Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Dicas de Viagem

Minha família na Europa: Roteiro Dublin + Oeste Irlandês

Carol Braziel postou em 18 nov 2015

E quando chega aquele momento que a família vem nos visitar durante o intercâmbio e nos perdemos diante de tantas opções na Irlanda? Para onde ir? O que mostrá-los em pouco tempo?

A série “Minha família na Europa”  surge para te dar uma mãozinha e sugerir vários roteiros de viagens ao redor da Ilha Esmeralda. No último post da série te levamos para um tour por Dublin e região, mas hoje vamos mais longe, com o roteiro Dublin + Oeste Irlandês, que reserva paisagens de tirar o fôlego, cultura e muita beleza natural. Vamos nessa?

Dublin – 6 dias

Spire - Foto Matthias Hanzlik

Spire – Foto Matthias Hanzlik

Tem como não se apaixonar? Créditos: shutterstock.

Ha’penny Bridge. Tem como não se apaixonar? Créditos: shutterstock.

Considerada uma das cidades mais agitadas da Ilha, Dublin tem atrações perfeitas para toda a família. Desde parques para piqueniques, caminhadas relaxantes ou eventos com atividades esportivas, como no Phoenix ParkMarlay ParkIveagh Gardens ou St. Stephen’s Green Park, pubs com típica música irlandesa, até tours que garantem os principais pontos turísticos a pé ou de ônibus.

Não deixe de guardar energia para apresentar a famosa vida noturna da capital e, por que não, assistir um dos jogos de Rugby. Afinal, não é por que está com a família que não merece “bebemorar” assistindo ao principal esporte irlandês.

Reprodução: World Study

Reprodução: World Study

Dentre as atrações imperdíveis na cidade, não podemos deixar de citar a Guinness Storehouse, Jameson Destilary, Saint Patrick Church, Christ Church e os muitos museus espalhados pelo centro.

Christ Church é um dos legados da era viking em Dublin. Reprodução: Wikipedia

Christ Church é um dos legados da era viking em Dublin. Reprodução: Wikipedia

Nossa dica é: 4 dias perambulando pela cidade, mais 2 dias para algum bate e volta a locais encantadores que podem ser acessados de Dart – a exemplo de Howth, Malahide, Dun Laoghaire e outros muitos.  Viagens curtinhas e deliciosas.

malahide

Malahide, ideal para um bate e volta a partir de Dublin. Foto Ávany França

Quanto ao transporte, o ideal seria alugar um carro para ter mais flexibilidade, sobretudo no momento de sair da capital para o oeste. Já comentamos em outros posts a facilidade que nós brasileiros temos para alugar um carro, sem falar que os preços são realmente baratos.

4 dias no Condado de Galway

O oeste irlandês se constitui dos condados de Galway, Clare, Limerick, Mayo e Roscommon. Hoje nosso roteiro fica no condado de Galway, mas você pode variar visitando outros condados na mesma região.

Dia 1 – Galway city

Localizada a mais de 200km de Dublin, a cidade de Galway é considerada por muitos a “mais irish” de todas as cidades por sua tradição e cultura. Com uma população de aproximadamente 70 mil pessoas, é repleta de história e apresenta um ambiente contemporâneo, com estudantes representando um quarto dos habitantes. Com restos de muralhas medievais por todo canto, você e sua família poderão caminhar pelo centro e conhecer muito da vida irlandesa com seus restaurantes, lojas, cafeterias e pubs que dão de frente a inúmeros artistas de ruas que transformam tudo em um momento encantador.

galway.cloudfront

Galway city: Fonte Cloudfront

Para quem visita o condado, a capital Galway pode servir como ponto central da viagem, já que de lá é possível comprar vários tours de um dia pelos destinos que sugerimos abaixo, o que seria ideal, principalmente para quem decide viajar de transporte público. Já quem preferir o aluguel de carro, poderá se aventurar com mais flexibilidade, se hospedando em diferentes B&Bs, hostels ou hoteis ao redor do condado, não se limitando a ter que voltar todos os dias para Galway.

Kirwan's Lane, Galway. Créditos: shutterstock.

Kirwan’s Lane, Galway. Créditos: shutterstock.

Dia 2 – Cliffs of Moher + Doolin

A aproximadamente 70 km de Galway e considerada uma das atrações da natureza mais visitadas da Irlanda, os Cliffs of Moher tem uma vista fantástica, que atrai um milhão de visitantes ao ano. O cliffs se estendem por 8km, com mais de 200m de altura e já concorreu a uma das sete belezas naturais do mundo. Dali, você poderá avistar também a Baía de Galway, assim como a Twelve Pint e as montanhas Maum Turk, em Connemara. Para chegar, compensa alugar um carro em Galway e ir direto por uma hora – ou dirigir aproveitando um trecho da rota da Wild Atlantic Way (vale a pena se tiver disposição, pois as paisagens são maravilhosas).

Doolin é um capítulo a parte. Passe parte do dia curtindo os cliffs e se prepare para a noite divertidíssima no pequeno vilarejo de Doolin. Aqui você vai se deliciar com os pubs mais tradicionais, muita música irlandesa e diversão garantida.

Dá pra deixar de fora do seu roteiro? Créditos: shutterstock.

Dá pra deixar de fora do seu roteiro? Créditos: shutterstock.

Dia 3 – Aran Island

Conjunto de três ilhas (Inis Mor/Inishmore, Inis Meain/Inishmaan, e Inis Oirr/Inisheer) feitas de pedra calcária, Aran Island está localizada na Baía de Galway, tendo se tornado um dos destinos mais procurados para os exploradores do oeste do país. A maior das ilhas é Inishmore, que caracteriza-se por numerosos monumentos importantes, igrejas, muralhas e uma natureza ao estilo irlandês, com aprox. 8 km de Cliffs, tendo sido recentemente nomeada como o local para a competição da Red Bull Cliff Diving.

Fonte: Ávany França

Fonte: Ávany França

Para chegar lá, só de barco. Então se você sofre com enjoos, repense ;)! A saída dos barcos ocorre em Galway ou Doolin. Importante conferir o calendário, já que em algumas épocas do ano o serviço é suspenso por conta do clima. Uma vez nas ilhas, opte pela bike, o meio de transporte mais popular e usado por lá.

Dia 4 – Parque de Connemara

Para fechar o roteiro com chave de ouro, retornar para Dublin dirigindo pela rota do parque natural de Connemara seria como um prêmio. O parque é riquíssimo, uma mescla de montanhas belíssimas, com ruínas, castelos e construções antigas interessantes. Destaque especial para Cashel, Clifden e Ballynahinch, que você confere na foto abaixo.

ballynahinch castle

Uma das paisagens deslumbrantes em Connemara. Ballynahinch Castle.

Definitivamente, a melhor época de viajar para esses destinos no oeste irlandês é na primavera ou no verão, já que no inverno perde-se muito por conta das temperaturas muito baixas para passeios outdoor.

Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Carolina Braziel é formada em Relações Públicas e pós-graduada em MKT pela ESPM|Brasil. Com mais de seis anos de experiência em MKT, decidiu vivenciar o sonho de morar na Europa, mais precisamente na terra dos Leprechauns. Apaixonada incurável por viagens, tem como vício a leitura e pesquisa sobre destinos, curiosidades e roteiros de viagens pelo mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Cultura

Mitos e verdades sobre o castelo do Drácula, na Romênia

3 dias atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Qual a importância do seguro viagem durante seu mochilão?

4 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

Você já conhece Dundalk, na Irlanda? Deveria!

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Conheça a bela Westport

3 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

O melhor queijo-quente de Dublin

3 meses atrás, por Tarcisio Junior
Cultura

Para onde ir! Galway

3 meses atrás, por Edu Giansante
Dicas de Viagem

Viajar no verão europeu pode ser uma roubada

4 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Que tal curtir um dia de sol em Skerries?

4 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Pra Onde Ir

5 destinos para um bate e volta a partir de Dublin

4 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Buskers: música pelas ruas da Irlanda

5 meses atrás, por Daniel Sandes
Cultura

Vai para a Rússia? Cuidado com as diferenças culturais

5 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves