Luas lança campanha de segurança para evitar acidentes em Dublin

Luas lança campanha de segurança para evitar acidentes em Dublin

Rubinho Vitti

4 meses atrás

Motoristas, pedestres e ciclistas são os alvos de uma campanha realizada pela Transdev, companhia responsável pelo sistema de trens elétricos Luas, visando melhorar a segurança nas ruas de Dublin.

Quem conhece a capital irlandesa sabe que os bondes cruzam a cidade em diversas linhas e passam por lugares movimentados, cheios de carros e de pessoas. Com o mote “Alguns segundos podem mudar sua vida”, a campanha mostra situações reais de acidentes e de riscos a pessoas que atravessam desatentas as linhas.

Segundo o press release divulgado pela empresa, os trens Luas viajam em uma pista fixa e não podem desviar sua rota. Eles demoram a parar, e entrar em contato com um veículo pode resultar em ferimentos graves ou fatalidade.

Os motoristas dos trens reportam diariamente os mesmos incidentes: pedestres atravessam a rua, esquecendo-se de olhar para a esquerda e direita, muitas vezes com fones de ouvido e cabeças para baixo. Além dos pedestres, motoristas e ciclistas desatentos ou imprudentes atravessam o sinal vermelho que anuncia a passagem de um trem.

Motoristas, pedestres e ciclistas são alvo de campanha de segurança do sistema Luas. Foto: Bred2k8 | Dreamstime

A campanha de segurança do Luas ainda lembra os usuários:

  • Mantenha o foco
  • Sempre olhe para a esquerda e para a direita antes de cruzar os trilhos
  • Motoristas, desacelerem ao chegar aos semáforos
  • Não assuma que o bonde vai parar instantaneamente
  • Familiarize-se com as linhas de bonde
  • Se você vir um motorista atravessando o sinal vermelho, informe à Garda

O sistema Luas completa 15 anos em junho deste ano e sua presença na cidade já se tornou parte da cultura dos irlandeses, acostumados com os sinos que anunciam a chegada de mais um trem. Só em 2018, foram contabilizadas 42 milhões de viagens feitas na rede Luas.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar