Parques de diversão na Europa? Anota aí

Parques de diversão na Europa? Anota aí

Júlia Paniz

4 meses atrás

Siga o E-Dublin no Instagram

Quando o assunto é parque de diversões, qual o primeiro país que vem à mente? A resposta é quase instantânea: Estados Unidos da América, com seus famosos Walt Disney World, Universal Studios e Sea World, para citar apenas alguns dos mais conhecidos.

Mas você sabia que a Europa também tem muitos destinos para quem procura diversão e aventura?

O E-Dublin listou 10 desses destinos que estão distribuídos pelo continente europeu e não deixam a desejar em nada se comparados aos norte-americanos.

1. Disneyland Resort Paris, França

Reprodução: disneylandparis.com

Inaugurado em 1992, o parque recebe mais de 15 milhões de visitantes por ano. Reprodução: disneylandparis.com

Disneyland Resort Paris faz parte da The Walt Disney Company e foi inaugurado em 1992. Recebe mais de 15 milhões de visitantes por ano e é o ponto turístico mais visitado na Europa.

São 60 atrações divididas entre o Disneyland Park, onde está o castelo da Bela Adormecida, e o Walt Disney Studios, onde se concentra a parte cinematográfica do parque.

Onde: Marne-la-Vallée, França, a 32 Km de Paris.

Quando ir: O resort fica aberto durante o ano inteiro, mas oferece horários diferenciados em dias de semana, finais de semana e em diferentes estações. Durante o inverno, o parque fecha as portas mais cedo. As melhores épocas para visitar são primavera  (fevereiro a junho) e verão (junho a setembro).

Entretanto é importante lembrar que o verão é período de férias escolares por aqui, ou seja, praticamente inevitável enfrentar longas filas. No site estão disponíveis os horários de funcionamento com três meses de antecedência.

2. Europa Park, Alemanha

Reprodução: europapark.de

O Europa Park tem uma grande variedade de atrações. Reprodução: europapark.de

No Europa Park é possível ir a vários países em apenas um local. Isso por que a temática é toda inspirada em 14 países e há um espaço para cada um deles, com gastronomia e arquitetura características.

Inaugurado em 1975, é o maior parque do país, com área equivalente a 90 campos de futebol. Lá encontramos mais de 100 atrações entre shows e brinquedos e mais de dez montanhas-russas. Uma delas é a famosa Silver Star, que chega a 130 km/h, e o pico mais alto está a 73 metros.

Onde: Rust, sudoeste da Alemanha.

Quando ir: O Europa Park divide o calendário das estações em “Winter Season”, que é a temporada de inverno e “Summer Season”, temporada de verão. Os únicos dias em que o parque fica fechado são 24 e 25 de dezembro. Para conferir os horários, clique aqui.

 3. PortAventura Park, Espanha

Reprodução: portaventura.es

O local é dividido em cinco zonas temáticas. Reprodução: portaventura.es

Inaugurado em 1995, o PortAventura Park teve boa parte das ações adquiridas pela Universal Studios em 2000, o que projetou o local e fez o número de visitantes aumentar consideravelmente.

Neste período foram inseridos no complexo quatro hotéis e um parque aquático, que hoje apresenta 18 atrações.

O local é dividido em cinco zonas temáticas, sendo elas Mediterrâneo, Polinésia, Far West, México e China, com decoração e arquitetura inspiradas nesses destinos. É nesse parque que está uma das montanhas mais rápidas do mundo, a Shambhala, que chega a 135 km/h.

Onde: Salou, Espanha, a uma hora de Barcelona.

Quando ir: Na Espanha, o frio não chega a ser tão intenso como em muitos lugares da Europa, mas, mesmo assim, o parque fica fechado durante parte dos meses de novembro, dezembro, janeiro e abril, e fica fechado em fevereiro e março. O calendário completo com os horários pode ser consultado no site do PortAventura.

4. Tivoli Gardens, Dinamarca

Fonte: Wikipédia

O estilo retrô e os jardins se destacam no Tivoli Games. Fonte: Wikipedia

Esse é o segundo parque de diversões mais antigo do mundo, inaugurado no ano de 1843. Nele, há uma das montanhas-russas de madeira mais antigas, que continua operando até hoje.

É lá, também, que está o carrossel mais alto do mundo, com 80 metros de altura, que oferece vista panorâmica da cidade.

Tivoli Gardens conta com aproximadamente 40 atrações e mais cinco montanhas-russas. O charme do lugar está relacionado à estrutura moderna que se confunde com o estilo retrô, além dos jardins, que deixam o parque ainda mais bonito.

Onde: Copenhague, Dinamarca.

Quando ir: O parque fica aberto durante três temporadas: verão, Halloween e Natal. Sendo assim, é possível visitar o Tivoli Gardens de abril a setembro e de outubro a dezembro. As datas e horários exatos estão disponíveis no site do parque.

5. Thorpe Park, Inglaterra

Reprodução: Thorpe Park Facebook

Um parque para quem tem sede de aventura. Reprodução: Thorpe Park Facebook

Para quem procura aventura, o Thorpe Park é o lugar certo. Com mais de 15 montanhas-russas e quedas livres, os brinquedos desse parque prometem muita adrenalina.

Em funcionamento desde 1979, o Thorpe Park realiza durante o ano comemorações temáticas que envolvem todos os visitantes e alguns brinquedos, como o Halloween.

Onde: Chertsey, Inglaterra.

Quando ir: O parque fica aberto de março até o início de novembro, com horários diferenciados entre os dias.

6. Efteling Park, Holanda

Reprodução: etramping.com

O Efteling tem grande acesso à natureza. Reprodução: etramping.com

Efteling é um dos parques que pode ser considerado um lugar encantado. Com a temática baseada em folclores, contos de fadas, mitos, fábulas e lendas, o parque promete diversão para toda a família, com um amplo espaço que permite acesso à natureza.

Durante as férias na Europa, o Efteling recebe uma pista de patinação no gelo, que dá graça ao clima de inverno. Inaugurado em 1952, é um dos mais antigos da Europa e, atualmente, conta com cinco montanhas-russas e 36 atrações.

Onde: Kaatsheuvel, uma pequena vila ao Sul da Holanda.

Quando ir: O parque fica aberto durante todo o ano e, no período de férias na Europa (durante o inverno), recebe a pista de patinação. Acesse o site para conferir os horários do parque.

7. Gardaland, Itália

Reprodução: travelioo.com

No Gargaland também há shows e atrações. Reprodução: travelioo.com

Construído próximo ao Lago de Garda, em Verona, o parque existe desde 1975. As atrações do Gardaland são divididas em show e atrações, sendo estas de adrenalina, fantasia e aventura.

São seis montanhas-russas e 56 atrações, além do Sea Life Aquarium, onde é possível ver mais de 100 espécies em 40 aquários temáticos.

Reprodução: gardaland.it

O aquário com mais de 100 espécies é uma das principais atrações. Reprodução: gardaland.it

Onde: Verona, Itália.

Quando ir: O Gardaland fica fechado nos meses de fevereiro e março e em alguns dias de outubro, novembro, dezembro e janeiro. O site do parque tem um calendário com horários e datas.

8. Legoland, Inglaterra

Reprodução: legoland.co.uk

Estímulo à imaginação é a tônica do Legoland. Reprodução: legoland.co.uk

Se tem um lugar onde a imaginação tem vez é no parque Legoland. Na Inglaterra fica uma das seis franquias espalhadas pelo mundo.

O parque pode ser visitado na Dinamarca, na Alemanha, nos Estados Unidos e na Malásia. Os famosos bloquinhos de plástico de montar ganham proporções maiores na Legoland e deixam tudo incrivelmente real.

O local é dividido em dez áreas temáticas e oferece três montanhas-russas, além de contar com 55 passeios interativos, shows e atrações. Tudo foi construído com quase 55 milhões de peças de Lego.

Onde: Windsor, Inglaterra.

Quando ir: De novembro a fevereiro e em boa parte do mês de março o parque fica fechado. Nas demais datas há horários diferenciados, que podem ser consultados no site.

9. Siam Water Park, Espanha

Fonte: pocruises.com

O Siam Water Park é um dos mais famosos entre os parques aquáticos. Fonte: pocruises.com

Apesar de ser famosa pelo inverno rigoroso em muitos países, a Europa também tem sua época de calor. Em algumas regiões, inclusive, o frio nem chega a ser tão rigoroso. E engana-se quem pensa que não existem parques aquáticos por aqui.

Além da Espanha, muitos estão localizados também em Portugal. Sem falar dos parques aquáticos indoor, que são em locais fechados.

O Siam Water Park é um dos mais famosos entre os parques aquáticos. Foi inaugurado em 2008 e é todo decorado com temática oriental. Além das 15 atrações divididas em adrenalina, relax e família, há a possibilidade de fazer aulas de surf e experimentar comidas típicas tailandesas no parque.

Onde: Tenerife, Espanha.

Quando ir: O Siam Water Park fica aberto em todas as estações, que são divididas em verão e inverno. Durante o verão (de 1º de maio a 31 de outubro) o horário é das 10h às 18h e durante o inverno (de 1º de novembro a 30 de abril) das 10h às 17h.

10. Pena Aventura, Portugal

Reprodução: Pena Aventura Facebook

Quem busca adrenalina vai gostar do Pena Aventura. Reprodução: Pena Aventura Facebook

E para quem gosta de aventura na natureza, escolhemos um destino que pode agradar muito quem procura este tipo de lazer. O parque Pena Aventura, em Portugal, apresenta diversas atrações como escalada, paintball, salto negativo, canoagem, raftingstand up, roteiros culturais, entre outras diversas opções.

Uma das atividades mais radicais é o “Fantasticable”, que é um cabo de 1538 metros de extensão a 150 metros de altura. A pessoa é presa ao cabo e desliza por ele, chegando à velocidade de 130 km/h.

Onde: Ribeira de Pena, Portugal.

Quando ir: O parque fica aberto todos os dias das 10h às 20h, durante o ano inteiro. Como muitas atividades são realizadas ao ar livre, a melhor época para visitar é durante a primavera e verão europeu, de maio a setembro. No site, é possível verificar as condições meteorológicas e agendar a visita reservando as atividades que pretende fazer.

Ingressos: Os ingressos variam de acordo com as atividades escolhidas, que podem ser pagas separadamente ou em pacotes.

Nós elegemos o Top 10! dos parques que estão entre os maiores, mais visitados e procurados e alguns que se diferenciam dos mais comuns, mas a Europa conta com uma imensa lista de parques que você também pode pesquisar.

E aí, qual seu destino?

Júlia Paniz
Júlia Paniz, Formada em Jornalismo desde 2012. Trabalhou com assessoria de imprensa, mídias sociais e telejornalismo. Saiu de Blumenau, Santa Catarina, para estudar inglês em Dublin, na Irlanda, mas descobriu que aprenderia muito mais que apenas um novo idioma. É apaixonada por fotografia, livros, viagens e novas culturas.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar