O destino do meu Intercâmbio: África do Sul

Ávany França

3 anos atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

África do Sul: uma das principais rotas de intercâmbio para se estudar inglês

A África do Sul ainda pode ser considerado um destino não tão convencional e bem menos popular quando comparado aos Estados Unidos ou Europa. Mas segundo a Associação Brasileira dos Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais (Belta), o país está entre as oito principais rotas educacionais de ensino do idioma inglês.

Jovens intercambistas têm sido atraídos pelos preços baixos, belezas naturais, diversidade cultural e a possibilidade de trabalho voluntário. Para quem vai partindo do Brasil, um dos principais atrativos é o fato de a moeda brasileira ser mais valorizada do que a moeda sul-africana. Para se ter uma ideia, R$1,00 equivale a cerca de 4 Rands, a moeda da África do Sul.

O clima também é tropical, facilitando a adaptação, apesar da diferença de fuso. Quando nenhum dos países está em horário de verão, a diferença é de cinco horas, levando em consideração o horário de Brasília.

A África do Sul fica situada no extremo Sul do continente africano, banhada pelos oceanos Atlântico e Índico. O país apresenta uma área de preservação ambiental de 20% do seu território. A maior e mais famosa dessas reservas é o Kruger Park, do tamanho de Israel. Lá, é possível encontrar mais de 100 espécies de animais, como elefantes, leões, leopardos, búfalos e rinocerontes.

Esportes radicais também fazem parte do roteiro de passeios. É na África do Sul que fica localizado o maior Bungee Jump do mundo, com 216 metros de queda livre, instalado na Bloukrans Bridge, uma ponte que cruza um dos principais parques da região de Wilderness, cidade da África do Sul.

A população é bastante diversificada, formada por descendentes de franceses, britânicos, africanos, malaios, indianos, holandeses e de diversas tribos. Apesar de todos falarem inglês, o país possui outras dez línguas oficiais, proporcionando aos estudantes um grande enriquecimento cultural, principalmente por sua história de superação.

Por muitos anos a África do Sul sofreu um regime de segregação racial que vigorou no país entre 1948 e 1990, o “apartheid”. As leis beneficiavam a população branca, enquanto os negros não tinham direitos básicos. Todo esse drama deixou marcas que podem ser percebidas até hoje. Apesar disso, a África do Sul tornou-se potência emergente na economia e ao sediar a Copa do Mundo de 2010, teve suas principais cidades repaginadas, agregando melhor infraestrutura para receber os viajantes.

http://www.africadosul.org.br/?pg=visto

 

Avatar
Ávany França, Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

  • Intercâmbio para pessoas com deficiência

    Destinos de Intercâmbio

    Intercâmbio para pessoas com deficiência

    Sair do país, jogar-se num mundo novo e desconhecido para aprender uma nova...

    Larissa Fontes

    2 dias atrás

    Intercâmbio para pessoas com deficiência
  • Pesquisa elege os 6 melhores países para morar

    Destinos de Intercâmbio

    Pesquisa elege os 6 melhores países para morar

    Qualidade de vida, segurança e melhores oportunidades costumam fazer parte da...

    Deby Pimentel

    3 dias atrás

    Pesquisa elege os 6 melhores países para morar

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar