O destino do meu intercâmbio, Canadá: Impressões da escola

O destino do meu intercâmbio, Canadá: Impressões da escola

Ávany França

6 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

No primeiro texto sobre “O destino do meu Intercambio, Canadá” passeamos pelos números e o que tem feito do país das Cataratas de Niágara o preferido entre os estudantes brasileiros. Qualidade de ensino e de vida, presença nos melhores rankings, são apenas alguns pontos sedutores para quem escolhe o Canadá para estudar.

© Mihai Andritoiu | Dreamstime.com

Muitos brasileiros preferem a cidade de Toronto para fazer intercâmbio.© Mihai Andritoiu | Dreamstime.com

Agora é hora de conhecer de perto como é a rotina de um estudante brasileiro recém- chegado ao país e no seu primeiro dia de aula. Para contar como foi essa experiência, Bruno Carmona assina o texto abaixo!

Bruno faz  parte de um perfil de estudantes brasileiros que não para de crescer ano após ano. Eles tem entre 25 e 40 anos de idade e pela necessidade do mercado, decidem correr atrás da fluência do idioma num intensivão.

Decidido a potencializar o inglês, Bruno embarcou aos 31 anos para uma temporada de dois meses em Toronto. A escola escolhida foi a International House Toronto, com classes pequenas, de sete a oito alunos, boa infra estrutura, biblioteca para acesso a internet, wi fi e todas as demais facilidades das escolas modernas.

Para saber como foi essa temporada intensiva basta acompanhar os próximos textos by Bruno Carmona!

Vamos ao começo de tudo…rs.. O primeiro dia de aula na International House Toronto é bem interessante. Você irá à escola para fazer um teste de nível que pode variar de escola para escola. Na minha escola quem me acompanhou para o teste e também me apresentou a escola foi a recepcionista.

 © Goodluz | Dreamstime.com

Teste de nível é feito no primeiro dia de aula em seu intercâmbio.© Goodluz | Dreamstime.com

O teste pode ser escrito ou falado. Duas coisas que certamente acontecerá: primeiro, nervosismo, segundo provavelmente você será encaminhado para uma sala de nível abaixo do que você acredita ter. Isso é normal, não se estresse. Lembrando mais uma vez que isso é só começo..rs..

O mais importante neste primeiro dia é analisar seu nível de inglês e se for o caso conversar com o professor para mudar. Todos na escola são bem abertos e irão entender qualquer dificuldade que você tenha e se necessário te mudarão de nível.

As aulas começam no mesmo dia, mas são bem light. Praticamente será o dia das apresentações, tanto para conhecer as dependências da escola, quanto para conhecer seus colegas de classe. Ahhhh.! Se preparem para se apresentar em inglês,

O curso é dividido por semanas e em cada semana é discutido um assunto novo, sendo este explorado de todas as formas possíveis como vídeos, leitura, discussão, teatro, gramática e redação. Os temas logicamente vão depender do nível de inglês que se está estudando.

O horário da escola não depende do nível, é sempre (pelo menos na escola em que estudei) das 09 às 13h45min com 45 de “almoço” ou melhor dizendo lanche. Mas também existem escolas que você só estudará em um período, mas o tradicional é o horário que citei.

© Katarzyna Bialasiewicz | Dreamstime.com

O curso é dividido por etapas e em cada semana tem algo novo.© Katarzyna Bialasiewicz | Dreamstime.com

Vale uma dica: é sempre bom levar em mãos cópia impressa da carta da escola, caneta, caderno, lápis, borracha, passaporte e dinheiro. Sim, dinheiro. No Canadá a tradição é não almoçar. Eles só lancham e se você tem o costume de acordar, tomar café da manhã, lanche da manhã e ao meio dia almoçar se prepare, pois sua rotina vai mudar.

O horário “pós-almoço” servirá para um aprofundamento na língua e no aprendizado da parte da manhã.

Voltando um pouco no começo do dia uma coisa legal e ao mesmo tempo assustadora para alguns é que você entrará em uma sala que não é nova, ou seja, todos se conhecem porque não é todo mundo entrando no mesmo dia. Você poderá encontrar pessoas que estão lá há meses ou há uma semana. A lógica é a seguinte: toda segunda-feira começam novos alunos independente do nível, outros mudam de nível e outros voltam para seus países. É um sistema que diria interessante. Os níveis variam normalmente de 1 a 8 ou 1 a 12. Isso vai de escola para escola.

Outra curiosidade é que pelo menos quando eu estudei, a escola inteira só tinha cinco brasileiros! Outra facilidade que era uma mão na roda era o belo desconto para vários eventos como teatro, museus, baladas, jogos de baseball, hockey e ainda viagens com bons descontos.

Bom…esse é o começo de uma jornada que com certeza você vai gostar e muito.. Carpe diem!!!!

Aproveite e peça agora orçamento para nossos parceiros sobre os diversos destinos de interesse.

Avatar
Ávany França, Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Amante das viagens, coleciona mais de 80 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar