Por que é tão difícil manter a boa forma no inverno?

Por que é tão difícil manter a boa forma no inverno?

Colaborador E-Dublin

2 meses atrás

Seguro Viagem

Sabia que é obrigatório ter um seguro viagem para ir pra Europa?

Manter a boa forma não é nada fácil, principalmente no inverno. O frio chega e junto vem aquela preguiça. A única inspiração real é a de ficar debaixo do edredom, dormir e comer. A vontade de praticar exercícios físicos nesta estação gelada passa longe.

Entenda o porque é tão difícil praticar exercícios físicos no inverno. © Dmitrybakulov | Dreamstime.com

O aconchego do lar fala mais alto em muitos momentos. Sair de casa? Só se for realmente necessário. Não estranhe a falta de motivação e energia, você não está sozinho. Isso também decorre da falta de luminosidade. A falta de luz solar, afeta a produção natural da serotonina, ligada ao bem-estar. Para quem reside no exterior isso pode ser ainda mais dramático, pois o organismo também estará se adaptando a novo realidade e com isso, algumas pessoas podem até sofrer com a depressão de inverno, conhecida como SAD.

Mas por que será que o aumento de peso nesta estação é tão alto?  Uma coisa você pode ter certeza! A falta de movimentação do corpo tem uma grande parcela  nisso. O outro fator de grande impacto é a necessidade de alimentar o corpo com mais energia para manter a temperatura natural do corpo (36°C). O consumo de alimento produz energia, que produz calor para o corpo, esse processo chama-se termogênese.

A matemática é simples: Você ganha mais peso, devido ao consumo maior de calorias. E por outro lado. A falta de mobilidade,  te impede de gastar essas calorias em excesso.

Crie estratégias para driblar o frio

Fique atento, o seu corpo vai pedir por mais calorias no inverno.© | Dreamstime.com

A nutricionista e coaching alimentar Lisiane Giusti explica: “Comemos mais nesta época do ano e, para manter o corpo aquecido, trocamos os alimentos frios,  por mais calóricos, a exemplo das massas e chocolates quentes.” Você certamente substituirá as saladas e os alimentos crus, por opções mais quentes, como sopas cremosas, por exemplo. Assim, é importante fazer escolhas conscientes.

Giusti relata que para manter o peso em ordem no inverno, é necessário criar uma rotina, e para deixar a consciência menos pesada em relação ao peso, é fundamental também a pratica de exercícios físicos.

A dica é: Tente encontrar algo viável, uma academia próximo de casa, do trabalho ou da escola. Porém, além da localização fácil, você vai precisar de disciplina.” Vale lembrar também, que a pratica de ter uma alimentação saudável tem que estar presente em todas as estações do ano.

5 alimentos saudáveis para o inverno

Tenha em mente que o corpo funciona em sincronicidade com a natureza, então se beneficie dos alimentos da época. A estratégia é fazer escolhas conscientes. No caso das frutas, por exemplo, morango e laranja são boas escolhas. O primeiro tem valor calórico baixo, e a laranja é rica em vitamina C.  Como já sabemos, aqui na Irlanda o consumo da batata é alto, para ajustar a sua necessidade calórica, opte pela batata doce, que te fornecerá energia, mas é mais saudável que a demais.  Abaixo listamos mais algumas opções de substituições.

Invista nos alimentos da época e escolhas saudáveis no inverno. © Nikola Mitric | Dreamstime.com

Castanhas: Macadâmia, castanha do para, castanha de caju, pinhão, pistache, nozes, avelãs e amêndoa. São fontes de ômega 3

Frutas secas:  Damasco, uva passa, ameixa e figo. São boas opções para a alimentação, porém o cuidado com a quantidade, pois eles são bem calóricos.

Pipoca: Opte por aquela feita em casa, pois ela é mais saudável.

Mini cenoura: Prepare mini porção, além de ser gostosa é muito saudável.

Sopas e caldos: Ideal para o inverno,  não esqueça de combinar sempre legumes e verduras de sua preferência com uma fonte de carboidrato, além da proteína, para deixar a sua sopa ou caldo mais gostosa e completa.

A fórmula para sobreviver ao inverno sem problemas com excesso de peso é investir em atividade física em ambientes fechados, evitar os exageros e tentações alimentares e buscar por alimentos que te forneçam energia, mas que também são fontes saudáveis.

Veja também

Como cuidar da saúde durante uma viagem no exterior?

Lisiane Giusti,

Bacharel em Nutrição pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com formação em Nutrition Coach e Especialização em Perda de peso e Nutrição esportiva. Atualmente, atende em consultório em Dublin, na área de nutrição clínica. Conheça mais o trabalho dela no Instagram @nutricoachlisi.

Stock Photos via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Este artigo foi útil?

Você tem alguma sugestão para a gente?

Obrigado pelo feedback! 👋

O que ver em seguida

Cadastre-se em
nossa newsletter

Seu email foi cadastrado.

Cadastrar outro email

Comentários

🍪

Este site usa cookies para personalizar a sua experiência. Ao utilizar o E-Dublin você concorda com a nossa política de privacidade.

Aceitar e fechar