Jovens irlandeses lideram ranking de depressão na União Europeia

Jovens irlandeses lideram ranking de depressão na União Europeia

Rubinho Vitti

1 semana atrás

Um novo estudo da Eurofound (Fundação Europeia para a Melhoria das Condições de Vida e de Trabalho) mostra que a Irlanda tem os níveis mais altos de depressão em todo o bloco. Ela varia entre depressão crônica a depressão de moderada a grave. Cerca de 12% dos jovens irlandeses disseram que sofriam de depressão crônica — seguidos pela Finlândia (11%), a Suécia (10%) e a Alemanha (9%).

Mulheres irlandesas são as mais propensas a diagnosticar depressão. Foto: Shao-chun Wang | Dreamstime.com

O estudo também mostra que as mulheres sofrem mais de depressão na Europa do que os homens. Cerca de 17% das mulheres na Irlanda entre as idades de 15 e 24 anos relataram ter depressão moderada a grave.

A reportagem da Newstalk divulgou o estudo, mostrando que mulheres jovens são mais propensas a tentar lidar com sentimentos perturbadores internamente e têm taxas mais altas de autolesões e distúrbios alimentares do que os homens jovens.

Os únicos países da Europa onde mais homens jovens do que mulheres sofrem de depressão são Chipre, Grécia e Lituânia.

Vale lembrar que a Irlanda tem vários canais de comunicação para quem precisa de auxílio psicológico.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar