Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Dicas de Viagem

Minha família na Europa: Roteiro Irlanda do Norte

Carol Braziel postou em 25 nov 2016

Nossa série “Minha família na Europa” não pode se limitar somente aos limites da República da Irlanda. A nossa vizinha Irlanda do Norte está logo ali, a menos de 3h de Dublin e com uma história riquíssima a ser desvendada. Por isso, hoje o nosso roteiro de 7 dias será sobre as principais atrações da parte Norte da ilha!

Por ter sido palco de conflitos religiosos e políticos por muitos anos, a nação constituinte do Reino Unido acabou sendo evitada por turistas do mundo todo. No entanto, mesmo ainda não tendo resolvido todas as questões e continuar em estado de alerta, a cada ano que passa seu poder turístico tem aumentando e, aos poucos, abrindo as portas para que conheçamos mais dos seus encantos.

Fonte: belfastcitysightseeing.com

Um pouco sobre o país

A Irlanda do Norte é formada por seis condados: Antrim, Armagh, Down, Fermanagh, Derry e Tyrone. Sua capital e maior cidade é a famosa Belfast, que se localiza em sua maioria no condado de Antrim, e uma pequena parte no condado de Down.

Se compararmos o país com a República da Irlanda, encontraremos algumas diferenças básicas como o sotaques, sinais nas estradas – que são em milhas – e, claro, os preços, que são em libras esterlinas (e não em euro), o que encarece um pouquinho sua viagem, mas calma, porque mesmo assim ainda continua valendo muito a pena conhecer. Inclusive, Belfast tem fama de oferecer preços bem mais charmosos que os praticados na Irlanda!

E para quem está fazendo intercâmbio ou simplesmente turistando pelo país, escolhemos Dublin como ponto de partida e montamos um roteiro de 7 dias para que aproveite o melhor da Irlanda do Norte. Pronto pra conhecer?

Belfast – 4 dias

Créditos: Shutterstock.

Belfast City Hall. Créditos: Shutterstock

População – Aproximadamente 280 mil pessoas

Como chegar? – Saindo de Dublin, temos a opção de alugar um carro, ir de avião, ônibus (inclusive os de tour guiado, que vai e volta no mesmo dia) e trem, partindo da Connolly Train Station e descendo na Belfast Central Train Station depois de 2 horinhas.

Onde ficar? – Se o objetivo é economizar, os hostels ainda são as melhores opções. Se estiver viajando com a sua família, talvez seja melhor apostar no Airbnb, e alugar uma casa inteira. O valor compartilhado certamente sairá bem mais em conta. Busque opções no centro da cidade para aproveitar e fazer tudo a pé. No entanto, se busca maior comodidade e conforto, Belfast oferece muitas opções de hoteis, pousadas, B&B e acomodações.

Onde comer? – O mercado de St. George em Belfast é fantástico para encontrar carne local, e no lago de Strangford encontra-se as melhores ostras da região.

Tour por Belfast City Hall e Belfast Castle – A sede da prefeitura, que fica toda iluminada a noite, muda de cor nas datas comemorativas, se tornando um marco da cidade. Programe-se com visitas de 2ª a 6ª feira, das 8h30 às 17h. Existem tours guiados gratuitos às 11h, 14h e 15h. Aos sábados, o tour sai às 14h e 15h. Aproveite para conhecer também o Belfast Castle, construído no final do século 12. É um marco da cidade e possui loja de antiguidades, restaurante e centro de visitantes.

História impregnada nos muros da cidade – Quer ver de perto como os conflitos no país ainda persistem e refletir sobre a importância da tolerância política e religiosa? Visite os famosos murais de Belfast, que separam bairros católicos dos protestantes. O comentário é que serão demolidos até 2023, mas enquanto continuam firmes e fortes, continuam sendo o exemplo vivo de como muita coisa precisa mudar.

Créditos: Shutterstock.

Créditos: Shutterstock.

The Crumlin Road Gaol – Fechada em 1996, a famosa prisão teve homens, mulheres e até crianças vivendo dentro de suas paredes por causa da segregação política de prisioneiros republicanos. Hoje o local é aberto todos os dias, com o 1º tour às 10h e o último as 16h30 e preços a partir de £5.50 (com descontos, caso vá em grupos com mais de 8 pessoas).

Créditos: The Crumlin Road Gaol.

Créditos: The Crumlin Road Gaol.

SS NomadicConsiderada irmã do Titanic (em versão menor, é claro!), o SS Nomadic é a única embarcação sobrevivente da White Star Line e fica localizada na histórica Hamilton Dock, de frente para o Titanic Experience.

Construída em 1911 nos estaleiros de Belfast como uma embarcação auxiliar, levou passageiros da 1ª e 2ª classe do cais raso, em Cherbourd, para o Titanic. Você pode visitar o local de junho a agosto, das 10h às 18h ou de setembro a maio, das 10h às 17h30, com preços a partir de £7, sendo que menores de 5 anos não pagam.

Créditos: SS Nomadic.

Créditos: SS Nomadic.

Titanic Experience – Construído com revestimento que representa o casco da real embarcação e com altura idêntica ao comprimento original da proa de 27 metros, o museu conta com nove galerias dividas em quatro andares, que detalham diferentes aspectos da tragédia. Você pode visitar o local entre janeiro e março, das 10h às 17h; de abril a maio, das 9h às 18h; de junho a agosto, das 9h às 19h; setembro das 9h às 18h e de outubro a dezembro, das 10h às 17hs. O ingresso é £15.50 para adultos e £7.25 para crianças.

Créditos: Titanic Experience em Belfast.

Créditos: Titanic Experience em Belfast.

Giant’s Causeway – meio dia

Lugar obrigatório de todo turista que se preze, o Giant’s Causeway – ou Calçada dos Gigantes – é considerado por muitos um lugar mágico. Patrimônio mundial da UNESCO, o ponto turístico mais popular da Irlanda do Norte é uma grande extensão de rochas, resultado da lava resfriada a partir de erupções vulcânicas que ocorreram há mais de 65 milhões de anos. E o mais diferente e especial é ver como essas rochas ficaram perfeitamente montadas, fazendo com que nos perguntemos como foi possível ficarem desse jeito. O local fica a pouco mai de 100 km de Belfast e muitas pessoas optam por alugar um carro e ir até lá, pois assim aproveitam o dia todo. O lugar e a vista são completamente incríveis. Preço: 8,50 libras.

Créditos: shutterstock.

Créditos: Shutterstock.

Carrick-a-Rede – meio dia

Suspensa a quase 30 m acima do nível do mar, a ponte de corda de Carrick-a-Rede foi erguida pela primeira vez por pescadores de salmão há mais de 350 anos. Hoje é destino turístico popular que atrai quem gosta de uma aventura, pois a coragem é exigida para atravessar os 20 m da ponte de cordas (SIM! Apenas madeiras e cordas!), que se estende do continente para “Ilha de Rocky”. A recompensa? Uma vista fantástica da Rathlin Island, Escócia e da Causeway Coast. Preço: £5.90.

Créditos: shutterstock.

Créditos: Shutterstock.

Derry/Londonderry – 2 dias

Eleita a quarta melhor cidade para se visitar em 2013 pela Lonely Planet, a segunda maior cidade da Irlanda do Norte também recebeu o prêmio de Cidade da Cultura do Reino Unido no mesmo ano. Apenas esses já são motivos suficientes para a incluir no roteiro, certo? Entre as muitas atrações, a cidade rodeada de muralhas tem lindos museus, como o Workhouse Museum, o Museum of Free Derry e o Tower Museum; igrejas, como a St. Columb’s Cathedral, a St. Eugene’s Cathedral e a St. Augustine’s Church; os City Walls (muros da cidade), que valem a pena a visita para entender um pouco da história do local e os memoriais, como o Bloody Sunday Memorial, que relembra o domingo sangrento, de 30 de janeiro de 1972, também homenageado na famosa música do U2, “Sunday, Bloody, Sunday“.

The walled city of Derry in Northern Ireland. Créditos: shutterstock.

The walled city of Derry in Northern Ireland. Créditos: Shutterstock.

Quer outras sugestões de passeio pela Irlanda? Confira os outros posts da série Minha família veio me visitar!

Revisado por Tarcisio Junior
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Carolina Braziel é formada em Relações Públicas e pós-graduada em MKT pela ESPM|Brasil. Com mais de seis anos de experiência em MKT, decidiu vivenciar o sonho de morar na Europa, mais precisamente na terra dos Leprechauns. Apaixonada incurável por viagens, tem como vício a leitura e pesquisa sobre destinos, curiosidades e roteiros de viagens pelo mundo.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Eventos e Festivais

5 mercados de Natal imperdíveis na Irlanda

5 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Depressão? Onde procurar ajuda na Irlanda?

5 meses atrás, por Deby Pimentel
Cultura

Museus para conhecer em Dublin

10 meses atrás, por E-Dublin Press
Cultura

5 atividades para interagir com a cultura irlandesa

10 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Agenda Cultural

15 eventos que vão agitar a Irlanda em maio

12 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Irlanda

Um dia nas locações de Game of Thrones

1 ano atrás, por Thaiz Beltrão
Cultura

Galerias de arte gratuitas para visitar em Dublin

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

Cinco galerias de arte imperdíveis em Dublin

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Turismo histórico por Berlim

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves
Dicas de Viagem

Uma volta gratuita por dez museus europeus

1 ano atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

Vem aí mais uma edição da Culture Night

2 anos atrás, por Elizabeth Gonçalves
Política

Irlanda reunificada: será?

2 anos atrás, por Andre Luis Cia
Cultura

Dez coisas deliciosas para explorar em Dublin

2 anos atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

Já pensou em visitar os melhores museus da Holanda?

2 anos atrás, por Elizabeth Gonçalves
Cultura

10 destinos para os amantes das artes na Europa

2 anos atrás, por Carol Braziel
Cultura

Museus na Irlanda: National Museum of Ireland

5 anos atrás, por Ávany França