na Irlanda é muito comum você ver caravans nos pátios das casas. Durante o verão, essa é uma tradicional opção de viagem dos irlandeses, tanto dentro da Irlanda, como para outros países. Existem em Dublin alguns locais chamados “caravan site​” ou “campsite​”, locais de parada para os trailers, em regiões mais afastadas do centro da cidade. Em toda a Irlanda, existem ótimos parkings para caravans e motorhomes, tudo bem seguro e com vários serviços inclusos.

DSC_0016

Foto: Arquivo Pessoal

Agora, você deve estar se perguntando “onde de fato vocês estacionam a caravan?”. A solução no nosso caso foi encontrar uma casa com pátio, para que pudéssemos estacionar nosso trailer. Assim não ficaríamos na rua (pois estacionar um trailer na rua não é permitido aqui). Também poderíamos usar o banheiro, a cozinha e a luz da casa (apesar do nosso trailer ter tudo isso). Ah, logicamente também entramos na divisão das outras contas da casa.

Claro que achar uma casa que aceite um trailer e qu, também aceite o pagamento apenas do “estacionamento mensal” dele não é tarefa fácil, porém não é impossível.

As vantagens de se morar em um trailer começam pelo fato de que não estamos propriamente dentro da casa. Temos uma liberdade bem maior. Outro ponto é, comparado com muitos dos quartos disponíveis x preço de aluguel em Dublin, nosso trailer tem mais espaço interno e nos traz mais conforto (temos um banheiro com pia, fogão, pia de cozinha, refrigerador, heater a gás, entre outras coisas).

Quanto à temperatura interna, é bem agradável. Não é frio – mas sempre com a ajuda de um aquecedor, que se faz importante em dias de temperaturas muito baixas. Além do mais, é só engatar ele no carro, e temos a opção de levar “nossa casa” para onde quisermos quando viajamos, e não precisamos pagar acomodação por isso, pois já temos a nossa própria. Precisamos apenas encontrar um parking adequado e pagar a estadia do trailer, que não é cara, quando você lembra que não precisa dividir o quarto com outras pessoas num hostel, por exemplo.

É importante ressaltar que o nosso trailer é de engate e reboque. Como o Tiago trabalha com carro aqui, esse foi mais um dos motivos que nos levou a ter esse modelo.

Custo x Benefício

Mas então, quanto custa um trailer na Irlanda? Você irá encontrar trailers de vários preços, partindo de 800 euros até 30 mil euros, em média. Tudo vai depender do quanto você pode investir. E o pagamento é em dinheiro, sem choro e sem parcelas. Mas uma negociação no preço pode te dar um bom desconto.

Agora, vamos aos cálculos: se, por exemplo, um casal gasta em média 500 euros mensais em aluguel, isso totaliza no final de um ano 6000 euros. Mas com 2.500 euros você encontra ótimas opções de trailers à venda no site Donedeal, por exemplo.

Mas é preciso lembrar que morar em um trailer também nem sempre é fácil. Você terá que aprender a lidar com as palavras desapego e limitação de espaço diariamente. Você irá refazer seu conceito de casa. Além de, a partir do momento que você resolve morar em um trailer, ter a plena consciência que ele não funciona exatamente igual a uma casa tradicional.

DSC_0021

Foto: Arquivo Pessoal

Se algo estragar, você mesmo terá que consertar ou pagar um preço, nem sempre amigável, por isso. E você também vai descobrir que não consegue comprar uma simples torneira, por exemplo, em qualquer loja. Todos os itens internos do trailer são bem específicos para ele. Outro ponto chato é que em dias que o trinômio chuva/frio/vento estiver trabalhando full time, sair do seu trailer quentinho poderá ser um verdadeiro martírio (lembre-se que o nosso está em um pátio). Nesse caso, atravessar o pátio com chuva, frio e vento é quase uma missão impossível. Mas com certeza não nos arrependemos desta escolha. Foi uma opção que nos mostrou como é bom fazer algo diferente do comum.

DSC_0017

Foto: Arquivo Pessoal

Aprendemos que, o nosso conceito de casa de concreto pode, sim, ser substituído por uma residência móvel. E que não dependemos de uma casa propriamente dita para nos sentir em nosso lar. Viver em um trailer é um estilo de vida que cada dia que passa vicia mais! E o melhor de tudo, se você quiser, você pode abrir a janela e ver o nascer do sol de vários lugares diferentes. A cama é a mesma, o que muda é a paisagem.

Saiba mais sobre o dia a dia da Adriana e do Tiago lá no Facebook, em A Turma do Trailer.

Print

A série Meu Intercâmbio conta com a colaboração do repórter Fabiano de Araújo e tem o objetivo de dar oportunidade a estudantes que estão vivendo a experiência de intercâmbio na Irlanda, de contar suas histórias, alegrias e perrengues como intercambistas. Se você também quer compartilhar como tem sido a sua nova vida desse lado do globo, basta entrar em contato com: [email protected]

Revisado por Tarcísio Junior
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui!

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Como alugar

Morar longe do centro de Dublin? E por que não?

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Como alugar

Como alugar casa e apartamento no DAFT

2 meses atrás, por Edu Giansante
Dicas de Viagem

Planeje sua viagem e evite surpresas

2 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Destinos de Intercâmbio

Quanto custa viver em Cork?

3 meses atrás, por Deby Pimentel
E-Dublin TV

8 coisas que não te contam sobre a Irlanda

6 meses atrás, por Tarcisio Junior
Moradia

Chegou a hora de dizer adeus ao nosso Flat Roda Lâmpada

8 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Moradia

O lado obscuro do setor de TI na Irlanda

9 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Conte Sua Historia

Decidi enfrentar o intercâmbio quase aos 40

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin