Lockdown na Irlanda: saiba o que muda nesta segunda, 12 de abril

Lockdown na Irlanda: saiba o que muda nesta segunda, 12 de abril

Rubinho Vitti

4 dias atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

O lockdown na Irlanda terá algumas modificações a partir desta segunda-feira, 12 de abril. O governo irlandês vai flexibilizar o Nível 5 a partir desta data.

Além das restrições já impostas, vão ser relaxados pontos como limites de viagem, prática de esportes, reabertura de serviços, entre outros.

A flexibilização será feita em datas diferentes entre abril e maio.

Os principais pontos são:

12 de abril

  • Limite de viagem de 5 km estendido para viagens em todo o condado onde a pessoa vive ou um raio de até 20 km (mesmo fora do condado). Viajar para outros lugares para fins essenciais, como trabalho, educação ou cuidados de idosos e crianças, ainda é permitido.
  • Pessoas de duas casas diferentes podem se encontrar fora de casa (em parques, jardins, para caminhadas, etc). Essa regra não vale para área externas de casa
  • Todo o ensino escolar foi retomado hoje, após as férias da Páscoa
  • Retorno parcial à construção a partir de meados de abril

19 de abril

  • Treinamentos de GAA (jogos gaélicos) poderão voltar a acontecer
  • Esportes de elite: atletas de alto desempenho, conforme aprovado pelo Sport Ireland, podem retomar a praticar seus esportes

26 de abril

  • Esportes ao ar livre como golfe, tênis e outros podem ser retomados
  • Atrações ao ar livre poderão reabrir, incluindo zoológicos, locais históricos, etc. Parques de diversões não têm permissão para abrir.
  • Treinamento ao ar livre sem contato físico para menores de 18 anos poderão retomar
  • Comparecimento ao funerais aumentará para até 25 pessoas

4 de maio (à confirmar)

  • Reabertura total da atividade de construção
  • Retorno em fases de lojas de varejo não essencial, começando com o sistema “click and collect” (permitindo compras online e coleta na loja) e varejo ao ar livre como centros de jardinagem
  • Recomeço de serviços pessoais em uma base escalonada (cabeleireiros, barbeiros, etc)
  • Reabertura de museus, galerias e bibliotecas
  • Recomeço de serviços religiosos de forma escalonada

Outros pontos das restrições do Nível 5 do lockdown não foram comentados na lista acima  não serão alterados por enquanto.

O primeiro-ministro Micheál Martin fez um pronunciamento para explicar as mudanças.

Ele disse: “Os serviços de saúde estão em crise e os países e regiões estão reintroduzindo severas restrições. Podemos evitar isso se avançarmos de maneira sensata e segura. É isso que vamos fazer”, ressaltou.

Leia também: Vacina na Irlanda: planos de imunização contra a Covid-19

Reabertura após aceleração da vacinação na Irlanda

Durante o pronunciamento, Martin afirmou que até o fim de julho deste ano 6 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 serão administradas na Irlanda.

Plano do Programa Nacional de Vacinação nas próximas semanas:

  • Cerca de 3 milhões de doses serão administradas até o final de maio.
  • Quase 5 milhões de doses até o início de julho.
  • 6 milhões de doses até o final de julho.

Plano de reabertura com vacinação acelerada:

  • Maio: reabertura em fases de varejo não essencial, serviços pessoais, todos os treinamentos esportivos sem contato, serviços religiosos, museus, galerias e bibliotecas e liberdades adicionais para aqueles que estão totalmente vacinados.
  • Junho: reabertura de hotéis, pousadas e pensões no mês de junho.
  • Julho e agosto: vacinação mais intensiva e a grande maioria da população terá proteção significativa contra o vírus, permitindo oportunidades significativas de reabertura ainda mais.
  • Verão: negócios e serviços públicos reabertos, viagens liberadas pela Irlanda

Qual o objetivo do governo irlandês com o lockdown?

Esse já é o maior período em que o país ficou fechado quase que completamente, por mais de quatro meses, por conta da pandemia da Covid-19. A intenção é manter números baixos de novos contágios pela doença e aumentar o número de vacinados no país.

O governo espera conseguir gerenciar as novas variantes de forma cuidadosa e controlar o vírus, abaixando o número de novos infectados por dia. Além disso, garantir o fornecimento de vacinas, trabalhando com a União Europeia, e diminuir as hospitalizações e a pressão no sistema de saúde e nos trabalhadores da linha de frente.

Para que exista um maior relaxamento das medidas, é necessário definir a média de novos casos por dia que será “aceita” para que, assim, o país possa diminuir o nível de restrições.

O que é permitido ou não no Nível 5 do lockdown na Irlanda?

Nível 5 do lockdown na Irlanda é o mais restrito do plano de governo. Foto: Pxhere

O Nível 5 do lockdown na Irlanda foi definido durante um plano de convivência com a Covid-19 desenvolvido pelo governo que criou cinco níveis diferentes de restrições de movimentos.

  • Visitas em casa – Nenhum visitante é permitido, exceto por motivos familiares essenciais
  • Viagens – “Fique em casa” é o recado do governo. Viagens são permitidas apenas para fins de trabalho, educação ou outros motivos essenciais. *
  • Varejo – apenas lojas essenciais são permitidas *
  • Educação – superior, complementar e de adultos (incluindo escolas de inglês) devem permanecer online
  • Trabalho – “Trabalhe em casa, a menos que seja um serviço essencial de saúde, assistência social ou outro serviço essencial que não possa ser feito em casa”
  • Transporte– “caminhe ou pedale sempre que possível”. Transporte público restrito a 25% da capacidade, exclusivo para trabalhadores essenciais e finalidades essenciais apenas. Uso de máscara obrigatório.
  • Casamentos – máximo de 25 convidados até 2 de janeiro; máximo de 6 convidados a partir de 3 de janeiro
  • Funerais – máximo 10 pessoas *
  • Reuniões internas organizadas – não devem ocorrer reuniões internas organizadas.
  • Encontros organizados ao ar livre – nenhuma reunião organizada ao ar livre deve ocorrer *
  • Exercícios e eventos esportivos – não devem ser realizadas atividades em grupo de exercícios internos ou externos, incluindo aquelas envolvendo crianças. Golfe e tênis ao ar livre não são permitidos. *
  • Exercícios em grupo – nenhum exercício ou aulas de dança deve acontecer. *
  • Exercícios em ambientes fechados – não será possível exercícios internos ou externos envolvendo “treinamento individual”, exceto para esportes profissionais e de elite. Academias permanecem fechadas.
  • Esportes profissionais – elite, corrida de cavalos, corrida de galgos e eventos equestres aprovados só podem continuar a portas fechadas *
  • Serviços religiosos – serão realizados online. Os locais de culto permanecem abertos para oração privada *
  • Arte – museus, galerias e outras atrações culturais permanecem fechados *
  • Bares, cafés e restaurantes (incluindo restaurantes e bares de hotéis) – apenas entrega ou delivery
  • Pubs – fechados
  • Boates, discotecas e cassinos – permanecerão fechados
  • Hotéis e alojamento – abertos apenas para fins essenciais não sociais e não turísticos.
  • Serviços (por exemplo: cabeleireiros, esteticistas, barbeiros) – permanecem fechados. *
  • Playgrounds ao ar livre, áreas de recreação e parques – abrem com medidas de proteção

* pontos já definidos para flexibilização a partir de 12 de abril de 2021

Leia também: Irlanda completa um ano do primeiro caso de coronavírus

Como funciona a entrada de brasileiros na Irlanda durante o lockdown na Irlanda?

Brasileiros têm restrições a mais na Irlanda por conta da nova variante da Covid-19 encontrada no Brasil. Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Desde que anunciou que pretendia utilizar uma quarentena obrigatória em hotéis para quem aterrissasse na Irlanda vindo de países considerados de alto risco, o governo irlandês anunciou diversas vezes uma possível data para que a medida começasse, mas sem sucesso.

Desde 26 de março de 2021, aqueles que chegam à Irlanda de países considerados de risco (“categoria 2”), incluindo o Brasil, ou que não apresentarem um teste negativo PCR para Covid-19, feito em até 72 horas antes do desembarque, devem ficar até 14 dias isolados em um quarto de hotel.

O E-Dublin criou um FAQ com as principais dúvidas, desde valores, vistos e outros detalhes importantes do processo.

Leia também: Consulado da Irlanda no Brasil informa sobre vistos e viagens durante o lockdown

Posso entrar na Irlanda sem visto?

Irlanda não está emitindo o IRP (Irish Residence Permit) no momento. Foto: Garda National Immigration Bureau / GNIB / Irish Visa

A Irlanda restringiu ainda mais a emissão de vistos a estrangeiros no país.

Uma das novas medidas restritivas começou a valer desde a meia-noite desta quinta, 28 de janeiro. A Ministra da Justiça Helen McEntee assinou o regulamento que suspende o acesso sem visto (“visa-free travel”) à Irlanda de cidadãos de 11 países da América do Sul — Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname e Uruguai — e África do Sul.

Na prática, quem chegar destes países precisa já ter algum tipo de visto para poder entrar na Irlanda.

Porém, começou a valer no dia 29 de janeiro a interrupção temporária de novos pedidos de visto. Ou seja, no momento, o governo irlandês não está autorizando novos residentes estrangeiros em seu território, “apenas os pedidos de vistos de longa duração concedidos para fins essenciais estão sendo considerados”.

“Todos, independentemente de sua nacionalidade ou status de visto, que não podem fornecer prova de um propósito essencial para viajar para ou dentro da Irlanda, não devem viajar para a Irlanda”, diz o comunicado.

O governo afirmou que pretende “retomar a aceitação de inscrições assim que as preocupações com a segurança diminuírem”.

Os regulamentos fazem parte de uma série de ações anunciadas pelo governo irlandês na terça-feira, 26 de janeiro, como forma de controlar o aumento no número de casos da Covid-19 no país.

Leia também: Protesto contra lockdown termina em tumulto na capital da Irlanda

Posso fazer meu intercâmbio durante o lockdown na Irlanda?

Não. Brasileiros que não têm o IRP (Irish Residence Permit) não poderão entrar na Irlanda sem um visto válido. Mesmo que sua escola já esteja paga ou você já tenha agendado a viagem, você não poderá entrar agora no país.

“Todos, independentemente de sua nacionalidade ou status de visto, que não podem fornecer prova de um propósito essencial para viajar para ou dentro da Irlanda, não devem viajar para a Irlanda”, diz o comunicado.

Estudantes de inglês não estão na lista de viajantes essenciais. A gente respondeu essas e outras perguntas sobre vistos durante o lockdown na Irlanda neste artigo.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar