Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Dicas de Viagem

O plugue padrão de tomada na Irlanda não é o mesmo do Brasil

E-Dublin Press postou em 20 jun 2017

Morar em outro país, seja para estudar ou a trabalho, demanda uma série de situações adversas. Uma delas, que nem todo mundo pensa, é a compatibilidade dos plugues de tomadas de aparelhos eletrônicos comprados no seu país de origem. Em diversos países, o padrão muda devido à medidas de segurança estabelecidas por regras específicas do governo local ou de órgãos competentes para isso. Não é diferente na Irlanda, que está localizada no noroeste da Europa e tem como vizinha a Irlanda do Norte.

A busca por mais qualidade de vida é uma das razões pelo qual as pessoas procuram a Irlanda como destino. Para quem vem fazer intercâmbio em Dublin, saiba que ao chegar com aparelhos fabricados no Brasil será necessário adquirir adaptadores. Porém não é preciso esquentar a cabeça – como o país recebe muitos turistas e intercambistas, o comércio já está preparado para isso. Um adaptador normalmente é encontrado facilmente em qualquer supermercado e é muito barato, podendo ser comprado em um preço médio de 2 euros.

Padrão de tomada na Irlanda

O padrão de tomada na Irlanda é diferente do Brasil. Foto: Paul Michael Hughes | Dreamstime

O padrão de tomada na Irlanda é diferente do Brasil. Foto: Paul Michael Hughes | Dreamstime

A Irlanda é um país europeu que tem várias diferenças com o Brasil, inclusive com relação à voltagem elétrica – 240v. Se o aparelho for bivolt, você não terá maiores dificuldades. O plugue padrão na Irlanda e Reino Unido possui 3 pino, sendo que um pino maior é para segurança. Sem ele, não há liberação de energia na tomada, por isso não é recomendado tentar usar algum tipo de recurso para conectar um plugue diferente. O adaptador é, sem dúvida, a melhor opção. Os outros dois pinos são os receptores normais da corrente elétrica, ou seja, o plugue como um todo foi desenvolvido como um sistema para evitar acidentes elétricos e curtos-circuitos.

Como morar na Irlanda?

A Irlanda se tornou um dos destinos preferidos pelos brasileiros, pois além da recepção aberta a estrangeiros, ao contrário de muitos países, o processo de visto é relativamente menos burocrático e permite, por exemplo, que o estudante possa trabalhar meio período durante os estudos, ajudando um pouquinho a aliviar os gastos mensais. Sem a necessidade de se aplicar para o visto de estudante previamente, todo o processo é realizado quando você chega ao país, com a carta de aceitação da escola, o seguro saúde e a confirmação de acomodação para os primeiros dias. Na chegada ao aeroporto, a imigração te dará 30 dias para organizar os demais documentos e requerer o IRP, cartão com a indicação do seu visto no país. Saiba mais sobre os tipos de visto na Irlanda.

Para aqueles que tiverem o interesse de conhecer mais curiosidades e informações sobre a Irlanda ou estiverem buscando fazer um intercâmbio em Dublin ou na Irlanda, o E-Dublin oferece conteúdo e dicas para te deixar mais preparado para viver essa experiência única.

Imagem de capa via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Este artigo é de autoria da assessoria de imprensa do E-Dublin. Ele foi elaborado com o objetivo de agregar conteúdos relevantes e curiosidades sobre a Irlanda e viagens ao nosso site. Para mais informações, escreva para [email protected]

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Cultura

O que não fazer em cinco destinos asiáticos

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Crônicas

Você é fluente em portunglês? 

3 meses atrás, por Lívia Alen
Conte Sua Historia

Uma carta para Oscar Wilde

3 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Cultura

5 curiosidades sobre a cultura irlandesa

4 meses atrás, por Colaborador E-Dublin