Vale a pena comprar notebook na Europa em 2021?

Vale a pena comprar notebook na Europa em 2021?

Edu Giansante

3 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Será que vale a pena comprar notebook na Europa? Quem está se planejando para fazer intercâmbio geralmente tem essa dúvida. Afinal de contas, levar ou não levar o seu computador pessoal do Brasil para o país onde você decidiu viver?

De forma geral, todos sabem que os preços no Brasil são mais altos que os dos Estados Unidos, por exemplo, mas será que isso também se mantém quando o assunto é notebook na Europa?

A reposta é sim. No entanto, há mais fatores a considerar, por exemplo, o valor do euro ou o tipo de notebook desejado, mas é importante ter bastante tempo e empenho para encontrar uma oferta que valha a pena.

Quanto custa um notebook na Europa?

Brasil ou Europa, onde economiza-se mais na compra de notebook? © Delstudio | Dreamstime

É possível economizar comprando notebook na Europa, mas é preciso entender o custo de cada modelo. Foto: Delstudio | Dreamstime

Geralmente, um notebook na Europa — ou laptop, como costuma ser chamado esse tipo de computador em países como Irlanda e Inglaterra — custa entre 400 e 2.000 euros, podendo chegar a muito mais, dependendo da marca e da configuração, ou até menos, em épocas de promoção.

Os valores dos produtos podem mudar muito entre um país europeu e outro. Por isso, vale a pena, muitas vezes, pesquisar em sites de países como Espanha e Portugal, por exemplo, que não vão cobrar taxas se você estiver vivendo em uma nação dentro da União Europeia. Mas atenção, às vezes o frete pode não ser tão baratinho assim.

Essa dica não vale quando o assunto é Reino Unido, já que, desde janeiro de 2021, compras de países da Europa em sites britânicos estão sendo taxadas.

Agora, vamos fazer um pequeno comparativo de preços entre notebooks na Europa e no Brasil. Para essa comparação, utilizamos os preços encontrados na Irlanda. Também vamos utilizar como média de preço aqueles encontrados em duas lojas populares, a Currys, na Irlanda, e a Americanas, no Brasil.

Leia também: Custo de vida na Irlanda: descubra quanto custa viver em Dublin (2020)

Comparativo de preços entre notebook na Europa e no Brasil

  • DELL Inspiron 15 15.6″, 256 GB | 599 euros (Irlanda) | R$ 3.299,99 (Brasil)
  • APPLE MacBook Pro 16″ i9, 1 TB | 2.294 euros (Irlanda) | R$ 23.999,99 (Brasil)
  • APPLE MacBook Air 13.3″ i3 256 GB | 1.179 euros (Irlanda) | R$ 13.381,57 (Brasil)
  • Microsoft Surface Go 10″ 128GB | 699 euros (Irlanda) | R$ 7.599,99 (Brasil)

Aqui, podemos ver que, dependendo do notebook escolhido, na Irlanda ele pode custar mais caro que no Brasil se você converter euro para real (na cotação atual, 1 euro corresponde a cerca de 6,60 reais). Por outro lado, quando falamos em Apple MacBook, economiza-se muito ao adquirir o notebook na Europa.

É preciso pontuar o poder de compra de um brasileiro e um Europeu. Na Europa, qualquer um com um salário mínimo (10,30 euros por hora na Irlanda em 2021) consegue juntar dinheiro para comprar um notebook de última geração.

No entanto, como intercambista recém-chegado, você precisa priorizar algumas coisas antes de pensar em procurar comprar um produto caro como um notebook.

Preciso comprar um notebook na Europa para fazer intercâmbio?

Será que você precisa mesmo de um notebook na Europa para fazer intercâmbio? Priorize primeiro os gastos antes de comprar um eletrônico mais caro. Foto: Pxhere

Um intercambista que acaba de chegar em um país europeu precisa procurar casa para morar, contas a pagar na casa (como aluguel e depósito), pagar documentações de visto, escola de inglês ou faculdade (dependendo do tipo de intercâmbio escolhido). Até encontrar um emprego, pode demorar algumas semanas.

Por isso, a dica é não sair por aí comprando eletrônicos assim que chegar (exceto se você já vier com um dinheiro programado para isso). Organize sua situação antes.

Se você precisar utilizar um computador nesse meio tempo (seja para resolver alguma pendência ou, até mesmo, para enviar currículos), saiba que a maioria das escolas e faculdades oferece computadores para os alunos acessarem!

Se seu intercâmbio é na Irlanda, uma dica importante é o acesso a computadores e impressões nas bibliotecas irlandesas. O serviço é impecável, gratuito e aberto a todos. Assim que chegar, vale providenciar a sua carteira da Library e ter acesso a todos os serviços, incluindo suporte no aprendizado de línguas, workshops e, claro, todos os serviços básicos que se espera de uma biblioteca.

Além disso, o que não faltam são as famosas “lan houses” em qualquer país europeu.

Devo vender meus produtos eletrônicos no Brasil?

A possibilidade de trabalho atrai brasileiros.© Violetkaipa | Dreamstime.com

Se você tem laptop ou um smartphone no Brasil, não compre um novo logo na chegada ao intercâmbio. © Violetkaipa | Dreamstime.com

Não! Como visto, notebooks e outros produtos eletrônicos não são tão baratos na Europa como se pensa.

Por isso, se você tem um notebook no Brasil e ele está em bom estado, não pense duas vezes em trazê-lo. Você poderá aproveitá-lo o quanto puder até querer comprar um novo notebook na Europa, dependendo do cenário que vai encontrar durante o seu intercâmbio.

Qual melhor país para comprar um notebook na Europa?

Se você tem a intenção de economizar muitos euros na aquisição do seu eletrônico, organize-se para uma trip para a cidade de Tenerife, por exemplo, e outros destinos onde a isenção de impostos para eletrônicos é uma realidade.

Nesse caso, vale observar a época do ano em que as passagens saem mais em conta, já que você precisará considerar o valor da passagem de ida e volta na sua compra final. Ou seja, não adianta ir para os paraísos de “tax free” e gastar uma grana na passagem aérea.

Como funciona o ‘tax back’ na Irlanda?

Reembolso dos impostos — TAX Refund — é uma forma de economizar na compra de um notebook na Europa (Irlanda). Imagem: Rawpixelimages | Dreamstime

Por isso, é preciso, de fato, criar uma estratégia. Deixar para comprar um eletrônico no final do intercâmbio, por exemplo, pode sair mais barato, mesmo quando adquirido na Irlanda. Isso porque você poderá conseguir o reembolso de taxa VAT (Value Added Tax). Isso pode gerar uma boa economia.

Mas, para solicitá-lo, o equipamento não pode ter data de compra superior a três meses, considerando o seu voo de volta ao Brasil.

Passo a passo para conseguir uma “tax back” na Irlanda

  1. É importante escolher uma das lojas credenciadas no Global Refund/Global Blue, solicitar o cheque-reembolso, guardar as notas fiscais e se organizar para reservar um tempo a fim de solicitar o reembolso do VAT, na hora do embarque de volta ao seu país. É muito comum as pessoas desistirem por falta de tempo. Afinal, o avião não vai esperar (veja o horário de funcionamento para reembolso, pois, se seu voo sair 6 da manhã, você provavelmente terá que ir ao aeroporto no dia anterior). Nossa dica é reservar, pelo menos, uma hora a mais que o normal para fazer todo o procedimento.
  2. Antes de fazer o check-in, tome o cuidado de manter os produtos para os quais você vai solicitar o refund na bagagem de mão. Isso porque o agente da alfândega pode solicitá-los para comparar com as informações da nota fiscal e, se o produto foi despachado, já era! É na alfândega que você receberá o carimbo no formulário de reembolso, e ele é imprescindível no processo de refund.
  3. Depois de carimbado, é hora de localizar o posto de reembolso no aeroporto para receber o valor. Mas detalhe: quando você escolhe a opção cash (em dinheiro), geralmente é obrigado a pagar uma taxinha básica pelo serviço! Isso também vale para crédito em conta bancária ou transferência bancária. A maioria escolhe receber o valor creditado no cartão de crédito. Nesse caso, não se paga nada, e o valor geralmente é creditado em cinco semanas.
  4. Para receber o crédito no cartão ou, mesmo, por cheque bancário internacional, você precisará preencher seus dados bancários no verso do formulário e enviá-lo pelo correio para o escritório do Global Refund. Mas cadê o posto do correio? Bom, não falei para reservar, pelo menos, 1h a mais?
  5. Cuidado com um detalhe: apesar de o envelope da Global Refund informar que ele tem porte pago, isso só vale para o país onde você o retirou. Ou seja, comprei minha câmera na Polônia, mas estou embarcando de Dublin. O porte pago já era. O envelope precisará ser selado, mas são 22h, a agência de correio do aeroporto está fechada, e agora? Bom, se você quer mesmo receber o seu imposto de volta, esteja preparado para tudo isso.
  6. A solicitação do Tax Refund só precisa ser feita na hora de deixar a UE. Não precisa sair pedindo reembolso em todo o país por onde você passar, exceto, é claro, para os países que pertencem à Europa, mas não necessariamente a Comunidade Europeia.

Leia também: 6 dicas para controlar as finanças durante o intercâmbio

Qual o melhor momento de comprar notebook na Europa?

Épocas como Black Friday e Boxing Day são ótimas para comprar um notebook na Europa. Foto: Pxhere

Em época de Black Friday, Boxing Day ou Cyber Monday. Essas três datas, que acontecem em novembro e dezembro, são muito especiais para o consumidor, principalmente de eletrônicos.

O Black Friday tem se tornado superpopular na Europa, com descontos significativos e, atualmente, tem começado, pelo menos, duas semanas antes da data oficial, em especial para as compras online. Adicione no seu calendário: 27 de novembro, para aproveitar as ofertas.

Outra data importante no calendário, em especial na Irlanda, é o Boxing Day, no dia 26 de dezembro. Nesse caso, vale para comprar de tudo, já que é o grande período de saldo no país. Comprar nos sites das próprias marcas também pode ser uma opção. Vale a pena pesquisar!

Vale a pena comprar notebook na Europa online

Seu celular pode funcionar como um cartão de débito utilizando o aplicativo do banco virtual. © Jurij Boiko | Dreamstime.com

Aposte nas compras online para adquirir smartphone e laptops mais baratos. © Jurij Boiko | Dreamstime.com

Outra forma de economizar e aproveitar boas ofertas é investir na compra online, o que aumenta as suas possibilidades de encontrar boas barganhas. Antigamente, a Amazon UK seria um ótimo exemplo. Porém, como explicamos, com a saída do Reino Unido, compras em sites britânicos agora podem ser taxadas — e o valor é alto.

Mas calma, a Amazon já planeja abrir um centro de distribuição na Irlanda. Além disso, é possível pesquisar produtos em sites da Amazon em outros países da Europa como Itália e Espanha, por exemplo.

Lojas para comprar notebook na Europa (Irlanda)

O que será melhor, comprar um notebook na Europa diretamente do fornecedor, ou seja, nos sites oficiais da Dell, Microsoft e Apple, ou em lojas que revendem produtos de tecnologia?

É claro que comprar diretamente do fornecedor pode ser vantajoso em termos de segurança. Afinal de contas, você está lidando com a própria empresa que fabrica e vende os produtos. Além disso, muitas delas deixam as configurações do notebook abertas para você mesmo montar o seu, escolhendo memória, espaço em disco, etc.

Por outro lado, as revendedoras, ou seja, lojas de produtos eletrônicos ou grandes varejistas podem oferecer preços bem mais em conta, principalmente em datas comemorativas e já famosas de desconto, como citamos.

Listamos algumas das principais marcas e seus sites na Irlanda e as lojas revendedoras:

Vale a pena comprar notebook na Europa?

Planeje-se antes de comprar um notebook na Europa. Foto: Pixabay

Que tal fazermos agora um resumo da ópera? Vamos pontuar todas as dicas que demos ao longo deste texto

  • Um notebook na Europa pode custar entre 400 e 2.000 euros em média.
  • O valor do notebook na Europa pode ser maior que no Brasil se você fizer a conversão do euro para o real.
  • Se você realmente quer um computador novo ou ainda não tem um, deixe para comprar quando estiver na Europa. Caso já tenha um bom no Brasil, e isso não seja uma prioridade, traga o seu.
  • O smartphone, hoje, é essencial. Quando você chega a um país novo, onde vai precisar resolver muitas coisas nas primeiras semanas, ele será seu grande aliado. Ele pode custar bem menos que um notebook e pode quebrar um galho enquanto você não consegue comprar um.
  • Vale a pena comprar notebook na Europa em sites de empresas fabricantes e de revendedoras, menos aqueles que são no Reino Unido.
  • Não vale a pena comprar notebook na Amazon do Reino Unido por conta da taxação em outros países da União Europeia.
  • Pesquise notebooks em outros países da Europa, em especial em Tenerife, onde não há taxação de produtos eletrônicos.

 

Veja também

Como comprar um carro na Irlanda?

Edu Giansante
Edu Giansante, Fundador e CEO do E-Dublin, Edu chegou na Irlanda em 2008, no ano pré-crise, pegou a nevasca de 2010 e comeu cérebro de cabra em Marrakesh. O Edu também é baterista da banda Irlandesa Medz.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Quanto custa morar na Irlanda?

    Custo de Vida

    Quanto custa morar na Irlanda?

    Escolheu fazer um intercâmbio na Irlanda? Prepare-se para gastar. A Irlanda é...

    Rubinho Vitti

    4 meses atrás

    Quanto custa morar na Irlanda?
  • Tudo o que você precisa saber sobre Cork (Irlanda)

    Custo de Vida

    Tudo o que você precisa saber sobre Cork (Irlanda)

    Considerada a segunda capital da Irlanda, Cork está localizada às margens do...

    Deby Pimentel

    5 meses atrás

    Tudo o que você precisa saber sobre Cork (Irlanda)

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar