Lei aprovada no Reino Unido pode impedir Brexit sem acordo

Lei aprovada no Reino Unido pode impedir Brexit sem acordo

Rubinho Vitti

2 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

O primeiro ministro britânico, Boris Johnson poderá ter que adiar mais uma vez a saída do Reino Unido da União Europeia, marcada para acontecer em 31 de outubro. É que a Câmara dos Comuns do Parlamento britânico aprovou um projeto de lei que impede que UK deixe a UE sem um acordo. A pauta teve três votações, com a última votada com 327 votos a favor e 299 contra.

Se lei for aprovada, primeiro-ministro britânico não poderá tirar o Reino Unido da União Europeia sem um acordo.

Segundo a medida, que vai agora para a Câmara dos Lordes, para votações na quinta e na sexta-feira, o governo deverá pedir um novo adiamento do Brexit caso, até 19 de outubro, o primeiro-ministro não consiga aprovar um acordo no Parlamento.

Leia também: Com Brexit, viagem entre Irlanda e Reino Unido com pets pode ser mais burocrática

O novo prazo limite deverá ser só no ano que vem, 31 de janeiro de 2020, caso não haja um acordo. Esse será, se acontecer, o terceiro adiamento, e poderá não ser o último.

Johnson tentou até marcar uma nova eleição para disputar novamente o cargo com seu opositor, mas o partido de oposição não aceitou.

Leia também: Brexit poderia unir Irlanda e Irlanda do Norte?

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar