Mercado profissional na Irlanda: Em quais áreas apostar?

Mercado profissional na Irlanda: Em quais áreas apostar?

Andre Luis Cia

5 anos atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Na contramão do Brasil, que atravessa uma fase crítica em termos econômicos e sociais, a Irlanda, por sua vez, continua crescendo economicamente e o melhor, abrindo oportunidades de empregos a estrangeiros. Não e à toa que as vagas para fluentes em Português estão cada vez mais presentes nos principais sites de recrutamento. E antes que você pense que apenas a área de tecnologia tem aberto portas para estrangeiros, o gráfico abaixo ilustra quais outras áreas também têm se destacado.

Gráfico_empregos

Divulgação: IrishJobs.ie

Entre as vagas para bilíngues, destacam-se ofertas para tradutores, educadores, serviço/atendimento ao cliente e especialista de pagamento. O que contribuiu para essa abertura do mercado para fluentes em português foi o fato de que após a crise econômica de 2008, a Irlanda se tornou o destino preferido de multinacionais, como Google, o Yahoo, o Twitter, o Paypal, o Dropbox, Oracle, a Microsoft e a Zynga, que instalaram sedes no país, abrindo espaço para trabalhadores com o domínio de outros idiomas além do inglês, com o intuito de suprir a demanda dessas empresas.

No entanto, é importante lembrar que mesmo para as vagas de Portuguese Speakers, o inglês continua essencial, já que essa e a língua oficial nas empresas estabelecidas na Irlanda. Uma das dicas dadas por especialistas de recrutamento, é que o candidato se esforce para ter um bom domínio do inglês, pois isso contará pontos importantes para a seleção.

O diretor executivo da Recruiters, Gerard Doyle, aponta que a área de TI continua sendo uma das mais requisitadas no país, porém, há outras profissões, como enfermeiros, médicos e farmacêuticos industriais que também têm sido alvo por parte de empregadores irlandeses. Todas integram as critical skills – lista desenvolvida pelo governo irlandês, que classifica e especifica quais as capacidades e habilidades são legíveis para a aplicação de um visto de trabalho. “Estas são áreas de demanda acentuada na Irlanda neste momento. Há várias empresas irlandesas que ajudam o candidato na obtenção do visto de trabalho”, aponta Doyle.

GERARD_dOYLE

Gerard Doyle. Foto: Divulgação

De acordo com a pesquisadora de talentos Eveline Zerio, as empresas estão se tornando multiculturais e sempre abertas a empregar profissionais talentosos. Zerio explica que com qualificação e experiência, hoje é possível conseguir um bom trabalho, seja permanente ou mesmo contratual. “É preciso falar inglês pelo menos em um nível bom de comunicação. Existe também a necessidade de se fazer o trabalho, além do engajamento com o time e com a empresa”.

Revisado por Tarcísio Junior
Imagem de capa via Shutterstock
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Veja também

Como montar um currículo para a Irlanda

Andre Luis Cia
Andre Luis Cia, Jornalista com pós-graduação em Roteiro para TV e Cinema, é autor do livro Desejo de viver, que conta a história de luta, superação e de amor à vida de Eliete Gandolfi Cia, sua mãe, falecida em2015. Profissional com 18 anos de experiência na área de comunicação, incluindo a idealização, produção e escrita de duas séries de jornalismo internacional: sonho americano e sonho italiano, e atuação em diferentes veículos de mídia do Brasil, como redações de jornais impressos, assessorias de imprensa e TV, dentre outros.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Como conseguir uma boa nota no IELTS?

    Dicas Profissionais

    Como conseguir uma boa nota no IELTS?

    Depois de dedicar meses ou  anos estudando inglês, uma boa maneira de atestar...

    Elizabeth Gonçalves

    1 semana atrás

    Como conseguir uma boa nota no IELTS?
  • Como elaborar seu “currículo europeu”?

    Dicas Profissionais

    Como elaborar seu “currículo europeu”?

    Quem quer trabalhar na Europa precisa ter um "currículo europeu". Ou...

    Colaborador E-Dublin

    3 meses atrás

    Como elaborar seu “currículo europeu”?

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar