Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Baladas e Pubs

Por que os brasileiros adoram a Dicey’s?

Colaborador E-Dublin postou em 12 nov 2016

Em meio a uma tradicional fachada de prédios irlandeses, há uma portinha apertada e um letreiro iluminado em vermelho com as palavras “Dicey’s Garden”. A famosa balada poderia até passar despercebida, não fosse a fama que conquistou por aqui – principalmente com os brasileiros.

Mas, afinal, o que a Dicey’s tem de tão especial?

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Balada ace$$ível

Ok, entre a maioria das atrações da balada, vamos combinar que o maior destaque está no preço. Na terça-feira, por exemplo, o valor da pint de cerveja e de várias outras bebidas é apenas € 2.50. Ah, e vale lembrar que o hambúrguer e as fritas saem pela mesma quantia! O bônus: quem chega antes das 19h não paga entrada.

Outro dia “econômico” é o domingo, quando o preço chega a € 2.00. No restante da semana, os valores variam, mas a média das bebidas fica em € 5.00.

Um detalhe importante: a casa só permite a entrada de maiores de 21 e os seguranças conferem a identidade na porta –  e, nesse caso, não há jeitinho brasileiro que resolva.

Ambiente amigável e música garantida

shutterstock_271501124

Crédito: Shutterstock

A casa conta com vários espaços, como um pátio aberto para os fumantes, um porão com pista de dança, camarotes e bar. As músicas também costumam atrair a maioria dos jovens, já que o som geralmente é pop, de Rihanna à Adele.

O carioca Diogo Vaz, que mora em Dublin, desde que chegou à capital irlandesa marca presença nas noites de terça na Dicey’s. Segundo Diogo, outro ponto positivo na balada é o horário. “As baladas irlandesas em geral fecham muito cedo e abrem relativamente tarde, além do preço das bebidas ser muito alto. Já a Dicey’s não cobra entrada para quem chega cedo, cobra barato pela bebida, tem boa música e dura muito mais tempo”.

Na opinião de Diogo, frequentar a Dicey’s já virou hábito dos brasileiros. “A galera vai porque sabe que vai encontrar os amigos e as pessoas com quem tem interesse de ficar”.

Apesar dos pontos positivos, o carioca pondera que, se o preço aumentar, provavelmente deixaria de frequentar o espaço. Como o preço é barato, a casa realmente lota. Para ele, esse é um motivo que podem acarretar em mau atendimento. “Já fui atendido por gente nada educada lá”, critica.

Enquanto o preço não muda, vale a pena conferir a “balada dos brasileiros na Irlanda”? O que você acha? Já foi lá alguma vez?

Revisado por Tarcísio Junior
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para jornalismo@e-dublin.com.br

Sobre o Autor


Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do colaborador do E-Dublin e está sujeito a alterações sem aviso prévio. Quer ver sua matéria no E-Dublin ou ficou interessado em colaborar? Envie sua matéria por aqui: http://edubl.in/colabore

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

Recentes e populares

Crônicas

Dicey’s? Não, só conheço a “Pênis”

6 dias atrás, por Colaborador E-Dublin
Alimentação

Cinco lugares para comer bem e barato em Dublin

5 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Baladas e Pubs

Guia noturno de Dublin

6 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Crônicas da Ilha

Votem em mim

2 anos atrás, por Leandro Mota

Posts recentes

E-Dublin TV

E-Dublin no Salão do Estudante 2017

16 horas atrás, por Tarcisio Junior