Este site usa cookies para melhorar a experiência do usuário. Ao utilizar o nosso site você concorda com todos os cookies de acordo com nossa Política de cookies/privacidade. Concordo
Saúde

Problemas de saúde durante o intercâmbio, o que fazer?

Alessandra Karla Leite postou em 16 jan 2018

Quando embarcamos para viver uma experiência de intercâmbio, é comum cuidarmos de tudo – ou de quase tudo – nos meses que precedem o tão sonhado dia de viajar. Fazemos listas de lugares para visitar, pensamos nas possibilidades de trabalho e tantos outros detalhes, mas às vezes, nos achando super poderosos, acabamos esquecendo que não entraremos em um portal mágico onde nada de mal pode nos acontecer e que, portanto, deveríamos incluir no topo das prioridades as nossas questões de saúde. Afinal, se uma emergência nos ocorre longe do nosso país, a quem devemos recorrer?

O que fazer quando somos surpreendidos com um problema de saúde? Crédito: © Sarayuth Punnasuriyaporn | Dreamstime

O que fazer quando somos surpreendidos com um problema de saúde? Crédito: © Sarayuth Punnasuriyaporn | Dreamstime

É esse tópico primordial que vamos abordar no texto de hoje, afinal, todos sabemos da obrigatoriedade de um seguro saúde quando se trata de ir ao exterior, especialmente quando a viagem está vinculada aos estudos, pois o seguro deve ser pago ainda no Brasil e será exigido pela imigração do país de destino. Na Irlanda, todo estudante não europeu deve obrigatoriamente portar o seu seguro saúde para entrar no país.

O seguro obrigatório não é plano de saúde

Health Insurance © Designer491 _ Dreamstime

O seguro governamental é uma exigência para entrar na Irlanda. Crédito: Health Insurance © Designer491 _ Dreamstime

A primeira informação que devemos ter em mente é a de que o nosso bom e velho seguro internacional, por maior que seja a sua cobertura, não funciona como um plano de saúde, ou seja, não poderemos usá-lo para fazer consultas de rotina e exames, por exemplo. São estritamente para casos de emergência.

É importante frisar que, na Irlanda, qualquer pessoa em situação de emergência médica tem direito a ser atendido. No caso de estudantes não europeus, como nós brasileiros, podemos acionar o seguro após o atendimento para que as despesas possam ser cobertas.

No caso do seguro governamental, normalmente vendido pelas escolas de inglês, é cobrada uma franquia de 100 euros referente à emergência. Com esse valor devidamente pago, o seguro cobre as despesas restantes, inclusive, casos de internação. Os demais seguros de viagens internacionais cobrem as despesas de emergência sem cobrar franquia.

Na dúvida, leia com atenção a apólice antes de contratar o seguro escolhido.

Carta do hospital

Letter hospital © Thodonal Dreamstim

A carta-boleto do hospital é enviada para a casa do paciente. Crédito: © Thodonal Dreamstim

Passados alguns dias após você receber alta do hospital ou ter sido atendido no pronto-socorro, chegará ao seu endereço uma carta enviada pelo hospital (geralmente em casos de emergência aqui em Galway, o paciente é encaminhado ao University Hospital Galway). Essa carta funciona como uma espécie de boleto e vem com o valor cheio.

Mas não precisa se assustar! Apenas entre em contato com a sua seguradora para informar o ocorrido. Você terá de ir ao “Cash Office” do hospital e explicar que precisa pagar apenas a franquia (chamada “excess”) das suas despesas. Com o recibo em mãos é possível, então, enviar à seguradora, que tomará as devidas providências.

Para proteger e assegurar que qualquer pessoa possa receber tratamento adequado em caso de uma emergência, na Irlanda existe uma determinação que limita ao valor máximo de 800 euros, anuais, em caso de internação no hospital. O valor da diária hospitalar custa 80 euros e não pode ultrapassar 800 euros, mesmo se o paciente precisou permanecer no hospital por mais de 10 dias.

Conheça seus direitos

Emergency © Emel Ataç Tunaboylu Dreamstime

Consulados devem ser contatados em casos de emergência. Crédito © Emel Ataç Tunaboylu | Dreamstime

Segundo o Ministério das Relações Exteriores, em casos de emergência em que há risco à vida, à dignidade e segurança de cidadãos brasileiros fora do país, assim como casos de morte com a necessidade de translado do corpo, a embaixada ou o consulado mais próximos devem ser contatados para obtenção de informações.

Lembre-se que estes órgãos não se responsabilizam por custos de despesas médicas ou remédios, podendo, nesses casos, apenas informar sobre hospitais que oferecem atendimento gratuito.

Apoio local

É importante, também, tomar nota sobre quais órgãos oferecem suporte a estrangeiros em situações emergenciais, como é o caso da Nasc Ireland e do Citizen Information.

Os números telefônicos de Emergência na Irlanda são o 112 ou 999.

Imagens via Dreamstime
Encontrou algum erro ou quer nos comunicar uma informação?
Envie uma mensagem para [email protected]

Sobre o Autor


Alessandra Karla Leite é jornalista e escritora, com especialização em Comunicação, Cultura e Arte pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná. É apaixonada por tudo o que se relaciona a Literatura, Poesia, Cultura e Artes em geral. No começo de 2017, embarcou para Galway, no Oeste da Ilha Esmeralda – onde continua morando – para realizar o sonho do intercâmbio e buscar inspiração na terra da Poesia para futuras obras e projetos.

Veja todos meus outros Posts

Orçamento Fácil

Preencha um formulário e receba orçamento de escolas e agências

Comece agora

E-Dublin: Tudo sobre Intercâmbio


Recentes e populares

Saúde

Médicos e Seguros na Irlanda: Dicas de quem já usou

3 semanas atrás, por Colaborador E-Dublin
Saúde

Qual o seguro ideal para o seu intercâmbio?

3 semanas atrás, por Elizabeth Gonçalves
Publicidade

Saiba como escolher o seu seguro viagem

4 meses atrás, por Publicidade E-Dublin
Saúde

Emergências no Exterior: Para quem pedir socorro?

5 meses atrás, por Elizabeth Gonçalves
Clima

5 dicas para encarar o inverno irlandês

6 meses atrás, por Deby Pimentel
Saúde

E se você engravidar durante o intercâmbio na Irlanda?

7 meses atrás, por Colaborador E-Dublin
Saúde

Conheça o Seguro Governamental da Irlanda

8 meses atrás, por E-Dublin Press
Saúde

Como funciona o cartão de saúde europeu

1 ano atrás, por Elizabeth Gonçalves
Saúde

Como funciona um seguro de viagem?

2 anos atrás, por Colaborador E-Dublin
Saúde

Chegou a hora de ter um seguro de viagem

2 anos atrás, por Colaborador E-Dublin
Reflexões

Reclamações durante o intercâmbio

3 anos atrás, por Carol Braziel

Posts recentes

Documentos

Você sabe como autenticar documentos na Irlanda?

7 horas atrás, por Elizabeth Gonçalves