Pfizer diz que vacina contra a Covid-19 tem 90% de eficácia

Pfizer diz que vacina contra a Covid-19 tem 90% de eficácia

Rubinho Vitti

2 semanas atrás

Green Friday

Combos especiais com todos os nossos produtos. Ofertas válidas somente 26 e 27/11

A Pfizer, uma das líderes mundiais na fabricação de medicamentos, afirmou que sua vacina contra o novo coronavírus teve 90% de eficácia nos testes realizados. A taxa de proteção a coloca em patamar igual a vacinas já existentes, altamente eficazes, para doenças como o rubéola e sarampo.

Há duas semanas, a Pfizer Ireland, que fabrica medicamentos em Cork, na Irlanda, afirmou que a vacina será produzida em parceria com a BioNTech, da Alemanha, até o fim do ano, com a disponibilização de aproximadamente 100 milhões de doses.

Segundo o jornal americano NY Times, a Pfizer planeja solicitar à Food and Drug Administration autorização de emergência para a vacina de duas doses no final do mês de novembro. Até o final do ano, ela terá fabricado doses suficientes para imunizar 15 milhões a 20 milhões de pessoas, disseram executivos da empresa ao jornal.

Na Irlanda, o anúncio da Pfizer ainda é visto com cautela pelos médicos. Segundo o jornal Irish Times, membros da Equipe Nacional de Emergência de Saúde Pública (Nphet) descreveram o anúncio como um “bom primeiro passo”. Eles disseram ainda aguardar uma publicação mais detalhada da farmacêutica.

Segundo o jornal, a Irlanda deve receber mais de dois milhões de doses da vacina, se aprovada, nos termos de um acordo coletivo de fornecimento que está sendo negociado pela UE com a Pfizer.

Leia também: Irlanda investe € 4,8 milhões em pesquisa para vacina contra o Covid-19

Ao jornal Irish Times, o médico-chefe do Departamento de Saúde irlandês, Dr. Tony Holohan, disse que o país está esperançoso, “mas certamente não é um momento para comemorar”.

Ele disse que assim que a vacina estiver disponível, a Irlanda poderá organizar a distribuição de suprimentos como parte de acordos de compra conjunta com a UE. “Quando chegar a hora certa, definiremos os detalhes”.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse ontem que “em breve” assinará um contrato com a Pfizer para até 300 milhões de doses.

 

Foto de capa: Pixabay

Rubinho Vitti
Rubinho Vitti, Jornalista de Piracicaba, SP, vive em Dublin desde outubro de 2017. Foi editor e repórter nas áreas de cultura e entretenimento. Também é músico, canceriano e apaixonado por arte e cultura pop.

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar