Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Trabalho

Brasileiros dominam as vagas de TI na Irlanda

Ávany França postou em 15 out 2016

shutterstock_321792839

Os Brasileiros estão dominando as vagas ara desenvolvimento de softwares e programadores. Foto: Shutterstock

Clichê ou não, o setor de tecnologia na Irlanda passou a ser um dos mais aclamados quando o assunto é a procura por emprego. E os números publicados esta semana não só enfatizam que o setor é o que mais empregou nos últimos cinco anos, como também cita um dado mega animador: os brasileiros são os não-europeus que mais abocanharam vagas nas multinacionais espalhadas pelo país.

Desenvolvedores de softwares e programadores estão no topo da lista e, segundo as agências de recrutamento, atualmente, pelo menos 40% das vagas preenchidas são por não-europeus.

O setor em números

A matéria publicada pelo Business World aponta um crescimento de 20% nas ofertas de emprego no setor de TI. Um crescimento gradual, que começou em 2010 e continua em ascensão. Segundo a recruiters.ie, mais de 59 mil profissionais foram empregados nos últimos 5 anos.

Para os cidadãos de fora da Europa, mais de 2.100 conseguiram o visto de trabalho, geralmente em vagas em setores específicos e carentes de mão de obra qualificada (highly skilled jobs). O número representa um crescimento percentual de 35% comparando com o ano de 2014.

Um bom exemplo da carência de mão de obra qualificada em TI pode ser compreendida pelas ações do governo irlandês em tornar ainda mais acessível o processo de visto de trabalho no país, assim como o lançamento de iniciativas para atrair mão de obra internacional, como o Tech Life Ireland.

O que dizem os recrutadores?

avany-franca-photography-3

Tana Storani e Samuel Isidoro – um dos brasileiros que hoje atua no mercado irlandês! Foto: Ávany França

Do outro lado da net, Tana Storani, nossa colunista de Carreira, ressalta que essa é uma realidade latente e que ela tem citado há muito tempo. Tana, que já atuou como recrutadora de várias multinacionais na Irlanda, atualmente se dedica em ajudar outros brasileiros a alavancarem suas carreiras por meio do coaching e mentoria. E ela acrescenta que, mesmo para quem ainda está no Brasil, as chances são grandes.

“Se você tem experiência na área e um inglês pelo menos intermediário, as empresas de TI vão se interessar por você”. Tana alerta, também, que, mesmo para os estudantes com stamp 2, há possibilidades. Não duvide do seu potencial e corra atrás de toda oportunidade profissional que surgir na sua área. “Tenho entre meus clientes casos reais de estudantes com stamp 2 que estão atuando no mercado formal“, aponta.

Atendimento ao cliente

Não é da área de TI? Não se desespere. Outra área que tem contratado muitos não-europeus, inclusive brasileiros, é o setor de customer service, um dos mais potenciais, justamente pela necessidade de profissionais multilíngues.

Recentemente, a CPL, agência de recrutamento estabelecida na Irlanda, divulgou que pelo menos quatro setores dos quais a empresa recruta aumentaram massivamente as ofertas de emprego em 2016. Com destaque para os setores de finanças, contabilidade e de atendimento ao cliente.

Suzana Lopez Ribeira é brasileira e há um ano trabalha como recrutadora em duas empresas estabelecidas na Irlanda, na contratação de profissionais para toda a Europa. Ela alerta, sobretudo os brasileiros fluentes em outros idiomas, para não se intimidarem e enviarem currículos diretamente para os recrutadores, mesmo aqueles sem cidadania europeia. “Atualmente, além do inglês, o alemão é um dos idiomas com maior carência no setor de atendimento ao cliente. Se você, além do inglês, domina uma terceira língua, isso certamente aumentará as suas chances”.

Revisado por Tarcísio Junior
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Uma vida sem desafios não foi desenhada para essa baiana de Salvador. Jornalista por profissão, já passou por editorias de moda, gastronomia, história e turismo. Amante das viagens, coleciona mais de 50 destinos no passaporte. Quer saber mais? Corre porque até você terminar de ler esse perfil já terei alguma novidade.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio

Recentes e populares

E-Dublin TV

Engenharia Civil na Irlanda

6 dias atrás, por Edu Giansante
Trabalho

À procura de emprego na Irlanda?

6 dias atrás, por Colaborador E-Dublin
E-Dublin TV

Arquitetura de Software na Irlanda

2 semanas atrás, por Edu Giansante
E-Dublin TV

8 coisas que não te contam sobre a Irlanda

3 semanas atrás, por Tarcisio Junior
Trabalho

É possível trabalhar com enfermagem na Irlanda?

4 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Engenharia Elétrica na Irlanda

1 mês atrás, por Edu Giansante
Trabalho

5 sites para procurar vagas de marketing na Irlanda

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Trabalho

Engenheiros também têm chances na Irlanda

2 meses atrás, por Deby Pimentel
Trabalho

Lojas oferecem vagas temporárias para o Natal na Irlanda

2 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves