Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Documentos

Perdi o GNIB, e agora?

Colaborador E-Dublin postou em 04 jun 2016

No E-Dublin Groups sempre tem bastante comentário sobre o GNIB, principalmente em caso de perda. Tem gente que fica desesperada e sai correndo pra fazer outro, tem gente que decide não tirar a segunda via do documento e vive sem ele até o dia de voltar pro Brasil.

De fato você não anda pela rua sendo abordado a respeito do GNIB, pelo contrário. O ideal é deixá-lo em casa, pra evitar perdê-lo.

zTB2Tl

Basicamente, usa-se o cartão na volta das viagens pra fora da Irlanda. É sempre importante mostrar o GNIB junto com o passaporte, assim você é poupado de tantas perguntas no aeroporto, já que, nele conta informações sobre o tipo de visto, data de validade e outros dados pessoais. O cartão também indica que você passou pelo processo necessário e está registrado junto à Imigração, vivendo legalmente no país.

De qualquer forma, em casos de perda ou roubo a primeira coisa a fazer é procurar uma estação da polícia para registrar um Boletim de Ocorrência (Loss Report). Portando esse documento você deve se dirigir ao escritório da Imigração para tirar uma segunda via do GNIB, o que lhe custará novamente 300 Euros.

Mas eu terei que pagar novamente?

Sim, você terá. Porém é comum acontecer divergências nas informações dadas no departamento de imigração. A Francilene Susin perdeu o GNIB no inicio de fevereiro e, decidiu que não gastaria 300 EUR novamente para a 2ª via. Em abril, às vésperas de uma viagem, ficou com medo do que poderia acontecer na hora de retornar a Irlanda e resolveu ir à imigração, com o boletim de ocorrência, para solicitar informação.

“Uma pessoa me atendeu super mal e insistiu que eu teria que emitir um novo GNIB antes de viajar, já outra atendente informou que não tinha problema nenhum viajar sem ele, pois todas as informações que eu precisaria estão carimbadas no passaporte… vai entender né? Acabei não fazendo. Na volta da viagem, o oficial do aeroporto me deu uma “mijada” e recebi o prazo de um mês pra tirar um novo”.

No dia em que a Francilene foi na imigração em Dublin, recebeu atendimento de uma terceira pessoa, que também afirmou não ser necessário pagar pela segunda via. “A mulher me disse que o procedimento de rotina era fornecer a segunda via sem cobrar nenhuma taxa e então sai de lá com um GNIB novinho, de graça”.

O E-Dublin entrou em contato com o setor responsável pela emissão do GNIB na Imigração e fomos informados de que o valor para segunda via é 300 EUR e que somente mediante pagamento da taxa, o cartão será emitido. Segundo eles, as leis de imigração exigem que se tenha um certificado de registro (GNIB Card) e a falta dele pode gerar um processo legal contra a pessoa.

Então fica a dica!! Para evitar  circular com o seu GNIB, principalmente nas noitadas, requisite um Age Card, ele, assim como o GNIB não tem poder de identificação, mas já resolve aquele probleminha de ter que mostrar comprovante de idade na porta das balada. Vale reforçar que a única função dele é exatamente está: “proof of age”. O Age Card  custa 10 euros e pode ser solicitado para qualquer um maior de 18 anos.

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui: http://edubl.in/colabore

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

Recentes e populares

Vistos

Onde tirar o visto no interior da Irlanda

3 semanas atrás, por Ávany França
Vistos

Vai tirar o GNIB? Entenda o que mudou

6 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
E-Dublin TV

Acordando cedo pra ir no GNIB

7 meses atrás, por Tarcisio Junior