O que levar na sua mala para o intercâmbio na Irlanda?

O que levar na sua mala para o intercâmbio na Irlanda?

Colaborador E-Dublin

4 dias atrás

Quanto custa um intercâmbio?

Não vendemos pacotes e nem somos agência,
mas podemos te colocar em contato com elas.

Alguns deixam para arrumar a mala para o intercâmbio na Irlanda no último dia antes da viagem, outros começam a preocupar-se com ela antes mesmo de comprar as passagens! A verdade é que não importa quando você vai fazer suas malas, mas como.

Fazer uma viagem internacional é bem diferente de uma viagem nacional. Se for um intercâmbio — e para a Irlanda — a coisa muda ainda mais. É preciso estar atento ao limite de bagagem, aos itens proibidos e a várias outras coisas.

Selecionamos algumas dicas para facilitar esse processo.

Dica 1: malas x quilos

Pesquise as especificações de bagagem da companhia escolhida para a sua viagem. @ Vlad Teodor | Dreamstime.com

Pesquise as especificações de bagagem da companhia escolhida para a sua viagem. @ Vlad Teodor | Dreamstime.com

No Brasil, a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) não preestabelece mais uma “franquia de bagagem”, antes existente por peça ou peso. Agora, as empresas aéreas podem cobrar pela bagagem em voos nacionais e internacionais, oferecendo pacotes e preços diferenciados conforme o peso da mala e a classe.

Algumas companhias aéreas cobram a partir de 60 reais por mala, dependendo do peso e tamanho. Vale pensar se são necessárias duas malas ou apenas uma é o suficiente.

Quanto à bagagem de mão, esta sim é obrigatória, de acordo com as regras da Anac. Cada passageiro pode levar uma mala de até 10 kg. Ela deve ser acomodada no compartimento de bagagem na cabine de passageiros ou sob a poltrona, com peso e dimensões apropriados, conforme definição da empresa aérea.

Não se esqueça de que não são permitidos frascos com mais de 100 ml na bagagem de mão, muito menos ferramentas e objetos cortantes. Na bagagem de mão, recomenda-se trazer laptop e itens de valor, 1 muda de roupa, 1 conjunto de underwear, 1 toalha pequena e artigos de higiene pessoal.

Leia também: O que não levar na bagagem

Dica 2: check-list de sua mala

Faça uma lista com os itens da viagem. Ela vai ajudar a lembrar de coisas extremamente importantes e, assim, você conseguirá priorizar o que colocar.

Fizemos uma listinha como exemplo para você não esquecer de nada:

  • pilhas para tudo o que for eletrônico
  • câmeras
  • cartões de memória adicionais
  • um baralho ou outro jogo
  • um livro bom e leve
  • bloco e caneta
  • cartões de visita
  • celular
  • informações sobre câmbio
  • hotel
  • comprovantes das passagens e aluguel de carro (se for o seu caso)
  • documentos
  • dinheiro
  • secador de cabelo/chapinha (se você não vive sem)
  • pente
  • escova de dentes
  • barbeador
  • desodorante
  • óculos escuros
  • capa de chuva ou guarda-chuva compacto
  • chaves
  • relógio com despertador
  • transformadores
  • carregadores
  • adaptadores de tomadas
  • extensões
  • ferramentas
  • roupas para diferentes ocasiões

A lista vai depender de cada um. Lembre, também, que, no caso do intercâmbio, muitos desses itens poderão ser comprados depois que você chegar. Leve apenas o essencial para as primeiras semanas.

Dica 3: lista básica de viagem para intercâmbio na Irlanda

Quer viajar barato? Siga as dicas do expert Rodrigo Ruas. © Sebnem Ragiboglu | Dreamstime.com

Saber o que levar na sua mala para uma viagem ao exterior ajuda muito para não esquecer nada. Foto: Sebnem Ragiboglu | Dreamstime.com

Se você vai ficar, no mínimo, oito meses fora, enfrentará todas as estações do ano no outro país. Então, coloque um pouco de tudo e, principalmente, aquelas roupas mais confortáveis e as suas preferidas, mas tenha em mente o clima do país de destino e não exagere.

Por exemplo, mesmo você adorando suas roupas de praia, não adianta encher sua mala com elas, porque o clima na Irlanda não vai permitir que você as use com frequência.

Em Dublin, você consegue encontrar roupas, sapatos e artigos para higiene bem baratos, nas grandes lojas populares como a Penneys e a H&M.

Dica 4: objetos vindos do Brasil x objetos comprados no intercâmbio

Por mais que você ainda nem tenha saído do Brasil, seria bacana lembrar que será inevitável comprar algumas coisas na Irlanda (tanto por necessidade quanto por capricho e vontade).

Vale ficar atento, também, em que época do ano você vai chegar. Se for no inverno, você deverá levar, pelo menos, uma roupa mais quentinha para usar até conseguir comprar um casaco apropriado e compatível com o frio da região.

Cuidado para não trazer sua “casa do Brasil”, porque, na hora de voltar, você vai querer levar sua “casa da Irlanda” com você. É melhor ter espaço para as coisas que você adquiriu, já que você também não vai querer deixá-las pra trás.

Leia também: Bagagem extraviada? Entenda o que fazer

Dica 5: que sapato levar para a Irlanda

Se você vai fazer intercâmbio na Irlanda, é preciso ser prático. Traga roupas e sapatos que você consiga combinar com mais de uma peça. Na minha opinião, tênis, na Irlanda, é o que você mais vai usar no dia a dia — ou então um sapato que seja muito confortável.

Em Dublin, por exemplo, a cidade é plana, e a maioria das pessoas tem como meio de transporte os próprios pés. Para quem pensa em trazer bota, na Irlanda tem modelos de todos os tipos, das baratas até as bem caras, com salto, sem salto, de plástico, de couro… mas se, mesmo assim, você quiser trazer aquela sua favorita do Brasil, vale a dica: compre uma bota baixa e confortável — nada de saltos.

Dica 6: jeans

Quem faz ou já fez intercâmbio na Irlanda costuma alertar futuros intercambistas a trazer calça jeans do Brasil. Dica para as meninas: o corpo da mulher na Europa é um pouco diferente do nosso e, muitas vezes, as calças jeans não caem bem (e as que caem bem são sempre as mais caras!).

Leia também: Como preparar as malas para o Intercâmbio?

Dica 7: arrumando espaço na mala

Peças como relógios, meias e artigos pequenos, você pode colocar dentro dos tênis e sapatos para poupar espaço.

Traga os seus produtos de higiene mais usados: desodorante, sabonete, absorvente, shampoo, condicionador, hidratante, etc. Porém, como dissemos, não é um estoque, ok?! Um de cada basta, só para você ter tempo de explorar a cidade e encontrar esses produtos ou similares por aqui.

Se você for ao Tesco ou, até mesmo, Dealz ou Eurogiant (lojas onde “tudo custa 2 euros”), é possível encontrar artigos com os quais estamos acostumados no Brasil, como sabonetes Dove, Neutrogena, Johnson & Johnson, Elsève, Pantene, Nivea, Rexonna (por aqui, o nome da marca muda, é Sure), tudo por preços bem acessíveis.

Dica 8: A busca pela mala

Não esqueça de identificar sua mala. Você pode amarrar algumas fitas coloridas na alça, por exemplo. Isso vai ajudar a encontrá-la mais rápido na esteira ao chegar no aeroporto. Mesmo assim, não se esqueça de preencher a etiqueta com seu nome, e-mail e telefone (não é aconselhado escrever o endereço completo por questões de segurança).

Peso
Quando a mala estiver pronta, pese-a para checar se não ultrapassou o limite. Se não tiver como fazer isso em casa, leve-a até a farmácia e pese-a para ter uma ideia. É muito desagradável chegar no check-in e descobrir que a sua mala está acima do limite permitido. Nesse caso, ou você coloca a mão no bolso e paga o excesso ou então abre a mala e deixa ali algumas coisas.

Dividindo a mala
Se você está vindo com um(a) amigo(a) ou namorado (a), mescle algumas roupas e pertences da sua mala com a da outra pessoa. Assim, os dois evitam de ficar sem nada caso uma das malas seja extraviada e se poupam de ter que sair por aí desesperados para comprar algum item emergencial.

O que levar e não levar na sua mala para  a Irlanda

A Irlanda tem de tudo. Um intercambista pode encontrar produtos como os do Brasil, além de serviços. Por isso, não precisa temer em deixar para comprar depois o que não cabe na mala. Fizemos uma listinha de algumas coisas que você pode deixar para trás.

  • Roupas de inverno:
    No Brasil, mesmo nos estados do Sul, não temos roupas adequadas ao frio da Irlanda. Por isso, deixe para comprar quando chegar. Para quem aterrissa entre os meses de outubro e fevereiro, basta um bom agasalho para deixar o aeroporto.
  • Meia-calça:
    Mesmo se você não gosta, acredite, em Dublin você vai usar! É um artigo muito barato na Irlanda, de R$19,50 (4,50 euros). A variedade de cores, modelos, tamanhos e estampas é apaixonante!
  • Roupa de cama:
    É possível encontrar edredom (chamado “duvet”) a partir de 12 euros. Um cobertor de microfibra de casal sai por 16 euros. 
  • Depilação:
    Muitas brasileiras fazem depilação ao nosso estilo em Dublin e cobram em torno de 20 euros. Se quiser se virar por conta própria, relaxa. Tem tudo na Irlanda. Desde as folhas prontas até o refil de cera roll-on.
  • Secador de cabelo e chapinha:
    Dá para comprar na Irlanda, sim. Os produtos são baratos e de qualidade. Se você levar do Brasil, vai ocupar um bom espaço na mala e ainda vai precisar de adaptador. A voltagem na Irlanda é 220.
  • Mala:
    Muita gente vem com uma mala e volta com duas. Dá para comprar malas de qualidade e com bom preço em Dublin. Lojas como Penneys geralmente apresentam bons preços.

Leia também: 5 símbolos irlandeses para você levar na mala

O que é essencial levar para a Irlanda?

© Colicaranica | Dreamstime.com

A calcinha é algo ímpar e as brasileiras sempre reclamam das opções da Irlanda.© Colicaranica | Dreamstime.com

  • Calcinhas:
    Sim. Leve muitas calcinhas do Brasil. Todas que puder! Esse é o conselho de 9 em cada 10 meninas que fazem intercâmbio na Irlanda. A maioria sente na pele o dilema de procurar a calcinha ideal nas lojas irlandesas. Ou elas são fio dental ou elas são estilo caleçon, aquelas maiores que parecem um mini-shorts.
  • Medicamentos:
    Se você toma algum tipo de remédio controlado, leve receita médica em inglês e pesquise se o seu remédio está à venda na Irlanda. Caso contrário, leve para o ano todo, acompanhando a receita. Remédios para gripe e dor de cabeça dá para comprar na Irlanda sem receita. Anti-inflamatório e antibiótico, só com receita.

Tem na Irlanda, mas pode trazer do Brasil

© Hans Slegers | Dreamstime.com

Calçados é um item super barato na Irlanda, mas muitos são de qualidade duvidosa. Foto: Hans Slegers | Dreamstime.com

  • Calçados
    Se chegar no frio, leve as botas que você tiver (de preferência sem salto). Calçados baratos podem ser encontrados aos montes, mas nem todos são bons (por bons, entenda-se duráveis). Vale a pena trazer alguns pares diversos para os primeiros meses.
  • Esmaltes:
    Pode levar alguns. Você pode se assustar ao encontrar vidrinhos por 22 euros. Muita calma nessa hora! Tem sim os mais baratos, que custam em média 2,5 euros. Acetona você compra aqui sem problemas.
  • Toalha de banho:
    É um item bem baratinho, 5 euros, mas… você vai querer tomar um banho assim que chegar, seja no hostel, na host family ou na acomodação estudantil. Vale a pena trazer uma toalha de banho na bagagem.
  • Higiene e beleza:
    Existe uma variedade incrível de produtos de higiene e beleza em Dublin, desde os mais baratinhos até os mais caros. Mesmo assim, vale a pena levar shampoo, condicionador, sabonete, desodorante e um creminho para os primeiros dias.  Coloração para cabelos você encontra de 9 a 13 euros.
  • Maquiagem:
    Uma base Mat’ Morphose da Loreal custa 14 euros em Dublin. Um blush da Bourjois, 11 euros. E assim por diante. Vai depender da cotação da moeda e do valor desses produtos no Brasil.
  • Anticoncepcional:
    Na Irlanda só vende com receita médica. Nós aconselhamos levar um pequeno estoque, suficiente para passar o ano (é difícil abrirem sua mala despachada, mas se acontecer podem pedir a receita; por isso, venha prevenida).

Pesquise as lojas online

© Jakub Gojda | Dreamstime.com

As maquiagens são bem mais baratas na Irlanda. © Jakub Gojda | Dreamstime.com

Morrendo de vontade de saber mais sobre os preços, produtos e opções na Irlanda? Delicie-se com os sites de algumas das principais lojas que você vai visitar durante seu intercâmbio na Ilha:

Também vale visitar as Charities Shop quando chegar. A economia pode ser incrível!

Veja também

Quanto custa e como pagar por um intercâmbio

Marina Bandória,

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar