Já pensou em visitar os belos moinhos de vento na Holanda?

Já pensou em visitar os belos moinhos de vento na Holanda?

Elizabeth Gonçalves

2 anos atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Os moinhos de vento são um dos principais símbolos dos Países Baixos. Estima-se que o país já tenha tido mais de 10 mil moinhos no passado – mais do que qualquer outra nação do mundo. Hoje esse número é bem reduzido e apenas cerca de 1000 estão espalhados pelos mais de 41 mil quilômetros de extensão do território holandês, sendo que pouquíssimos estão em funcionamento.

Os moinhos possuem uma relação histórica com os Países Baixos. Eles começaram a ser utilizados no século XIII para drenar água das terras abaixo do nível do mar, assim elas poderiam ser cultivadas. Com o tempo, outros tipos também foram surgindo, cada um com uma função diferente – moer grão, serrar madeira e bombear água para consumo, por exemplo.

A história desse país está tão associada aos moinhos que uma vez por ano é celebrado o “Dia Nacional dos Moinhos”. Ele acontece sempre no segundo sábado de maio e, na ocasião, cerca de 600 moinhos de vento e água em todo o país ficam abertos para a visitação do público. Essa é a chance de muitos turistas verem na ativa alguns dos clássicos moinhos históricos que há décadas deixaram de funcionar.

Os moinhos hoje

Não há uma informação exata de quantos moinhos ainda estão em funcionamento nos Países Baixos atualmente. O que se sabe é que, dos cerca de 1000 que resistiram ao tempo e estão preservados, alguns ainda são utilizados para a drenagem da água e para moer grãos.

Entretanto, essa bela tradição pode estar com os dias contados, já que com o crescimento das cidades e a construção de prédios altos ao redor deles, está cada vez mais difícil receberem a quantidade de vento necessária para um bom funcionamento.

Onde encontrá-los?

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Encontrar um moinho de vento nos Países Baixos não é tarefa das mais difíceis. Portanto, está aí uma atração imperdível para quem está planejando visitar o país.

Em Amsterdã, por exemplo, existem oito moinhos de vento. Desses, o Molen van Sloten serve para drenar terras e o De Otter é o único moinho para serrar madeira ainda em operação.

Já na cidade de Kinderdijk, que fica a 25 minutos de Roterdã, 19 moinhos construídos por volta de 1740 ficam em atividade durante o verão, nos meses de julho e agosto. O local foi reconhecido pela UNESCO, em 1997, como Patrimônio da Humanidade.

Também pertinho de Roterdã estão os cinco moinhos de Schiedam, que são considerados os mais altos do mundo e podem chegar a 33 metros de altura.

Outra atração turística bem famosa no país e que fica pertinho de Amsterdã é a vila de Zaanse Schans. O passeio por lá é como fazer uma volta aos séculos 18 e 19, com casas tradicionais e moinhos históricos que continuam em pleno funcionamento.

Revisado por Tarcísio Junior
Imagens via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Elizabeth Gonçalves
Elizabeth Gonçalves, Jornalista viciada em cinema, música e literatura. Paulistana, se apaixonou por Dublin, onde mora há cinco anos e sonha em fazer uma viagem de volta ao mundo.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar