‘Novela’ do novo governo irlandês deve terminar até sábado

‘Novela’ do novo governo irlandês deve terminar até sábado

Rubinho Vitti

2 semanas atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

A “novela” para a criação de um novo governo irlandês segue em um ritmo acelerado. Nesta semana, finalmente a nova coalizão deve ser acertada e até sábado um novo primeiro-ministro — usualmente chamado pela palavra irlandesa Taoiseach (lê-se ‘tea’ + ‘shock’) — será escolhido, além dos ministros do Gabinete.

Parlamento irlandês deverá definir novo governo até sábado, 27 de junho de 2020. Foto: Divulgação

Como já explicamos aqui no E-Dublin, as eleições para escolhas dos membros do Congresso Irlandês aconteceram em fevereiro e desde então há um impasse para a formação de um novo governo. Isso porque um novo governo dentro do sistema parlamentarista irlandês só pode ser formado se 50% dos TDs (Teachta Dála, membros do Legislativo, como deputados) se unirem em uma coalizão.

Agora em junho, após entrarem em um acordo, os membros dos partidos Fianna Fáil, Fine Gael e Green Party têm até sexta, 26 de junho, para votar se são a favor do que seus líderes acertaram no Programa de Governo formado há alguns dias.

Como funciona a aprovação do Programa de Governo?

Após fecharem acordo, os líderes do FF, FG e GP precisam que os membros de seu partido votem a favor ou contra para que, então, a coalizão seja efetuada com sucesso. Cada partido tem seu modo de aprovação:

Fine Gael: exige a aprovação de seu colégio eleitoral interno, em vez de todos os membros do partido, e tem apenas 700 votos para contar. Há delegados de cada círculo eleitoral, o conselho executivo e os representantes eleitos do partido envolvidos.

Green Party: 1.962 membros são elegíveis para votar. A constituição do partido exige uma maioria de dois terços entre os membros para aprovar qualquer acordo de coalizão.

Fianna Fáil: 14.500 membros votam sendo necessários mais de 50% dos votos para aprovar o programa.

Por conta de uma maioria absoluta, o GP ainda é uma incógnita e uma pulga atrás da orelha dos outros partidos, que já falaram sobre a possibilidade do programa de governo não ser aprovado por seus membros.

Leia também: Governo revê lockdown e aprova mudanças para terceira fase

Escolha do novo primeiro-ministro

Líder do Fianna Fáil, Micheál Martin, dever ser o escolhido como primeiro-ministro da Irlanda. Foto: Divulgação

De acordo com matéria do jornal Irish Times, haverá uma sessão do Congresso Irlandês (o chamado Dáil) no Centro de Convenções de Dublin, na manhã de sábado, 27 de junho, para eleger o novo Taoiseach.

Conforme a coalizão, o líder do Fianna Fáil, Micheál Martin, será o escolhido. A escolha pelo Centro de Convenções é por conta do distanciamento social necessário entre os membros do Congresso.

A sessão começará às 10h30. Assim que escolhido, o novo primeiro-ministro deverá ir até o Áras an Uachtaráin (casa do presidente Micheal D Higgins, no Phoenix Park) para receber o selo de Taoiseach.

Leia também: Eleições presidenciais no Brasil e na Irlanda: há diferenças?

Novo gabinete será dividido entre os partidos

Os ministros do novo governo deverão ser escolhidos ainda no sábado. O partido Fianna Fáil terá seis cargos, assim como Fine Gael. O Green Party terá três.

Ainda no sábado, a assembleia se reunirá novamente às 16h30, quando os membros do novo gabinete serão nomeados para aprovação do Congresso.

Se tudo der certo, ao anoitecer de sábado, finalmente essa novela terá um fim.

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar